Porto Velho (RO) quinta-feira, 19 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Uma coluna sem papas na língua 30/10/10


 Uma coluna sem papas na língua 30/10/10 - Gente de Opinião

 



Os reflexos

Realizado pela TV Rondônia na quinta-feira à noite, o último debate da temporada envolvendo os candidatos ao governo João Cahulla (PPS) e Confúcio Moura (PMDB) foi tenso do inicio ao fim. Mesmo áspero, o confronto não proporcionou fatos novos de forma a mudar o cenário regional e reverter os resultados das pesquisas amplamente favoráveis ao postulante das oposições.
 

 

Uma coluna sem papas na língua 30/10/10 - Gente de OpiniãoA penalidade

Os dois candidatos tiveram estratégias diferentes. Cahulla atacou as alianças do oposicionista, enquanto que Confúcio enfatizava os pontos críticos do atual governo que são as áreas de saúde e segurança pública cujas esferas foram relegadas pela atual administração. E o horário eleitoral foi encerrado ontem com o candidato chapa branca penalizado com a perda do seu espaço pela justiça eleitoral, como tinha sido anunciado por Confúcio durante o debate.

 

Uma coluna sem papas na língua 30/10/10 - Gente de OpiniãoA tragédia governista

No final deste domingo, quando os votos dos mais de 1 milhão de rondonienses forem computados, estará escancarada de vez em Rondônia mais uma tragédia governista nas urnas. Rachada ainda no primeiro turno, entre dois candidatos, a base aliada do governo estadual  acabou levando um deles – João Cahulla ao segundo turno – enquanto o que sobrou, o tucano Expedito Júnior se aliaria a oposição nesta etapa seguinte.

 

Uma coluna sem papas na língua 30/10/10 - Gente de OpiniãoResultados recorrentes

As eleições em Rondônia são muito recorrentes. E cada vez que a base governista racha, o candidato chapa branca leva pau. Foi assim com o falecido Chiquilito Erse (94), com Valdir Raupp (98) e com José Bianco (2002). No momento em que o então governador Ivo Cassol e o ex-senador Expedito racharam, a derrota nas urnas dos governistas já era tida como uma tragédia anunciada.

 

Uma coluna sem papas na língua 30/10/10 - Gente de OpiniãoVentos e tempestades

Por tudo isso a “metereologia” política não é favorável ao governador João Cahulla neste domingo. As previsões são de fortes ventos contra a nau palaciana Presidente Vargas em Porto Velho, de tempestade em Ariquemes e de ciclones eleitorais em Ji-Paraná e Vilhena. Confúcio, no mínimo, deve triplicar a diferença estabelecida no primeiro turno.

 

Uma coluna sem papas na língua 30/10/10 - Gente de OpiniãoEleições de reviravoltas

As eleições em Rondônia são marcadas por reviravoltas e elas já aconteceram às dúzias nesta temporada. A impressão que dá, é que apesar deste histórico, não haverá uma reviravolta final se consumando por uma série de equívocos da situação e também pela competência das lideranças oposicionistas em armar uma coalizão suprapartidária para destronar o grupo governista que se instalou no poder há oito anos.

 

Uma coluna sem papas na língua 30/10/10 - Gente de OpiniãoOs rapinadores

Quando proferi as primeiras denuncias contra os Donadons que rapinaram os cofres da Assembléia Legislativa na década passada fui processado pelo clã e quase paguei indenização, mesmo falando a verdade. Recorri da sentença e ganhei a parada em segunda instância me livrando da humilhação de pintar rodapés nos colégios etc. O tempo mostrou quem tinha razão: eis Natan, ai condenado por formação de quadrilha e peculato. E ainda falta o outro...

 

Do Cotidiano

 

Luzes, brilhos... e dores

A proximidade das festas de fim de ano evoca lembranças de cantos natalinos, a renovação dos compromissos para o Ano Novo, férias, alegria. No entanto, para muitos as datas festivas de encerramento/início de ano representam muita dor e sofrimento. Nas estradas, o risco de acidentes passa a ser muito maior. Mas quem fica em casa e decide festejar com fogos de artifício não fica imune a acidentes: eles são o ruído da alegria e um encanto visual, mas podem representar perigo para quem os manipula.

Há riscos de acidentes de diversos graus para quem lida com fogos de artifício. Desde queimaduras até lesões tão graves que levam à amputação. As estatísticas revelam que uma a cada dez pessoas que mexem com artefatos explosivos são vítimas de algum tipo de amputação, principalmente dos dedos.

O uso dos produtos pode provocar queimaduras (70% dos casos); lesões com lacerações/cortes (20% dos casos); amputações dos membros superiores (10% dos casos); lesões de córnea ou perda da visão e lesões do pavilhão auditivo ou perda da audição. As pessoas mais atingidas são homens com idade entre 15 e 50 anos e crianças de 4 a 14 anos.

Para conscientizar a população quanto a este risco a Associação Brasileira de Cirurgia da Mão (ABCM) lançou a Campanha Nacional de Prevenção a Acidentes e Traumas da Mão. Durante todo este ano, a ABCM tem promovido ações para conscientização quanto aos vários tipos de acidentes e males que podem ser causados às mãos. Neste final de ano, a iniciativa completa um ano e lança a Campanha Nacional de Prevenção a Acidentes com Fogos de Artifício, com o slogan: “Bonito para os olhos. Um perigo para as mãos”.

 A campanha tem por objetivo mostrar os perigos que os fogos oferecem e manter as pessoas distantes das práticas de risco. As ações para a campanha vão se intensificar durante o mês de dezembro, contando com o apoio de médicos especializados em cirurgia da mão, engajados na divulgação de mensagens de alerta sobre os riscos de acidentes causados principalmente pelo manuseio de fogos de artifícios.

 

Uma coluna sem papas na língua 30/10/10 - Gente de OpiniãoVia Direta

 

***A falta de cimento na praça de Porto Velho foi alvo de denuncia do deputado Jesualdo Pires (PSB-Ji-Paraná) *** Fala-se em cartelização para aumentar o preço do produto mais uma vez em Rondônia *** O deputado estadual eleito David Chiquilito (PC do B) também vai entrar na briga pela cadeira do prefeito Roberto Sobrinho na capital em 2014.

 

Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



Fonte: Carlos Sperança - csperanca@enter-net.com.br
 Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /   YouTube  / Turismo   /  Imagens da História

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

O milagre do fogo + Léo Moraes fugindo da raia? + Renovação política + Grande duelo

O milagre do fogo + Léo Moraes fugindo da raia? + Renovação política + Grande duelo

O milagre do fogoO liberal gaúcho Gaspar Silveira Martins supunha que “ideias não são metais que se fundem”, mas interesses contrários podem se unir

Propaganda é insuficiente + Movidas à soja + Autonomia gorou + Depenando casas

Propaganda é insuficiente + Movidas à soja + Autonomia gorou + Depenando casas

Propaganda é insuficientePara tristeza da comunidade amazônica, seus problemas não são abordados com a resolutividade necessária. Não é um fenômeno

Fatos desprezíveis + Imigração japonesa + Poder feminino + Caprichando o visual

Fatos desprezíveis + Imigração japonesa + Poder feminino + Caprichando o visual

Fatos desprezíveisEntre fogaréu, as trocas de insultos e notícias falsas trouxeram mais calor que luz para a compreensão dos problemas amazônicos. Al

Realidade espinhosa + Kazan Roriz fora do páreo + Caciques de Rolim + As fraturas do PSL

Realidade espinhosa + Kazan Roriz fora do páreo + Caciques de Rolim + As fraturas do PSL

Realidade espinhosaOs apreciadores do tambaqui, um dos mais saborosos peixes amazônicos, sonham com ele sem tantas espinhas. Tudo indica que as prec