Porto Velho (RO) quarta-feira, 24 de abril de 2019
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

É coisa de louco! - Pauta amazônica - Grandes projeções - Redes sociais decisivas nas eleições


É coisa de louco! - Pauta amazônica - Grandes projeções - Redes sociais decisivas nas eleições  - Gente de Opinião

Os desastres climáticos

Diariamente novas descobertas e revelações sobre a Amazônia chegam ao conhecimento público, trazendo lições, ou surpresas. Festejamos plantas e animais de características e propriedades originais ou desconhecidas que levam à perspectiva de novos produtos, com ganhos para a alimentação e a saúde, proporcionando melhor qualidade de vida para a população.

Há, porém, desastres que o bom senso recomenda prevenir antes que seja tarde. Os Andes se elevando para formar a América do Sul de hoje resultou de fenômenos naturais, mas a matança de índios na região foi ação unicamente humana (ou desumana?) e causou alterações no clima do planeta, segundo cientistas da University London, do Reino Unido.

Publicado na revista científica Quaternary Science Reviews, o estudo aponta essa intervenção como a causa da Pequena Era do Gelo que fazia o Rio Tâmisa, em Londres, congelar durante o inverno. Embora haja processos naturais que resultam em algum resfriamento, diz o estudo, “a verdade é que para obter o resfriamento total – o dobro dos processos naturais – você tem que ter essa queda no CO² gerada pelo genocídio”.

Nestes tempos de calor no Brasil, contrastando com temperaturas de até 50 graus abaixo de zero no hemisfério Norte, o debate sobre os impactos do clima se recolocam fortemente nas cogitações dos pesquisadores.

............................................ 

Pauta amazônica

Nas primeiras entrevistas concedidas a mídia da região Norte, o novo presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AM)  enfatizou que dará prioridade a uma pauta amazônica, entre outros assuntos a manutenção da Zona Franca de Manaus, a conclusão da BR Porto Velho a Manaus, a questão da energia de Roraima, a conclusão da rodovia Macapá-Oiapoque e para tanto buscara a unidade da bancada federal da região.

Raposões fora

Aos poucos os antigos raposões da política rondoniense vão deixando o cenário estadual para novas lideranças que vão galgando o poder. Odacir Soares, Amir Lando, Valdir Raupp, Euripedes Miranda, Marinha Raupp e tantos outros podem até retornar as disputas nos próximos anos, mas já não com a força política que detinham. No último pleito, campeões de votos e de mandatos eletivos, como Raupp, sucumbiram.

Redes sociais

Decisivas nas eleições do presidente Jair Bolsonaro e do governador Marcos Rocha, as redes sociais foram também importantes na reviravolta da eleição do presidente do Senado Davi Alcolumbre. Durante todo o processo tumultuado do pleito, o Brasil inteiro cobrou de seus senadores um voto anti-Renam. Quando mais se prolongava a eleição, mais Alcolumbre ganhava força.

É coisa de louco!

No ano passado vários prefeitos foram cassados e afastados dos seus cargos, ocorrendo novas eleições em municípios como Vilhena, Pimenta Bueno e Rolim de Moura. Também alcaides e ex-alcaides se enroscaram com a justiça e o ano de 2019 já começa com a renuncia do prefeito de Cerejeiras, Airton Gomes, que já foi liderança importante na região. O que o resto do ano no reserva?

Grandes projeções

As eleições municipais do ano que vem podem trazer grandes e empolgantes clássicos regionais. Na capital, por exemplo, é bem provável um embate entre o atual prefeito Hildon Chaves (PSDB) e o deputado federal Leo Moraes (Podemos), numa revanche histórica. Numa cidade de reviravoltas, ainda temos Vinicius Miguel (Rede) e Mário Jorge (PDT) colocando lenha na fogueira sucessória.

 

Via Direta

*** A maioria dos 27 governadores do País negocia apoio aos projetos do governo Bolsonaro por mais recursos para os estados com pies na mão *** Sete deles estão com as contas em atraso inclusive com dívidas  e parcelamentos dos salários dos seus servidores ***Já se prenuncia uma cheia “parente” daquela histórica no Rio Madeira em 2014. Salve-se quem puder! *** O Diário projeta o retorno do caderno rural aos domingos tendo em vista a importância do agronegócio no estado.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Facções criminosas estão abastecendo os presídios de Rondônia - Rastro de destruição - A choradeira geral

Facções criminosas estão abastecendo os presídios de Rondônia - Rastro de destruição - A choradeira geral

A choradeira geralO governo federal mostra pavor de uma eventual greve dos caminheiros e tenta medidas paliativas para acalmá-los. Como paciente não

Buscando solução - Fugas agravam - Pau no tucano? - O ranking dos federais

Buscando solução - Fugas agravam - Pau no tucano? - O ranking dos federais

Buscando soluçãoNos primeiros cem dias de gestão, a máquina de um novo governo precisa se completar com a definição dos melhores gestores e as peças

As coisas se ajeitando - Ponte do Abunã - Circo de horrores - Perda populacional

As coisas se ajeitando - Ponte do Abunã - Circo de horrores - Perda populacional

As coisas se ajeitandoEm contagem regressiva para a Rondônia Rural Show, ainda sob o calor do atrito gerado pelo anúncio de transferência da Embaixa

Troca de siglas de partidos SUJOS - Caso Daniel, assessor vai pagar o pato - Reino de propina das usinas

Troca de siglas de partidos SUJOS - Caso Daniel, assessor vai pagar o pato - Reino de propina das usinas

Frentes amazônicasTodos são inexperientes até adquirirem alguma prática. Inexperiência não é, em si, um problema. É nada além de uma situação provis