Porto Velho (RO) segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

A verdade é científica + Feira da Caixa + Presença marcante + As cotações para prefeitura da Capital + PDT e o pontapé inicial


A verdade é científica  + Feira da Caixa + Presença marcante + As cotações para prefeitura da Capital + PDT e o pontapé inicial - Gente de Opinião

As ameaças

A verdade é científica

Facilmente monitoradas pela governança eficaz, as ongs estrangeiras em ação legal na Amazônia, tão temidas pelos teóricos da conspiração, são um falso fantasma. Mas também há ameaças estrangeiras reais – a biopirataria é transnacional e há causas naturais que não respeitam fronteiras.

Para saber identificá-las será preciso vencer a ignorância, apostando na ciência e na qualificação tecnológica. Inclusive no estudo da Geografia, porque os limites nacionais não servem mais para resolver tudo.

No verão causticante de 2014 se acreditou que a seca e o desastre agrícola no Sudeste decorreram do desmatamento ou falhas na transmissão da umidade enviada pela Amazônia. Isso é agora desmentido por estudo da oceanógrafa brasileira Regina Rodrigues. Em parceria com cientistas da Universidade de Nova Gales do Sul (Austrália) e Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (EUA), ela aponta que a explicação para fortes secas como aquela não têm causas na Amazônia.

Na maior parte dos casos, decorrem de causas vindas do Oceano Índico, a mais de 20 mil km de distância. A Amazônia sempre manda sua umidade, mas o ar seco “estrangeiro” bloqueia a umidade, que pula o Sudeste e vai causar enchentes na Argentina e Uruguai. Se é a verdade que nos libertará, ela será achada mais na ciência que nas teorias conspiratórias.

..............................................

Nos rankings

Presente em alguns segmentos negativos, o Estado de Rondônia está entre os primeiros no ranking nacional, nos casos de queimadas, de ocorrências de estupros e da falta dos serviços de saneamento básico de água e esgoto. Já, no que tange a pontuação nos quesitos positivos, os destaques rondonienses são na produção do pescado, respeito a lei de responsabilidade fiscal, pagamento em dia do funcionalismo e geração de empregos.

Feira da Caixa

Começa a Feira de Imoveis da Caixa Econômica Federal em Porto Velho sempre com algumas barbadas em termos de casas, pontos comerciais, prédios e terrenos urbanos colocados em leilão. Mas os compradores devem tomar alguns cuidados porque às vezes o barato pode custar caro. Recomenda-se que fiquem fora no caso dos imoveis ocupados: é caçar prá cabeça em termos de incômodos e custas judiciais.

Presença marcante

Seguindo uma trajetória de eficiência, e detentor de grandes desempenhos como vereador e deputado estadual, o deputado federal Léo Moraes (Solidariedade) já desponta como o mais importante parlamentar rondoniense da atual bancada federal. O jovem parlamentar tem sido a presença mais marcante em Brasília na defesa das grandes causas rondonienses e marcante presença nas discussões dos problemas de Porto Velho.

As cotações

Neste momento existem dois nomes em alta para se tornarem vices do atual prefeito Hildon Chaves (PSDB) no pleito do ano que vem: a vereadora Cristiane Fernandes lançada recentemente pelo comando estadual do PP candidata a prefeita e o empresário Marcelo Tomé, que se tornou uma expressiva liderança empresarial em todo o estado, com um grande trabalho na Federação das Indústrias. Atualmente ele pertence ao primeiro escalão do alcaide tucano.

Pontapé inicial

Sob a liderança da deputada federal Silvia Cristina, que tem percorrido todo o estado para atender suas bases, o PDT se mobiliza para um grande encontro estadual no dia 12 de outubro em Ji-Paraná. Será o pontapé inicial do partido para as eleições municipais do ano que vem e o Diretório Estadual já começa a receber novos quadros para as pelejas. Na capital, Ruy Motta tem liderado o partido projetando uma candidatura a sucessão de Hildon Chaves.

 

Via Direta

***Um instituto de pesquisas politicas e sociais foi contratado para estudar o efeito manada que tem acontecido nas eleições em Porto Velho desde a fenomenal virada de Roberto Sobrinho na década passada *** O tucano Expedito Junior e o democrata Macos Rogério traçam planos conjuntos para as eleições do ano que vem em importantes municípios *** Os referidos caciques tem como pano de fundo as eleições de 2022, numa possível dobradinha ao governo e Senado *** O deputado estadual Eyder Brasil vai vencendo a pendenga interna no PSL com o rival, o deputado federal Chrisóstomo para disputar a prefeitura de Porto Velho no ano que vem.

 

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

O Parlamento Amazônico +  Fervilhando com Garçom + Caça às bruxas + As diferenças

O Parlamento Amazônico + Fervilhando com Garçom + Caça às bruxas + As diferenças

O Parlamento AmazônicoÉ urgente superar, pelo consenso, a polêmica em torno da composição limitada do Conselho da Amazônia, que desagradou aos gove

Um cenário caótico + Dinheiro na praça + A Era Raupp + Mais ilusões

Um cenário caótico + Dinheiro na praça + A Era Raupp + Mais ilusões

Um cenário caóticoAs chuvas que desabaram em Porto Velho no meio de semana comprovaram mais uma vez um cenário caótico no inverno amazônico. As gal

Do cisne ao boto + Taca-lhe o pau + Perdendo terreno + Chiadeira dos dirigentes das escolas de samba

Do cisne ao boto + Taca-lhe o pau + Perdendo terreno + Chiadeira dos dirigentes das escolas de samba

Do cisne ao botoO suíço BIS, considerado o “banco dos Bancos Centrais”, publicou há pouco um livro que será muito lido, não pela qualidade literári

Magia por consenso + Troca-troca + Farra partidária + Uma revoada

Magia por consenso + Troca-troca + Farra partidária + Uma revoada

Magia por consensoNa Escola de Magia e Bruxaria do Brasil, localizada no interior de São Paulo, há um confuso “quadribol” jogado com cinco bolas, c