Porto Velho (RO) terça-feira, 16 de julho de 2019
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Troca de siglas de partidos SUJOS - Caso Daniel, assessor vai pagar o pato - Reino de propina das usinas


Troca de siglas de partidos SUJOS - Caso Daniel, assessor vai pagar o pato - Reino de propina das usinas - Gente de Opinião

Frentes amazônicas

Todos são inexperientes até adquirirem alguma prática. Inexperiência não é, em si, um problema. É nada além de uma situação provisória. Experimentar e errar são a base de todo conhecimento científico.

O deputado federal Pablo Oliva (PSL-AM) foi alvo de críticas por apresentar requerimento propondo a criação da Frente Parlamentar em Defesa da Amazônia. A posse o novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, também foi recebida por críticas por ele ter mais relações com o sistema financeiro que com as complexas questões do ensino.

Oliva, de imediato, foi informado de que já existem pelo menos três frentes com o mesmo propósito desde 2012, uma das quais formada por duas centenas de parlamentares. Sua inexperiência em trâmites parlamentares não causou nenhum prejuízo e foi resolvida pela descoberta de que antes de apresentar qualquer proposta deve estudar se há ineditismo ou algo a acrescentar a requerimentos anteriores com teor similar.

Já a inexperiência do ministro Weintraub e escalão de confiança é compensada pela recomposição da pasta na gestão Temer, cuja impopularidade não foi causada pelos gestores. Nos dois casos se nota a necessidade de uma boa burocracia para corrigir a inexperiência.

............................................

Nome trocado

Como todo partido sujo no Brasil, para enganar a população seus dirigentes trocam de nome. O PSDB, depois do envolvimento de tucanos de alta plumagem em golpes semelhantes aos aplicados pelos petistas, estudam uma nova denominação para a sigla já para as próximas eleições, com o temor de perder espaço nas urnas e no cenário nacional.

Idas e vindas

Os governos estaduais e o federal do PSL vivem de idas e vindas, de anuncios e desmentidos. È justo esperar pelo menos um ano para as equipes se ajustarem. Lembro do governador  Confúcio Moura que foi desastroso no  primerio governo e considerado como caso perdido, mas que se reelegeu e teve grande desempeho na segunda gestão.

As turbulências

Brasilia se prepara para dias turbulentos e por isto o ministro da Justiça Sergio Moro já autorizou o deslocamento de tropas da Guarda Nacional para garantir a segurança dos três poderes e entorno do Distrito Federal. Além da presença de Marcola, o chefão do crime organizado no presídio federal, já esta marcada a Marcha Indigena e se cogita a greve nacional dos caminhoneiros.

Crime insoluvel?

Aquela da Policia Civil mandar colocar manchete – até o titulo foi recomendado pelo assessor de imprensa da Polícia – na mídia de que o governador tampão Daniel Pereira foi preso vai virar um crime insoluvel, pois nem se investiga quem foi o mandante. Vai pagar o pato o assessor de imprensa do organismo que será obrigado assumir a iniciativa. A coisa deu efeito contrário...

Reino das propinas

A Folha de São Paulo denunciou o que tudo mundo já sabia por aqui. As  usinas do Madeira foram de fato, um verdadeiro reino de propinadores e propinados. Era de conhecimento geral por aqui que todos levavam uns trocados, de indios a barrageiros, da  imprensa aos políticos do baixo e alto clero. Nunca se superfaturou tanto, nunca se desviou tanto do erário.

Via Direta

***Os bastidores fervem com as especulações em torno de um novo chefe da casa civil para o governo de Rondônia para servir de interlocutor com a Assembléia Legislativa *** A entrega nos últimos anos de milhares de casas na capital deixou o mercado imobiliário das “estancias” (kitnetes) em baixa na capital *** Com o feriado prolongado a cidade de Porto Velho começou a se esvaziar desde ontem. E Feliz Páscoa para todos!

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Política para o turismo - Corredor do pó - Midias sociais - Sem trégua com Energisa

Política para o turismo - Corredor do pó - Midias sociais - Sem trégua com Energisa

Política para o turismoNos EUA, o especialista em turismo Júlio Gavinho ouviu de um amigo: “Americanos gostam de lugares com sol o tempo todo, comid

Pacto ou desarmonia - Vinicius Miguel nas paradas - Pau no Flores! - Dois bicudos -Funcionários fantasmas

Pacto ou desarmonia - Vinicius Miguel nas paradas - Pau no Flores! - Dois bicudos -Funcionários fantasmas

Pacto ou desarmoniaA ONU e o G20 são ambientes de globalização e os países que recaíram no nacionalismo intransigente terão dificuldades para lidar

O acordo para Rondônia - As emancipações - Cartas na manga de Hildon Chaves

O acordo para Rondônia - As emancipações - Cartas na manga de Hildon Chaves

O acordo para RondôniaO entusiasmo com o acordo celebrado entre o Mercosul e a União Europeia só faz sentido imediato para o presidente Macri, candi

A futurologia em xeque - Avaliando o quadro político - A devolução - As paliçadas

A futurologia em xeque - Avaliando o quadro político - A devolução - As paliçadas

A futurologia em xeque Não é porque algum produto, ou ideia tenha boa intenção e a chancela de alguma autoridade que será verdadeiro, útil ou confiá