Porto Velho (RO) segunda-feira, 25 de maio de 2020
×
Gente de Opinião

Silvio Persivo

Crescimento da Zona Leste atrai novos empreendimentos, entre eles estão o grupo Irmão Gonçalves e Lojas Gazin


Crescimento da Zona Leste atrai novos empreendimentos, entre eles estão o grupo Irmão Gonçalves e Lojas Gazin - Gente de Opinião


A Zona Leste se destaca como o setor da cidade que mais cresce gerando novos investimentos, negócios e empregos

Porto Velho, mesmo depois da conclusão das obras do Complexo Hidroelétrico do Madeira (as usinas de Santo Antônio e Jirau) continua a ter um crescimento do Produto Interno Bruto-PIB bastante acima do nível do País, de vez que se estima que haja crescido, em 2017, 4,3%, o que, considerando os problemas enfrentados pela economia brasileira é um resultado excelente. É verdade que este crescimento é muito desigual, com alguns setores, como a Zona Leste e a Zona Sul tendo um crescimento rápido, enquanto, em alguns lugares, como o comércio do centro da cidade há, visivelmente, uma desaceleração das atividades comerciais, o que ocasiona um deslocamento de lojas para os bairros da cidade.

Neste sentido é que o setor de varejo, que depende muito do fator locacional (proximidade da casa/trabalho) tem influído, de forma decisiva, na estratégia logística de expansão dos negócios dos maiores grupos comerciais. Em particular a Zona Leste, que tem tido uma expansão dos seus negócios em torno de 5% ao ano, se transformou no centro comercial mais dinâmico da cidade, e em especial na Avenida Amador dos Reis, passou a ter  uma grande concentração de comércio para atender um entorno estimado em mais de 220 mil pessoas. Como resultado disto o local foi escolhido para o novo IG Shopping, o futuro shopping center dos Irmãos Gonçalves na capital do Estado de Rondônia, que, com que a instalação de sua nova unidade assegura a influência em potencial de compradores num raio de, pelo menos, cinco quilômetros em sua volta. Trata-se de um diferencial imenso na concorrência. Diferencial, aliás, que foi observado também pelo Grupo Gazin, que também se localizará na Avenida Amazonas com a Guaporé, visando o grande potencial do mercado. O novo empreendimento da Gazin, em Porto Velho, terá um depósito com loja numa área de mil metros. Segundo o dirigente do grupo, Mário Gazin, “É mais investimentos mais empregos, proporcionados pela maior empresa varejista de Rondônia, a melhor loja de móveis e eletrônicos de Porto Velho” afirmou o empresário acrescentando que “a Gazin não para de crescer junto com essa terra”. A nova, e nona loja  Gazin será inaugurada na zona Sul nas próximas semanas.


Leia mais: https://www.gentedeopiniao.com.br/economia-nacional/os-impactos-do-novo-shopping-dos-irmaos-goncalves

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Persivo

As perspectivas depois da crise do coronavírus

As perspectivas depois da crise do coronavírus

Os setores mais ricos, aliados com a esquerda supostamente progressista, até por oposição à Bolsonaro, mas, sem nenhuma consideração pelas consequên

A crise do coronavírus e seus impactos na cultura

A crise do coronavírus e seus impactos na cultura

Um dos setores mais profundamente impactados pela crise do coronavírus foi o setor cultural, em especial a denominada economia criativa, a parte da

Nem as máscaras nos tornam iguais

Nem as máscaras nos tornam iguais

É verdade. Antes usar máscara era coisa de bandidos ou de heróis marginais, como Zorro, Fantasma ou Batman. Agora não. Para sair na rua ou entrar nu

Apesar do lockdown o coração falou mais alto

Apesar do lockdown o coração falou mais alto

Embora, no Brasil, a mídia tenha consagrado a quarentena, ou isolamento horizontal, como um consenso científico, de fato, não é bem assim. O coronav