Porto Velho (RO) terça-feira, 17 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Uma coluna sem papas na língua 27/10/10


 Uma coluna sem papas na língua 27/10/10 - Gente de Opinião


 

Pacote de bondades

Com o propósito de melhorar sua performance eleitoral em Porto Velho, o governador João Cahulla (PP) que pleiteia a reeleição lançou um verdadeiro pacote de bondades. Entre as obras anunciadas estão desde um Pronto Socorro na região mas populosa da cidade, até o asfaltamento da estrada Porto Velho - São Carlos para beneficiar os ribeirinhos. Só lembrar da saúde em época da eleição é pouco, né? Até agora se atribuía mais prioridade a saúde do gado bovino pelo Idaron...

 

Censo do IBGE

O Censo do IBGE encerra neste domingo e os prefeitos rondonienses estão de barbas de molho, de cabelos em pé. Ocorre que o rateio do Fundo de Participação dos Municípios –FPM é estipulado pela União a partir do numero de habitantes de cada município. Se a cidade cresceu terá mais recursos, se o município encolheu, terá menos recursos. No último censo houve choro e ranger de dentes dos alcaides.

 

Na coordenação

Em Vilhena e na região do Cone Sul do Estado, o ex-governador Ângelo Angelim que coordena campanha do candidato ao governo Confúcio Moura, recebeu o reforço do vereador petista Mauro Bill, um dos parlamentares mais combativos (entendo que ele tem sido o melhor vereador do estado). Confúcio deve reeditar mais uma vitória naquele quintal do cassolismo.

 

Debate presidencial

Mais um debate dos presidenciáveis foi realizado pela Rede Record de Televisão e o confronto entre a candidata do PT Dilma Roussef e o tucano José Serra pegou fogo. O candidato da oposição teve sua participação mais agressiva nos debates até agora, mostrando claramente que já esta apelando para o tudo ou nada. No âmbito das pesquisas, a petista reina soberana e já começa ampliar a vantagem para a eleição de domingo.

 

Economia em Guajará

Enquanto Cahulla lança seus pacotes de bondades para reforçar suas paliçadas, o candidato da frente oposicionista Confúcio Moura trabalha em estratégias regionais para garantir a ampliar sua vantagem e garantir sua eleição no final de semana. Em cada região ele tem propostas diferenciadas como ocorreu no Vale do Guaporé, onde apresentou propostas para revitalizar a economia na fronteira.

 

Obras reativadas

De passagem por Porto Velho no inicio da semana o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) anunciou a reativação das obras dos viadutos de Porto Velho e Pimenta Bueno. Também assegurou com o Ministério dos Transportes a continuidade da ponte para Manaus, sobre o Ro Madeira e uma nova licitação para a ponte do Abunã, para o Acre.

 

Drogas nos presídios

Aumenta consideravelmente o ingresso de drogas nos presídios Rondonienses – de Vilhena a Porto Velho – transportadas por mulheres e o mais curioso: a droga é conduzida nas partes intimas. A maioria delas quando descobertas têm alegado que tem sido ameaçada até de morte pelos seus  maridos, namorados e companheiros, criando uma situação difícil para ser resolvida.

 

O crescimento de Jipa

De passagem pela capital onde manteve encontros políticos, o prefeito de Ji-Paraná, o ex-governador José Bianco manifestou sua expectativa que a capital da BR encerre os trabalhos do censo com uma população de 120 mil habitantes. Chegando neste patamar a cidade terá direito a aumentar os recursos repassados pelo Fundo de Participação dos Municípios-FPM utilizados pela municipalidade para obras locais.

 

Do Cotidiano

 

As maldades destrutivas 

Na ficção, os ETs são seres humanóides ou com características humanas, como inteligência, conhecimento, linguagem. Alguns, dependendo do público a que a ficção é destinada, são bonzinhos e cooperativos ou maldosos e vingativos. Mas a realidade mostra que as piores “maldades” vindas do espaço são objetos celestes que podem se precipitar contra a Terra e causar tragédias de consequências variadas.

São perigos que podem variar de 30 metros de diâmetro até o espetacular tamanho do asteróide ou cometa ao redor de 10 quilômetros km de diâmetro que atingiu a península de Yucatán, há 65 milhões de anos atrás, causando uma devastação global, provavelmente eliminando um grande número de espécies animais e vegetais.

Tais objetos, no entanto, são ameaças em potencial para um futuro que pode ser ainda distante, a julgar pelo que já foi detectado como tendo potencial rota de colisão com o Planeta Azul. No entanto, há ameaças concretas, bem reais e presentes, que se manifestam aqui e agora na forma de guerras, exploração econômica rapineira dos recursos naturais, desprezo às necessidades dos povos da floresta e das comunidades urbanas periféricas.

Os diversos tipos de poluição que ameaçam a vida, espécies e causam doenças e destruição parecem imunes a campanhas midiáticas, inclusão curricular educacional e políticas governamentais.

Para enfrentar as ameaças que podem vir do espaço já existem à disposição recursos diversos, tais como um raio-trator gravitacional com a capacidade de usar uma nave espacial para exercer uma força sobre o objeto, forçando-o a mudar gradualmente sua órbita para evitar a colisão com a Terra.

Embora seja uma ameaça remota, na medida em que impactos na Terra causados por objetos de médio porte ocorrem uma vez a cada 30 mil anos, para a proteção terrestre já existem programas, iniciativas e orçamentos apontando medidas práticas e objetivas, inclusive recorrendo ao arsenal do desenvolvimento tecnológico.

Se vão funcionar, só será possível saber quando e se alguma ocorrência desse tipo de fato ocorrer. O que se tem como evidente, hoje, é que a prevenção contra as ameaças bem humanas, nada extraterrenas, não andam bem das pernas.

Segundo a FAO, agência da Organização das Nações Unidas (ONU) para agricultura e alimentação, uma área equivalente a dois estados de São Paulo foi devastada no mundo em 2009. Pode-se alegar que a redução das áreas geladas tem ligação direta com o aquecimento global, mas a derrubada florestal está mais ligada à exploração humana. 

 


Via Direta
 

*** A deputada Marinha Raupp anuncia a construção de um Centro de Convenções para Ji-Paraná *** E o Estado de Rondônia já começa os preparativos para festejar mais um ano de emancipação *** Trocando de saco para mala: a violência contra a mulher tem aumentado na capital, mesmo com a Lei Maria da Penha e tantas campanhas de conscientização *** È o fim da picada.  

 

Siga o Gentedeopinião no Gente de Opinião



Fonte: Carlos Sperança - csperanca@enter-net.com.br
 Gentedeopinião   /  AMAZÔNIAS   /  RondôniaINCA   /   OpiniaoTV
 Energia & Meio Ambiente   /   YouTube  / Turismo   /  Imagens da História


 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Fatos desprezíveis + Imigração japonesa + Poder feminino + Caprichando o visual

Fatos desprezíveis + Imigração japonesa + Poder feminino + Caprichando o visual

Fatos desprezíveisEntre fogaréu, as trocas de insultos e notícias falsas trouxeram mais calor que luz para a compreensão dos problemas amazônicos. Al

Realidade espinhosa + Kazan Roriz fora do páreo + Caciques de Rolim + As fraturas do PSL

Realidade espinhosa + Kazan Roriz fora do páreo + Caciques de Rolim + As fraturas do PSL

Realidade espinhosaOs apreciadores do tambaqui, um dos mais saborosos peixes amazônicos, sonham com ele sem tantas espinhas. Tudo indica que as prec

A primeira edição do Diário da Amazônia + Cadê a segurança? + Turismo sexual + MDB rachado

A primeira edição do Diário da Amazônia + Cadê a segurança? + Turismo sexual + MDB rachado

A primeira edição Na edição passada, relatei como foi o nascimento do Diário da Amazônia, planejado a pedido do grupo Eucatur, em seguidas reuniões

O nascimento do Diário + Afugentando + Estrada da penal + Estrada da penal

O nascimento do Diário + Afugentando + Estrada da penal + Estrada da penal

O nascimento do Diário Este que vos fala era assessor de imprensa do prefeito de Porto Velho Chiquilito Erse em 92, indicado pelo vice Amizael Silva