Porto Velho (RO) domingo, 12 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

O gambá e a verdade + Boatos insistentes + Invasões de casas + As lambanças na ALE


O gambá e a verdade + Boatos insistentes + Invasões de casas + As lambanças na ALE - Gente de Opinião

O gambá e a verdade

Fatos surpreendentes sobre a Amazônia, muitos e frequentes, sequer são novidade para os povos da região. Perde-se tempo com inutilidades repassadas em redes sociais, mas sempre há itens aproveitáveis, como o viralizado vídeo da aranha gigante amazônica (tarântula ou caranguejeira) que captura um gambá.

Mas há muito mais que caçadas de aranhas a divulgar pelo mundo para valorizar o potencial de benefícios que a floresta pode oferecer à humanidade. Não só para fazer dinheiro mas também na cura de doenças, descoberta de alimentos poderosos e soluções ainda desconhecidas. A verdade sobre a região precisa chegar ao mundo sem o ranço da polarização, útil apenas às bolhas radicais, que a distorcem ou simplesmente a negam.

Na Semana Verde, em Berlim (Alemanha), onde também esteve a ministra Tereza Cristina, André Nassar, da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), agiu como quem mata um gambá em debate sobre a produção sustentável de soja no Fórum Global de Alimentos e Agricultura.

Nassar passou a verdade de que os sojicultores aumentam a produção sem desmatamento. Para desinformados europeus, pode parecer a notícia de uma aranha devorando um gambá, mas é a verdade. Os consumidores podem ter acesso a ela pelos modernos meios de identificação da origem, mapa do desmatamento e verificação de sustentabilidade.

.........................................................

Boatos insistentes

Os insistentes boatos dando conta das desistências das candidaturas do prefeito de Porto Velho Hildon Chaves (PSDB) a reeleição e do deputado federal Leo Moraes (Podemos) que  pretende disputar  pela segunda vez a prefeitura de Porto Velho não foram desmentidos pelas lideranças. É conveniente catimbar o jogo nesta altura do campeonato. Menos pauladas no lombo, mais economia de recursos, menos pressões na escolha dos vices, menos tantos incômodos.

Invasões de casas

Em ano de eleições é comum em Porto Velho as invasões de áreas públicas e particulares e até de casas de conjuntos habitacionais, cujas ações são estimuladas por políticos e especuladores. O conjunto Cristal da Calama tem sido vítima dos invasores que já tinham uma ocupação no Jardim Planalto, com acesso pela avenida Calama. Uma invasão que foi desarticulada pela justiça mas a tendência  agora é aumentar os casos neste ano de caça aos votos. As casas concluídas precisam ser vigiadas pelas esferas governamentais e empreiteiras das obras.

No mesmo lugar

Muita gente ficou impressionada com a captura do ex-secretário de segurança pública Gilvan Cordeiro por lavagem de dinheiro. Mas não é a primeira vez que temos secretários  estaduais no xilindró. Já no início do estado, ainda na década de 80 tivemos um preso por bebedeira e confusão no aeroporto de Cuiabá. Dizem que o raio não cai no mesmo lugar mais de uma vez, né? Temos uma certa tradição aqui em Rondônia por aqui, o raio cai no mesmo lugar muitas e muitas vezes.

As lambanças

A cada legislatura a Assembleia Legislativa de Rondônia se supera, mostrando semelhanças com gestões anteriores. Em 2019, a casa de leis foi alvo de “visitações” da Polícia Federal com  fortes denúncias e já no início deste ano um deputado foi flagrado custeando operações plásticas com recursos públicos. No entanto, a atual gestão ainda é mais íntegra  do que aquela que pagava até consultas a macumbeiras para esposas de parlamentares em décadas passadas. Haja maracutaias no legislativo e as investigações seguem.

Melhorar a imagem

No entanto existem algumas iniciativas para melhorar a imagem do Legislativo de Rondônia. O presidente Laerte Gomes (PSDB) promete devolver recursos do Orçamento da casa de leis na ordem de mais de R$ 40 milhões ao governo estadual para  saúde e obras de infraestrutura. O deputado Eyder Brasil (PSL) apresentou projeto de lei extinguindo o auxílio-aluguel de R$ 5.000,00 que até os parlamentares que residem na capital recebem.   Lembrando que Aécio da TV (PP) todo ano devolve recursos que destina a entidades sociais provenientes do auxílio aluguel.

 

Via Direta

*** Janeiro vai acabando, com o comércio lojista reclamando muito do movimento nos principais centros comerciais de Porto Velho *** Mesmo com apreensões da Receita Federal em torno de R$ 3,26 bilhões em 2019 de contrabando de cigarros e eletrônicos, muita coisa tem passado pelas nossas fronteiras. De cocaína a armas pesadas *** Vamos ver se com o pacote anticrime do ministro Sérgio Moro já vigorando e as bases de segurança montadas em pontos críticos, como Foz do Iguaçu e Manaus, as coisas melhoram *** Os candidatos já começam a lançar suas primeiras propostas na capital, algumas difíceis de cumprir. Vivaldo Garcia, por exemplo, garante que se for eleito não vai tirar férias durante os quatro anos de mandato “porque tem muita coisa para se fazer” *** A estação das chuvas vai intensificando e os buracos tomando conta da cidade de Porto Velho, da Zona Leste a Zona Sul. Nada diferente de outras gestões.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Um símbolo brasileiro + Centrão vitaminado + O prefeito Hildon Chaves tinha duas cartas + Uma reação

Um símbolo brasileiro + Centrão vitaminado + O prefeito Hildon Chaves tinha duas cartas + Uma reação

Um símbolo brasileiroHá slogans muito repetidos em campanhas eleitorais, geralmente entre marchinhas de louvor e aplausos de claque. Um deles foi “m

Radicais do dinheiro + As falsianes + Podem atrasar + Coisa de louco!

Radicais do dinheiro + As falsianes + Podem atrasar + Coisa de louco!

Radicais do dinheiro Caiu a máscara: quem repudiava cuidados ambientais alegando que seriam exageros de esquerdistas radicais passou a sofrer a pre

Chuva de ações + Nova aposta do PT + Obras esperadas + As pragas

Chuva de ações + Nova aposta do PT + Obras esperadas + As pragas

Chuva de açõesA disputa entre polos antagônicos se alastrou tanto que ficou difícil para o público distinguir entre as notícias falsas e as verdade

Saídas existem + Clãs políticos + Puro sangue + Eleições 2020

Saídas existem + Clãs políticos + Puro sangue + Eleições 2020

Saídas existemQuem descartar os extremos complicadores da polarização encontrará um fértil debate sobre as opções da Amazônia para evitar o triplo