Porto Velho (RO) sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Rondônia em festa + Metas previstas + Regularização fundiária + As andanças


Rondônia em festa + Metas previstas + Regularização fundiária + As andanças - Gente de Opinião

Rondônia em festa

No próximo dia 13 de setembro, o estado de Rondônia entra em festa. É o aniversário de 26 anos deste Diário da Amazônia, da TV Rondônia e da criação do território federal do Guaporé, embrião do futuro estado de Rondônia criado no início da décda de 80.

Quando o Diário da Amazônia foi criado, em 1993, numa parceria do seu Assis Gurgacz, diretor presidente do Grupo Eucatur, com o joranalista Emir Sfair, na época proprietário do jornal O Paraná, governava o Palácio Presidente Vargas, o médico Oswaldo Piana Filho, político minhoca da terrinha, e a prefeitura de Porto Velho o goiano José Vieira Guedes.

O Diário tem a honra de ser criado por uma das personagens mais ilustres da colonização rondoniense, o gestor Assis Gurgacz e comandado diferamemte ha uma década pelo empresário Acir Gurgacz, que foi prefeito de Ji-Paraná e atualmente exerce o cargo de senador da República. Uma trajetória de sucesso do Grupo Eucatur, com o Diário e o SGC, que tem seguimento com a direção de Ana Gurgacz e Assis Neto, mantendo em circulação o único jornal diário de circulação estadual e vitaminando o portal deste periódico já em franca expansão pelo estado e pela Amazonia.

...........................................

Metas previstas

Mostrando qualidade em planejamento, o governador Marcos Rocha apresentou recentemente a comunidade rondoniense seu Plano Estratégico para os próximos anos. Além das metas apresentadas, o mandatário pretende avançar em termos de reforma fundiária e habitação em parceria com o governo federal e os municípios. Abaixo veja os erecordistas nos dois quesitos.

Os recordistas

Em Rondônuia, temos recordistas em habitação e regularização fundiária, com indices longe de serem alcançados pelos seus adversários. No que tange a habitação popular, no governo do estado, o recordista é o ex-governador Confucio Moura (MDB). Existem conjuntos de casas habitacionais iniciadas ainda na sua gestão sendo inauguradas até nos dias de hoje tanto na capital como no interior.

A regularização

 Já no que se refere à regularização fundiária esta no topo do ranking dos prefeitos de Porto Velho o petista Roberto Sobrinho. Em sua gestão foram quase 20 mil propriedades escrituradas, um indice não atindido pelo ex-prefeito Mauro Nazif (PSB) e pelo atual alcaide da capital Hildon Chaves (PSDB). Mas foram oito anos de gestão, contra quatro dos seus sucessores, mesmo assim a diferença continua sendo enorme.

Tancredo e JK

Mas o recordista na distribuição de lotes populares, o criador dos bairros Tancredo e JK é o ex-prefeito José Vieira Guedes (PSDB). Foi ainda no inicio da década de 80, quando Porto Velho comemorava indices formidaveis de crescimento demográfico e objeto de muita especulação fundiária. Porto Velho crescia 11 por cento ao ano, seria mais ou menos nos dias de hoje, crescendo quase uma Jaru anualmente.

As andanças

Pelas andanças constantes pelo estado, demarcando território como onças, os senadores Confucio Moura (MDB) e Marcos Rogério (DEM) e o presidente da ALE Laerte Gomes (PSDB) serão os grandes rivais do governador Marcos Rocha em 2022. Naturalmente, alguns “estranhos no ninho” também deverão se habilitar, já que nomes novos vão surgindo de tempos em tempos. Creio que Hildon Chaves ou Leo Moraes, dependendo das urnas no ano que vem, por exemplo.

Via Direta

*** O PDT coemeça a receber importantes filiações para as eleições municipais do ano que vem *** Em outubro, sob o comando da deputada federal Silvia Cristiva, o partido fará grande concentração em Ji-Paraná, na região central *** Por falar em deputados federais, os representantes da capital estão esticando as bases no interior *** Mauro Nazif (PSB) mantém reduto forte na região de Pimenta Bueno, já Mariana Carvalho em Jaru e Vilhena *** Lucio Mosquini (MDB), Bacia Leiteira, Porto Velho e Vale do Guaporé.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Um cenário caótico + Dinheiro na praça + A Era Raupp + Mais ilusões

Um cenário caótico + Dinheiro na praça + A Era Raupp + Mais ilusões

Um cenário caóticoAs chuvas que desabaram em Porto Velho no meio de semana comprovaram mais uma vez um cenário caótico no inverno amazônico. As gal

Do cisne ao boto + Taca-lhe o pau + Perdendo terreno + Chiadeira dos dirigentes das escolas de samba

Do cisne ao boto + Taca-lhe o pau + Perdendo terreno + Chiadeira dos dirigentes das escolas de samba

Do cisne ao botoO suíço BIS, considerado o “banco dos Bancos Centrais”, publicou há pouco um livro que será muito lido, não pela qualidade literári

Magia por consenso + Troca-troca + Farra partidária + Uma revoada

Magia por consenso + Troca-troca + Farra partidária + Uma revoada

Magia por consensoNa Escola de Magia e Bruxaria do Brasil, localizada no interior de São Paulo, há um confuso “quadribol” jogado com cinco bolas, c

Da ficção à realidade + Levas de deportados + A cariocarização das facções + A militarização

Da ficção à realidade + Levas de deportados + A cariocarização das facções + A militarização

Da ficção à realidadeO sonho de extrair minérios abundantes e caros das terras indígenas tromba com o pesadelo mundial de que a degradação da Amazô