Porto Velho (RO) segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Um divisor de águas + O confronto + A fantasmarada + Forças armadas


Um divisor de águas  + O confronto + A fantasmarada + Forças armadas - Gente de Opinião

Um divisor de águas

O capital político do presidente Jair Bolsonaro começou com ativo espetacular de 58 milhões de votos e um Ministério recheado de amigos da Amazônia. Seus superministros – Paulo Guedes na Economia e Sergio Moro na Justiça – prometiam força no ajuste econômico e no combate à corrupção.

Muito já se perdeu: feita prioritária, a “pauta de costumes”, vinculada a ideologias extremistas, desuniu ainda mais o país. O governo deixou escapar das mãos a iniciativa das reformas, o combate à corrupção está em xeque e a Amazônia vive um estado de angústia sem precedentes, iniciado com ataque à Zona Franca e agravado pelo drama ambiental.

Negar e atacar inimigos não funciona. Foi assim que o lulismo caiu em desgraça: negou o Mensalão e o Petrolão, deixou de ouvir a parte racional da oposição, e descuidou da infraestrutura, sobretudo na Amazônia, onde granjeou um apoio que não soube corresponder.

Está na hora de uma autocrítica do passado e corrigir os erros do presente. O divisor de águas poderá ser o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro marcado para o dia 24, em Nova York, na assembleia geral da ONU. Se a diplomacia funcionar, o Brasil receberá apoio para uma política de desenvolvimento com preservação, sem a qual ficará difícil retomar a confiança dos investidores e dos clientes de nossos produtos.

....................................................

O confronto

Logo depois da convenção nacional do MDB, marcada para o mês que vem, teremos as convenções estaduais. A grande expectativa esta em Rondônia na disputa pelo controle do partido que tem atualmente o comando alinhado com o ex-senador Valdir Raupp e sua esposa a ex-deputada Marinha Raupp, derrotados na eleição de 2018 e de outro lado o grupo liderado pelo ex-governador e atual senador Confucio Moura.

A fantasmarada

Se tem uma medida certa tomada em Rondônia nos últimos anos é o Termo de Ajustamento de Gestão-TAG adotado pelo Ministério Público de Rondônia, Tribunal de Contas do Estado e o MPC determinando o ponto eletronico nos órgãos públicos, como foi o caso da Saúde. É a maneira mais direta de combater a fantasmarada que voltou a proliferar com intensidade nestas bandas.

Agenda cheia

De passagem por Ji-Paraná, onde cumpriu agenda cheia até ontem, o governador Marcos Rocha (PSL) que participou da Expojija enfatizou a importancia do alinhamento do seu governo com a esfera federal, ou seja, com o seu parceiro de caserna, o presidente Bolsonaro. A pujança do agronegócio, principalmente a soja, a carne, leite e seus derivados também foi enaltecida pelo governador, tendo reflexos no crescimento da eonomia.

O garimpo

Mesmo com o Rio Madeira apinhado de dragas e balsas gerando emprego e renda, o garimpo do ouro não tem refletido em melhorias no comércio da região portuária e do centro histórico. Com o preço do ouro lá nas alturas, cotado quase a R$ 200 mil o quilo o que se vê é um perfil do garimpeiro atual nas balsas bem diferente daquele do auge da lavra no Madeirão quando o que era obtido era gasto na farra. Agora, os gastos são mais responsáveis.

Forças armadas

Rondônia, que já era, desde agosto beneficiada com a prorrogação das ações das tropas federais para proteger a Penitenciária Federal de Porto Velho, que seria ameaçada por mercenários estrangeiros, também foi alvo de ajuda com a prorrogação das ações das forças armadas no combate ao fogaréu em toda a Amazônia legal até 24 de outubro, ao custo de R$ 1,5 milhão ao dia  gasto aumentado com a utilização das aeronaves.

Via Direta

*** O PP de Ivo Cassol começa a definir os candidatos a prefeitos do partido nos principais colégios eleitorais de Rondônia para a eleição de 2020 ***Em alguns casos em aliança com o Solidariedade de Daniel Pereira (Porto Velho), Tziu Jidaias (Ariquemes) e Carlos Magno (Ouro Preto do Oeste) *** Na capital, o PDT já seleciona nomes para a nominata de postulantes a vereança. Terá chapa completa *** Guto do Sapiens já se movimenta como provável candidato do Podemos ao Paço Municipal em Porto Velho, isto espeando que Leo Moraes caia fora da peleja do ano que vem. 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

O Parlamento Amazônico +  Fervilhando com Garçom + Caça às bruxas + As diferenças

O Parlamento Amazônico + Fervilhando com Garçom + Caça às bruxas + As diferenças

O Parlamento AmazônicoÉ urgente superar, pelo consenso, a polêmica em torno da composição limitada do Conselho da Amazônia, que desagradou aos gove

Um cenário caótico + Dinheiro na praça + A Era Raupp + Mais ilusões

Um cenário caótico + Dinheiro na praça + A Era Raupp + Mais ilusões

Um cenário caóticoAs chuvas que desabaram em Porto Velho no meio de semana comprovaram mais uma vez um cenário caótico no inverno amazônico. As gal

Do cisne ao boto + Taca-lhe o pau + Perdendo terreno + Chiadeira dos dirigentes das escolas de samba

Do cisne ao boto + Taca-lhe o pau + Perdendo terreno + Chiadeira dos dirigentes das escolas de samba

Do cisne ao botoO suíço BIS, considerado o “banco dos Bancos Centrais”, publicou há pouco um livro que será muito lido, não pela qualidade literári

Magia por consenso + Troca-troca + Farra partidária + Uma revoada

Magia por consenso + Troca-troca + Farra partidária + Uma revoada

Magia por consensoNa Escola de Magia e Bruxaria do Brasil, localizada no interior de São Paulo, há um confuso “quadribol” jogado com cinco bolas, c