Porto Velho (RO) quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Evitando o Apocalipse + As brigaradas + As contrapartidas da Usina + Ciclo portuário


Evitando o Apocalipse + As brigaradas + As contrapartidas da Usina + Ciclo portuário - Gente de Opinião

Evitando o Apocalipse

Os cientistas, goste-se ou não, usam a técnica religiosa mais antiga do mundo – a ameaça apocalíptica de que os pecadores serão queimados em fogueiras – para alertar a humanidade sobre as consequências de relaxar os esforços pela preservação da Amazônia. Os pecadores, segundo as projeções feitas, farão os inocentes pagar caro pelos males causados por eles.

Aterradora projeção divulgada por pesquisadores da Universidade de Princeton (EUA) parte de uma Amazônia transformada em pastagens para o gado. Haveria redução dramática nas águas dos rios, baixando o volume de chuvas que hoje beneficiam o restante do Brasil e da América do Sul.

Como se fosse um Noé multiplicado por quatro anunciando antidilúvios – menos chuva, mais seca e muitas consequências –, o professor Stephen Pacala, um dos autores da projeção, afirmou: “Enfrentamos quatro grandes crises ambientais no mundo: clima, alimentos, água e biodiversidade. A Amazônia está no epicentro de todas elas”.

Menos apocalípticos, o engenheiro florestal Tasso Azevedo (MapBiomas) e o agrônomo Beto Veríssimo (Imazon) aconselham usar 40% da região no uso sustentável da madeira e de outros produtos florestais. Nesse caso, é só não desmatar mais que os 20% já derrubados e proteger os outros 40%. Simples de dizer, talvez não tão simples de fazer.

.......................................................

As brigaradas

Neste momento tres partidos brigam em Rondônia pelo seus respectivos comandos. Os dirigentes atuais que lideram o MDB, PSDB e PSL não querem largar o osso, em vista do apetite relacionado ao poupudo fundo partidário. Mas tudo se encaminha para os Raupps e Tomás levarem um pé no MDB, Expedito e Laerte perderem a parada para a familia Carvalho nos tucanos e o PSL ficar nas mãos dos aliados do governador Marcos Rocha.

As contrapartidas

Com a confirmação da construção da Usina Hidrelétrica de Tabajara em Machadinho do Oeste, urge que as lideranças regionais cobrem as devidas contrapartidas antecipadamente. Porto Velho em Rondônia e Altamira no Pará sofrem as consequencias ambientais com as usinas de Santo Antonio, Jirau e Belo Monte. Até hoje as necessidades de saneamento básico, mobilidade etc, não foram atendidas nos dois municípios. Não barateou nem o preço da energia.

Censo Agropecuário

O Censo Agropecuário divulgado no final da semana passada pelo IBGE comprovou definitavemente a vocação do estado de Rondônia para o agronegócio. Em nosso estado, a soja ganha terreno em todos os quadrantes. Carne, leite e derivados vitaminam nossa economia, assim, como a exploração da madeira e de minérios. Ultimamente o pescado, principalmente, o tambaqui, ajuda a impulsionar o expressivo PIB rondoniense.

Ciclo portuário

Muita gente acreditava que um novo ciclo economico em Porto Velho, depois da cassiterita, do ouro e das usinas seria muito dificil. Mas as projeções do plantio da soja na Bolivia – só lá serão cinco milhões de hectares - no Peru e o aumento das exportações da oleeoginosa do norte matogrossense, em Rondônia, Acre e Amazonas, vão tornar a Hidrovia do Madeira num dos maiores corredores de exportação do País, com uma explosão em arrecadação.

Correções de rumos

Constatei muitos equivocos no governo Bolsonaro nestes seus primeiros dez meses de gestão e alguns deles gerando conflitos com parceiros comerciais importantes chegando a causar prejuizos ao País como em relação à exportação de carne bovina, suina e de frango a China e comunidades dos paises árabes. Mas devemos reconhecer também que o mandatário esta sinalizando uma correção de rumos com as recentes visitas de pacificação aos chineses e ao oriente médio.

 

Via Direta

*** O prédio da Rádio Eldorado do Brasil nos anos 80, que depois virou teatro atualmente se transformou no maior refúgio de “noiados” de Porto Velho *** Lá se vende escandalosamente drogas durante a noite e a madrugada e as autoridades da segurança não estão nem aí *** Na visita a China o presidente Bolsonaro e sua missão comercial também tentou recuperar investimentos anteriormente programados para a construção de ferrovias *** A projetada ferrovia Norte-Sul, por exemplo, beneficia Rondônia. Estamos na torcida *** O setor chacareiro da capital ainda não dá conta do abastecimento da demanda de hortigranjeiros da população local *** Ainda compramos muita batata, tomate e frutas da Ceasa paulista, ovos do Mato Grosso, tomate de Goiás e Santa Catarina *** O próximo prefeito também vai ter que trabalhar para estimular a produção de frutas e legumes em nossas adjacências *** Estão na região Norte os estados recordistas percentualmente de funcionários públicos. O Acre é o campeão, o vice é Roraima. De fantasmas a ponteira é de Rondônia!

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Do cisne ao boto + Taca-lhe o pau + Perdendo terreno + Chiadeira dos dirigentes das escolas de samba

Do cisne ao boto + Taca-lhe o pau + Perdendo terreno + Chiadeira dos dirigentes das escolas de samba

Do cisne ao botoO suíço BIS, considerado o “banco dos Bancos Centrais”, publicou há pouco um livro que será muito lido, não pela qualidade literári

Magia por consenso + Troca-troca + Farra partidária + Uma revoada

Magia por consenso + Troca-troca + Farra partidária + Uma revoada

Magia por consensoNa Escola de Magia e Bruxaria do Brasil, localizada no interior de São Paulo, há um confuso “quadribol” jogado com cinco bolas, c

Da ficção à realidade + Levas de deportados + A cariocarização das facções + A militarização

Da ficção à realidade + Levas de deportados + A cariocarização das facções + A militarização

Da ficção à realidadeO sonho de extrair minérios abundantes e caros das terras indígenas tromba com o pesadelo mundial de que a degradação da Amazô

Expedito e Ivo pulam cirandinha + A cobiçada Amazônia + Vai que cola! + É candidatíssimo!

Expedito e Ivo pulam cirandinha + A cobiçada Amazônia + Vai que cola! + É candidatíssimo!

A cobiçada AmazôniaSerá ridículo um bafafá internacional entre militares brasileiros e franceses por conta do vazamento da “minuta sigilosa” na qual a