Porto Velho (RO) sexta-feira, 24 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Irrealismo fantástico + Videntes e bruxos + Fora da peleja + A volta de Testoni + É coisa de louco!


Irrealismo fantástico + Videntes e bruxos + Fora da peleja + A volta de Testoni + É coisa de louco! - Gente de Opinião

Irrealismo fantástico

Mentira tem perna curta, mas causa estragos extensos. Na polarização, grupos radicais trocam acusações sem precisar de provas. Basta gritar alto e acionar robôs para disparos em massa nas redes sociais que a acusação parece verdadeira.

No caso dos quatro brigadistas presos sob a acusação de causar incêndios florestais em Alter do Chão (Santarém, PA), houve uma trapalhada tão grande que qualquer mentira ligada ao caso, surpreendente pelo surrealismo, ficou em segundo plano. Um bate-cabeça típico de instituições governamentais desconexas, distantes de uma definição precisa de limites de atuação e até de conhecimento legal.

Três notícias altamente negativas relacionadas ao mesmo caso correram mundo e assombraram aos que tiveram conhecimento do caso ainda nebuloso. A primeira, surpreendente, é que “bombeiros” meteram fogo na floresta. A segunda, deprimente, é que foram presos sem culpa – grileiros seriam os verdadeiros responsáveis, segundo policiais federais.

A terceira, a mais divulgada nas redes e TVs de todo o mundo, é que o famoso ator estadunidense Leonardo DiCaprio (Titanic, O Lobo de Wall Street) doou 300 mil dólares para a ong dos rapazes meter fogo na floresta que sempre protegeram. Fantasias malucas se misturam para causar mais caos no que já está complicado e afundam ainda mais a imagem do Brasil lá fora.

..............................................


Videntes e bruxos

Aproveito este dia 13 para falar de bruxarias. Mais um vidente afirmou que uma mulher será prefeita pela primeira vez em Porto Velho, esclarecendo, segundo ele, que ela será eleita uma vice e que o prefeito eleito em 2020 deixará o cargo para disputar o governo do estado. Não é de hoje, que videntes, bruxos, e cartomantes metem o nariz das eleições em Rondônia, mas a maioria se dá mal. Poucas previsões foram confirmadas até agora. Um bando de vigaristas.


É coisa de louco!

 O falecido senador Odacir Soares, amigo e influenciado pelo ex-presidente Collor de Melo, afeito as coisas do além, adorava publicar vaticinios “bruxuleantes”, desde que lhe fossem favoraveis, mas nas oportunidades em que fez isto levou pau. A maior ratada dos videntes rondonienses foi apontando Natanael (aquele que estava preso até recentemente) como favorito num pleito ao governo estadual, quando o grande vencedor foi Ivo Cassol.


Fora da peleja

 Único nome competitivo do PT, o ex-prefeito de Porto Velho Roberto Sobrinho esta fora da peleja pela prefeitura da capital em 2020. È que cada vez que o petista bota a cabeça fora da toca, lá vem paulada da justiça. Por isto, o ex-prefeito que mantém os recordes em ações de pavimentação asfaltica e regularização fundiária na capital decidiu ficar de fora da política até resolver todas as suas pendências. Ainda demora.


A volta de Testoni

O ex-prefeito Alex Testoni, aquele que teve o melhor desempenho entre os prefeitos eleitos na sua safra, esta de volta as lides políticas e é o franco favorito para emplacar mais um mandato em Ouro Preto do Oeste. Ex-deputado estadual, Textoni ascendeu politicamente até ser condenado e perder a elegibilidade, mas pelo que se vê, deve ter conseguido reverter sua situação nas instâncias eleitorais e já esta pronto para outra.


Um vestibular!

Considerado um dos maiores favoritos nas eleições municipais deste ano, o ex-vereador Isau (MDB-Ji-Paraná) vai precisar fazer um vestibular para escolher seu candidato à vice na capital da BR. Todo mundo procura uma aliança com ele, até o deputado estadual Laerte Gomes, presidente da Assembléia Legislativa manifestava este desejo, mas ele foi vetado pelo MDB depois de recente operação policial na Assembléia Legislativa.

 

Via Direta

*** Com a alta no preço da carne até o espetinho de gato ficou mais caro em Porto Velho. Onde vamos parar? *** Na Zona Leste, o empresário do ramo de restaurantes, Marcelo Freire vende frango assado a preços módicos nos finais de semana, deixando o povo feliz *** Olho vivo torcida brasileira, segue mais um capítulo do golpe dos precatórios. Muita gente enricando adoidado *** E a fantasmarada esta mais tranquila, acha que já escapou das garras da Polícia Federal *** O susto foi grande, muitos desaparecidos apareceram nas repartições rapidinho *** E fantasmas desprezados na ALE já buscam refugio na prefeitura, com apoio de seus padrinhos *** Lula anuncia a volta de suas caravanas pelo Brasil afora a partir de janeiro. Precisa passar por Porto Velho para animar os petistas com o facho baixo.      

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

O gambá e a verdade + Boatos insistentes + Invasões de casas + As lambanças na ALE

O gambá e a verdade + Boatos insistentes + Invasões de casas + As lambanças na ALE

O gambá e a verdadeFatos surpreendentes sobre a Amazônia, muitos e frequentes, sequer são novidade para os povos da região. Perde-se tempo com inut

Vegetais e agricultura + Troca-troca de esposas por políticos + Vivaldo nas paradas

Vegetais e agricultura + Troca-troca de esposas por políticos + Vivaldo nas paradas

Vegetais e agriculturaDentre as boas notícias que fecharam 2019, uma das mais promissoras e salutares para a autoestima dos brasileiros, arrasada p

A verdade florestal + Pau na Energisa + Polícia Rural + Onda de execuções

A verdade florestal + Pau na Energisa + Polícia Rural + Onda de execuções

A verdade florestal Vai muito além da notícia em si a informação – excelente – de que o monitoramento do nível dos rios do Amazonas passará este an

Ordem na casa + Fundo partidário + Recursos do IPTU + A conclusão da pomte

Ordem na casa + Fundo partidário + Recursos do IPTU + A conclusão da pomte

Ordem na casaUm dos absurdos da polarização ideológica é considerar o meio ambiente como bandeira da “esquerda” e a economia como território da “dir