Porto Velho (RO) sábado, 27 de fevereiro de 2021
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

O vírus amazônico + Barreiras sanitárias + Nova rodoviária de Porto Velho + Eleições 2022


O vírus amazônico + Barreiras sanitárias + Nova rodoviária de Porto Velho + Eleições 2022  - Gente de Opinião

O vírus amazônico 

É preocupante o noticiário mundial sobre a segunda onda de contaminação pela Covid-19. Como se já não bastasse a Amazônia estar sob ataque, acusada de ser a causa do apocalipse climático, o Ministério da Saúde do Japão notificou uma nova variante do coronavírus em quatro viajantes que estiveram no Brasil no fim de ano. 

Trata-se de uma nova cepa da doença, diferente de duas outras já identificadas no Reino Unido e na África do Sul e que se mostraram altamente infecciosas. Não se sabe a verdadeira origem do novo Coronavírus, mas por ter sido detectado inicialmente na China, há quem o considere chinês”. A China não liga que chamem o vírus de chinês, até porque sua indústria farmacêutica já possui vários remédios e vacinas com alta resposta à infecção, mas não ajudaria em nada o Brasil se chamassem a tal nova cepa como “vírus brasileiro” ou “amazônico”, como se já não bastassem as trapalhadas ambientais e a péssima imagem do país no exterior. 

Sendo a doença e o clima as duas principais preocupações do mundo na atualidade, juntar a Amazônia com o vírus fa uma mistura explosiva se as costumeiras fake news conspiratórias que inventaratransformação dos curados em répteis e que chips são aplicados junto com as vacinas alardearem que turistas japoneses viraram jacarés ao visitar o Brasil. 

................................................................ 

Barreiras sanitárias 

Por conta do colapso em Manaus com a explosão da covid, os estados vizinhos do Pará e de Roraima montaram barreiras sanitárias fluviais, aéreas e terrestres com o Amazonas. Até a transamazônica foi interditada. Imaginem que até a Inglaterra está barrando a entrada dos amazonenses. Com a faísca atrasada, Rondônia até esta sexta-feira tinha suas fronteiras pela BR-319 e pelo Rio Madeira abertas e escancaradas para a pandemia. Na primeira onda pelo atraso nas providências, Porto Velho se lascou. A coisa se repete. 

Nova rodoviária 

Da bancada federal de Rondônia apenas a deputada federal Mariana Carvalho (PSDB) destinou emendas para a construção da nova rodoviária de Porto Velho. Da Assembleia Legislativa, o deputado Alan Queiroz (SDB) que recentemente assumiu o cargo, já nos seus primeiros contatos com o governo estadual cobrou a construção do terminal. Como se vê, já temos dois parlamentares comprometidos com a obra. Os demais seguem omissos com relação a esta importante causa da capital. 

Posicionamentos 

Nos últimos dois anos, nem o governador Marcos Rocha, tampouco o prefeito Hildon Chaves tem se posicionado a respeito da nova rodoviária. O projeto existe desde o governador Confúcio Moura, inspirado nos modelos de Cuiabá e de Rio Branco, mas a coisa não andou. O ex-prefeito Mauro Nazif (PSB) também foi omisso quanto a obra, a rodoviária o mais horripilante de todas as capitais brasileiras. Vamos ver o que Rocha e Chaves falam a respeito. 

Eleições 2022 

Teremos um ano cheio já com vistas às eleições de 2022 quando serão eleitos governador, vice, um senador, deputados estaduais e federais. Chama atenção os blocos formados para a disputa ao governo que já tem quatro possíveis postulantes: 1- Governador Marcos Rocha a reeleição, possivelmente pelo Avante 2 – senador Confúcio Moura ou Lucio Mosquini (MDB) 3 –Senador Marcos Rogério (DEM) 4 –Prefeito Hildon Chaves (PSDB). E tem mais gente se coçando para entrar na peleja. 

A proliferação. 

Também ao Senado já proliferam as possíveis candidaturas. Expedito Junior, possivelmente pelo PSD, Leo Moraes (Podemos), Mariana Carvalho (PSDB), prefeito Alex Textoni de Ouro Preto do Oeste, ex-prefeito de Ji-Paraná Jesualdo Pires (PSB), ex-prefeito de Ariquemes Thiago Flores,  empresário Bagatoli (PSL-Vilhena), entre outros nomes já ventilados, indicando uma pulverização de votos pela regionalização das candidaturas. 

  

Via Direta 

*** A filiação de dois novos senadores no MDB está entusiasmando a candidata a presidência do Senado Simone Tebet (MS). O partido agora conta com 15 senadores e se reforça com o apoio de outras legendas *** A eleição da nova mesa diretora da casa de leis será em 1 de fevereiro  e Simone terá como adversário Democrata Rodrigo Pacheco (MG) *** Depois da eleição do ano passado voltaram os rigores do Código de Posturas do Município de Porto Velho, mas ainda se vê a ocupação de calçadas por lojas e ambulantes na região central *** Em Cacoal, o ex-prefeito Divino Cardoso pendurou de vez as chuteiras na política *** Também os ex-prefeitos José Guedes (Porto Velho), Dedé de Melo (Guajará Mirim), Francisco Sales (Ariquemes) e José Bianco (Ji-Paraná) não disputam mais cargos eletivos. 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

O cerco se fecha + Pipocaram críticas + Turismo do estado + Revoada de imigrantes

O cerco se fecha + Pipocaram críticas + Turismo do estado + Revoada de imigrantes

O cerco se fechaA pandemia selou o fracasso do neoliberalismo. Governos que antes se apresentavam como a expressão do Estado acima da sociedade, pa

Narrativas opostas + Mais visibilidade + Troca-troca de partidos + Virou mania

Narrativas opostas + Mais visibilidade + Troca-troca de partidos + Virou mania

Narrativas opostas 1) A Amazônia está sendo destruída pelo desmatamento e pelo fogo, acelerando o aquecimento global que ao chegar a um ponto sem v

Clima global + No comando do MDB + É coisa de louco! + Cargos federais

Clima global + No comando do MDB + É coisa de louco! + Cargos federais

Clima globalSe a melhor maneira de conhecer alguém é lhe dando poder, a pior maneira de perder o respeito pelos governantes é ver em tempo real os e

Respeito à nação + Feiras agropecuárias + Barbas de molho + Tem anistia!

Respeito à nação + Feiras agropecuárias + Barbas de molho + Tem anistia!

Respeito à nação Fazendo barba, cabelo e bigode nas recentes eleições estadunidenses, ganhando a Presidência e as duas casas do Congresso, o Parti