Porto Velho (RO) terça-feira, 15 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Um divisor de águas + O confronto + A fantasmarada + Forças armadas


Um divisor de águas  + O confronto + A fantasmarada + Forças armadas - Gente de Opinião

Um divisor de águas

O capital político do presidente Jair Bolsonaro começou com ativo espetacular de 58 milhões de votos e um Ministério recheado de amigos da Amazônia. Seus superministros – Paulo Guedes na Economia e Sergio Moro na Justiça – prometiam força no ajuste econômico e no combate à corrupção.

Muito já se perdeu: feita prioritária, a “pauta de costumes”, vinculada a ideologias extremistas, desuniu ainda mais o país. O governo deixou escapar das mãos a iniciativa das reformas, o combate à corrupção está em xeque e a Amazônia vive um estado de angústia sem precedentes, iniciado com ataque à Zona Franca e agravado pelo drama ambiental.

Negar e atacar inimigos não funciona. Foi assim que o lulismo caiu em desgraça: negou o Mensalão e o Petrolão, deixou de ouvir a parte racional da oposição, e descuidou da infraestrutura, sobretudo na Amazônia, onde granjeou um apoio que não soube corresponder.

Está na hora de uma autocrítica do passado e corrigir os erros do presente. O divisor de águas poderá ser o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro marcado para o dia 24, em Nova York, na assembleia geral da ONU. Se a diplomacia funcionar, o Brasil receberá apoio para uma política de desenvolvimento com preservação, sem a qual ficará difícil retomar a confiança dos investidores e dos clientes de nossos produtos.

....................................................

O confronto

Logo depois da convenção nacional do MDB, marcada para o mês que vem, teremos as convenções estaduais. A grande expectativa esta em Rondônia na disputa pelo controle do partido que tem atualmente o comando alinhado com o ex-senador Valdir Raupp e sua esposa a ex-deputada Marinha Raupp, derrotados na eleição de 2018 e de outro lado o grupo liderado pelo ex-governador e atual senador Confucio Moura.

A fantasmarada

Se tem uma medida certa tomada em Rondônia nos últimos anos é o Termo de Ajustamento de Gestão-TAG adotado pelo Ministério Público de Rondônia, Tribunal de Contas do Estado e o MPC determinando o ponto eletronico nos órgãos públicos, como foi o caso da Saúde. É a maneira mais direta de combater a fantasmarada que voltou a proliferar com intensidade nestas bandas.

Agenda cheia

De passagem por Ji-Paraná, onde cumpriu agenda cheia até ontem, o governador Marcos Rocha (PSL) que participou da Expojija enfatizou a importancia do alinhamento do seu governo com a esfera federal, ou seja, com o seu parceiro de caserna, o presidente Bolsonaro. A pujança do agronegócio, principalmente a soja, a carne, leite e seus derivados também foi enaltecida pelo governador, tendo reflexos no crescimento da eonomia.

O garimpo

Mesmo com o Rio Madeira apinhado de dragas e balsas gerando emprego e renda, o garimpo do ouro não tem refletido em melhorias no comércio da região portuária e do centro histórico. Com o preço do ouro lá nas alturas, cotado quase a R$ 200 mil o quilo o que se vê é um perfil do garimpeiro atual nas balsas bem diferente daquele do auge da lavra no Madeirão quando o que era obtido era gasto na farra. Agora, os gastos são mais responsáveis.

Forças armadas

Rondônia, que já era, desde agosto beneficiada com a prorrogação das ações das tropas federais para proteger a Penitenciária Federal de Porto Velho, que seria ameaçada por mercenários estrangeiros, também foi alvo de ajuda com a prorrogação das ações das forças armadas no combate ao fogaréu em toda a Amazônia legal até 24 de outubro, ao custo de R$ 1,5 milhão ao dia  gasto aumentado com a utilização das aeronaves.

Via Direta

*** O PP de Ivo Cassol começa a definir os candidatos a prefeitos do partido nos principais colégios eleitorais de Rondônia para a eleição de 2020 ***Em alguns casos em aliança com o Solidariedade de Daniel Pereira (Porto Velho), Tziu Jidaias (Ariquemes) e Carlos Magno (Ouro Preto do Oeste) *** Na capital, o PDT já seleciona nomes para a nominata de postulantes a vereança. Terá chapa completa *** Guto do Sapiens já se movimenta como provável candidato do Podemos ao Paço Municipal em Porto Velho, isto espeando que Leo Moraes caia fora da peleja do ano que vem. 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Chega de perder + A revitalização + Cartas no MDB + Construção civil

Chega de perder + A revitalização + Cartas no MDB + Construção civil

Chega de perderA péssima imagem do Brasil não é falta de propaganda cara no exterior sobre as maravilhas da Amazônia e do país. É preciso reconhece

A diplomacia do peixe + A eficiência na agricultura + Batendo cabeça + Cadê a ponte?

A diplomacia do peixe + A eficiência na agricultura + Batendo cabeça + Cadê a ponte?

A diplomacia do peixeO período do defeso do tambaqui, cuja pesca está paralisada até março, é uma oportunidade para fazer um balanço das ações mais

O pomar da estrada + Justa razão + Hildon adia licença + Edificio Ex-Pedito

O pomar da estrada + Justa razão + Hildon adia licença + Edificio Ex-Pedito

O pomar da estradaO caso amazônico se assemelha ao dos donos de pomares em beira de estrada, que dividem as frutas com aves, animais e viajantes. O

Sínodo político e ideológico + Trocando de guru + Rinha de galos + Clãs políticos

Sínodo político e ideológico + Trocando de guru + Rinha de galos + Clãs políticos

Político e ideológicoO Sínodo da Amazônia, que vai até o dia 26, é mais uma ótima oportunidade para chamar a atenção do mundo no sentido de ajudar