Porto Velho (RO) sábado, 28 de maio de 2022
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Verdade apagada + Prática de rachadinhas + Fernandinho Beira-Mar + Olho no fundão


Verdade apagada + Prática de rachadinhas + Fernandinho Beira-Mar + Olho no fundão - Gente de Opinião

Verdade apagada

O deslumbramento de chegar sem preparação à selva da internet levou muita gente a compartilhar mentiras, memes distorcidos, pegadinhas e montagens manipuladas de áudio e vídeo e como se fossem verdades. Mesmo passando vergonha com a farsa revelada, os vexames logo são esquecidos sem as vítimas perceberem que são usadas para repassar peças de guerrilha digital criminosa potencializadas por robôs na tática nazista de repetir o envio da mesma peça várias vezes.

Há pouco, espalhou-se pelo mundo uma peça desse tipo: luzes misteriosas teriam sido vistas sobre o Rio Madeira acompanhadas da insinuação de que seriam discos-voadores. Sempre que há crises, aliás, multiplicam-se os relatos de ETs e naves alienígenas. Na falta de pão, o circo para distrair a população se distribui em vários tipos de espetáculos.

No entanto, se a insinuação sobre ETs é fantasia, as luzes eram reais. Não sobre o Rio Madeira, mas no Oiapoque, divisa do Amapá com a Guiana. Eram sinais de treinamento militar da Legião Estrangeira da França. Alienígenas humanos e fardados. O episódio revela que é preciso cuidado até com a verdade, para não interpretá-la de forma distorcida. Nesse caso, as luzes eram reais mas só a checagem cuidadosa permitiu apontar a origem. Se os ETs de fato existem já está claro que não se exibem com espetáculos de luzes e cores. A verdade nem sempre é brilhante.

........................................................................

Vem de longe

A prática de rachadinhas e a contratação de funcionários fantasmas vem de longe na Assembleia Legislativa de Rondônia e seguidos escândalos foram protagonizados neste sentido. As investigações em torno das denúncias envolvendo o deputado Jonhy Paixão (PSL-Ji-Paraná) são apenas a ponta do iceberg naquela Casa de leis. Na verdade, estas práticas são comuns nas câmaras de vereadores, assembleias legislativas e até no Congresso Nacional. Raros parlamentares brasileiros estão fora destes esquemas. Até a família Bolsonaro está enrolada com a ilicitude. A coisa vem de longe. 

Beira-mar

Conforme informações da imprensa carioca o megatraficante Fernandinho Beira-Mar cumpre nova temporada no presídio federal de Porto Velho, considerado de segurança máxima. As mesmas fontes dão conta que ele segue no comando do tráfico de drogas no Rio de Janeiro, com base nos morros de Caxias. Agora se pergunta como ele consegue a proeza, num presídio de segurança máxima e inclusive prosperar com os negócios, retomando a liderança do narcotráfico. Será que está faltando fiscalização nos presídios federais? Cumplicidade dos advogados e familiares? Dos agentes penais?

A epopeia

Registro e recomendo a leitura do livro “A Marcha dos Insensatos”, de autoria do pioneiro Dari Alves de Oliveira, de Vilhena, enfocando a migração gaúcha que nos anos 60 chegou ao Paraná e nas décadas seguinte se transformou numa epopeia em Rondônia. Dari acompanhou a trajetória desta migração já que residiu no Paraná antes de se aventurar em Rondônia no início dos anos 80. O Centro de Triagem de Migrantes em 1980, instalado em Vilhena registrava mais da metade dos migrantes chegando a Rondônia provenientes do Paraná, mas boa parte eram de gaúchos e catarinenses que já tinham desbravado o Oeste e Sudoeste paranaense.

A corrente

Esta corrente migratória advinda do sul do País descrita pelo historiador que tem uma larga folha de serviços prestados a Rondônia, e que seguiu pelo MS, MT e chegou a Rondônia a partir de 1971, com a EUCATUR transportando colonos, nos anos seguintes avançou para o Acre, sul do Amazonas e norte do Mato Grosso. Cidades inteiras foram colonizadas nestes estados com esta corrente migratória advinda dos pagos do Sul. Cito os casos dos municípios de Apuí no Amazonas e Colniza no Mato Grosso. Nos dias de hoje está marcha está se espichando para a região de Realidade (AM).

Olho no fundão

Boa parte dos deputados estaduais e federais que serão beneficiados com a abertura da janela da infidelidade partidária a partir de março está de olho nos recursos do fundão eleitoral. Os partidos campeões no recebimento destes recursos são o União Brasil, MDB, PT, PP, PL. Como se vê, não são apenas as legendas ligadas ao “centrão” as maiores comtempladas. PT e MDB terão uma fatia do leão desta dinheirama toda. Vai ser uma festa nos seus diretórios municipais e nacionais, com direito a viagens nababescas ao exterior por conta de tantos recursos.

Via Direta

*** No PT, com a estrela do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva voltando a brilhar temos o retorno dos filhos pródigos que deixaram a legenda nos últimos anos *** Os primeiros  a voltar foram o ex-deputado estadual Hermínio Coelho e o ex-vereador Sid Orleans e mais tantos outros que saíram como pardais com as asas quebradas depois do PT virar bode de bicheira com a cassação da ex-presidente Dilma *** Vem aí agora o lançamento da candidatura presidencial do ex-governador do Ceará Ciro Gomes com sua metralhadora disparando para todos os lados nesta sexta-feira *** O governador de São Paulo e  presidenciável João Dória acredita que até junho as lideranças nacionais vão se unir em torno de uma terceira via. Preferivelmente se for ele...

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

O casaco da segurança + Cartas na manga de Marcos Rocha + Os macacos velhos da política

O casaco da segurança + Cartas na manga de Marcos Rocha + Os macacos velhos da política

O casaco da segurançaAs mães têm o hábito recorrente de recomendar aos filhos levar um casaco ao sair de casa. As mais precavidas de hoje exigem lev

Vozes amazônicas + Oposição fazendo as contas + Contagem regressiva + Seca severa

Vozes amazônicas + Oposição fazendo as contas + Contagem regressiva + Seca severa

Vozes amazônicasA interessante plataforma Amazônia Que Eu Quero, da Fundação Rede Amazônica, pergunta: “Qual a Amazônia que você quer para o futuro?

A Lei de Nobre + A cotação para o Senado + Disputa do CPA + Frente de Esquerda

A Lei de Nobre + A cotação para o Senado + Disputa do CPA + Frente de Esquerda

A Lei de NobreA Royal Society, instituição britânica que desde 1660 é a vanguarda do desenvolvimento científico da Terra, é formada por homens sábio

Armas na Amazônia + Como fica bolsonarismo? + Planalto escolheu Marcos Rocha

Armas na Amazônia + Como fica bolsonarismo? + Planalto escolheu Marcos Rocha

Armas na AmazôniaAo seu estilo sempre polêmico, com declarações que produzem grande efeito midiático, o presidente Jair Bolsonaro atribuiu à “famíli