Porto Velho (RO) sábado, 4 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Lentes embaçadas + Nos bastidores de Daniel Pereira + Cabeça de chapa + Teúdas e manteúdas


Lentes embaçadas + Nos bastidores de Daniel Pereira + Cabeça de chapa + Teúdas e manteúdas - Gente de Opinião

Lentes embaçadas

Pode-se acusar o governo de testar os limites da lei, explorar divergências no STF, entregar as reformas ao Centrão e voltar atrás em muitas decisões, mas depois de um ano seria insensato afirmar que não é uma gestão democrática.

Na democracia, os governos agem sobre pressão. Por ela se adiou a transferência da embaixada do Brasil para Jerusalém, a China passou a ser amiga e um megalômano nazista caiu. Agora, ao chamar para a cultura uma atriz que combateu a ditadura e criar a Força Nacional Ambiental idealizada no governo Dilma, o governo inicia o segundo ano com gestos mais amplos, sem polarização. Criar o Conselho da Amazônia, enfim, é o resultado máximo da maior pressão, concentrada no setor ambiental.

O mundo está de mal com o Brasil por erros diplomáticos e más ações ambientais. A Amazônia deveria ser o eixo da afirmação do Brasil perante o mundo, a melhor solução para os mais graves problemas da humanidade. Um acúmulo de erros levou à impressão de que os brasileiros matam índios e acendem tições para incendiar a floresta. Ora, quem faz isso são criminosos. Não o povo, nem o governo.

Com o Conselho da Amazônia entregue a um velho amigo da Amazônia, o vice-presidente Hamilton Mourão, há finalmente um caminho aberto para a substituição das lentes embaçadas com que o mundo ainda enxerga o Brasil.

.......................................................

Nos bastidores

Rola nos bastidores que o Solidariedade, liderado no estado pelo ex-governador Daniel Pereira e ex-cassolistas sequer conseguiu fechar chapa de candidatos a vereança com 32 postulantes na capital.  Por isto, Pereirinha estaria assediando nomes de outras legendas, algumas de ex-aliados como o PSB e PDT. No entanto, se o partido não assumir candidatura própria a prefeito estará desde já prejudicando a nominata a vereança, com seus candidatos jogados aos leões e com poucas chances de emplacar vereadores.

Cabeça de chapa

 Começaram as primeiras tratativas para a Frente de Esquerda colocar nas ruas de Porto Velho uma postulação competitiva, em coalizão, ao prédio do relógio ante o prefeito Hildon Chaves (PSDB), o deputado federal Leo Moraes (Podemos),o deputado federal Mauro Nazif (PSB) e o zebrão da vez, Vinicius Miguel (Cidadania). A questão crucial é que ninguém quer sacrificar a cabeça de chapa e com isto tudo pode voltar tudo à estaca zero como em pleitos anteriores.

Esquema tático

A mesma tática, de fingir que não é candidato, de que que está cheio de dúvidas, que já desistiu, que só vai decidir a questão da candidatura nas vésperas das convenções do meio de o ano é usada pelos nomes de ponteira na capital, Hildon Chaves (PSDB) e Leo Moraes (Podemos). Só que a mobilização política de ambos desmente o teatrinho, cujo enredo indica ser de autoria do fantástico cineasta Cebolinha. Mais adiante não vão conseguir negar e aí o pau vai cantar no lombo. A concorrência já está armada até os dentes.

Os esforços

Inegavelmente o prefeito Hildon Chaves (PSDB) tem desenvolvido esforços para  reavivar o centro histórico de Porto Velho. A transferência para o prédio do relógio, pavimentação recauchutada no Cai N’Agua, a  reinauguração do mercado cultural, a urbanização do orla do madeira com inauguração prevista em julho. Mas ainda falta muito para recuperar um comércio caindo pelas tabelas na av. Sete de Setembro.  Combater as cracolândias é imperativo no centro antigo. A vida noturna não é mais a mesma nas avenidas Pinheiro Machado, Carlos Gomes, Calama etc.

Teúdas e manteúdas

Que as esposas dos políticos, barões da soja, e da goldensoçaite reforcem suas paliçadas ante o inimigo! Seus maridos estão sob ataque das gatinhas que já proliferam em determinados órgãos públicos. Muitas delas foram bem sucedidas nos últimos dois anos e até os quase sexagerários foram feitos de “patos” estimulando as coleguinhas a novas investidas nos endinheirados. Ex-deputados já perderam eleições e outros políticos seguem o mesmo caminho. Respeitar a família é imperativo na política.

 

Via Direta

*** O Shopping dos Gonçalves atrasou, mas a unidade supermercadista faz sucesso na Zona Leste *** O ramo tem crescido muito na capital e o Grupo Oliveira está inaugurando mais uma unidade na região do Esperança da Comunidade ***Aumentam os escândalos envolvendo padres pedófilos e pastores evangélicos vigaristas. É coisa de louco. Aonde vamos parar? *** Janeiro vai acabando e não vai deixar saudades para o comércio lojista na capital. Foi um mês paradão, conforme os queixosos *** Os aposentados do Iperon mal-acostumados a receber nos dias 20 a 22 a cada mês, em janeiro reclamaram do “atraso”. Os pés na cova ficaram irritados pois a grana só saiu dia 28 *** E um político moralista deixou a esposa e juntou os trapos com uma carnavalesca que já está prenha. A ex-se arma agora com  garras, unhas e dentes contra o agora inimigo. Se  o cara for candidato a prefeito estará frito!    

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Crítica e método + Algum rabinho... + Caerd falida + A suspensão das obras da BR 319

Crítica e método + Algum rabinho... + Caerd falida + A suspensão das obras da BR 319

Crítica e métodoQual é a melhor atitude a tomar diante de uma crítica? Quem não está habituado ao debate e costuma impor a própria vontade sem se p

Sem velório + O sofrimento + A rejeição +  Ex-governadores

Sem velório + O sofrimento + A rejeição + Ex-governadores

Sem velórioÉ saliente demais para não causar reflexão e necessárias preocupações o fato de quatro dos cinco estados da região serem os que mais apre

Máscara eterna + Só no lucro + Pau no favorito! + O beneficiário

Máscara eterna + Só no lucro + Pau no favorito! + O beneficiário

Máscara eternaOs satélites mostram uma escura e grossa nuvem de poeira se deslocando da África em direção à América do Sul. Ao contrário do novo co

Políticas de estado + A revanche + No interior + Os confrontos

Políticas de estado + A revanche + No interior + Os confrontos

Políticas de estadoEm um ano e meio de governo Bolsonaro, o balanço mais óbvio verificado é que as crises, os erros graves, a má imagem e as defici