Porto Velho (RO) domingo, 3 de julho de 2022
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Mundo confuso + A melhor chapa + Os reforços do PL + A criminalidade


Mundo confuso + A melhor chapa + Os reforços do PL + A criminalidade - Gente de Opinião

Mundo confuso

Lamentável o Brasil não ser convidado à reunião de cúpula do G7 (as nações mais desenvolvidas), prevista para junho. Pode-se até entender que foram chamadas duas nações do continente africano – Senegal e África do Sul, pela diversidade entre elas – e também duas nações do Oriente – Índia e Indonésia, cujas realidades, apesar da vizinhança, também não são iguais –, mas é difícil entender a lista de quatro sem nenhum país sul-americano.

As quatro nações convidadas terão participações importantes no evento, com enfoques particulares úteis para as avaliações, mas três fatores principais incomodam nessa decisão, dois de caráter global e um interno. A justificativa de que o Brasil estaria “do lado errado” no conflito com a Ucrânia é absurda: o Brasil votou a favor da resolução da ONU condenando a Rússia pela invasão contra a Ucrânia, enquanto a África do Sul e o Senegal se declararam neutros, assim como outras 15 nações africanas.

Segundo, o clima é o principal drama do planeta, superior até à Covid, que não vai extinguir a humanidade. Sendo a Amazônia chave central na questão, é inexplicável a lista sem nenhuma das nove nações que compartilham a floresta. O terceiro fator é interno: alvo de chacotas na ONU, a diplomacia brasileira segue caótica e contraditória, dando uma no cravo e outra na ferradura. No fim das contas, como na história da raposa e das uvas, pode-se ignorar a falta de convite e torcer para o fracasso da reunião.

..........................................................................................

Eleições 2022

Nos bastidores se comenta que a melhor chapa da chamada Frente de Esquerda na eleição de outubro para enfrentar o governador Marcos Rocha, o senador Marcos Rogério e o deputado federal Leo Moraes ao governo estadual seria integrada pelo ex-governador Daniel Pereira (Solidariedade) para o CPA, a vice-governador Anselmo de Jesus (PT- Ji-Paraná) e Mauro Nazif (PSB-Porto Velho) ao Senado. Ramon Cujui e Fatima Cleide seriam os puxadores de votos de votos no PT, Jesualdo Pires e Vinicius Miguel os puxadores de votos para o PSB.  Entre idas e vindas a decisão sobre a chapa da esquerda só sairá nas convenções de agosto.

Os reforços

O PL de Marcos Rogério e Jair Bolsonaro vem reforçado para a disputa das oito cadeiras a Câmara dos Deputados com os atuais parlamentares Silvia Cristina (Ji-Paraná) e Crisóstomo (Porto Velho). Mas ao restante da nominata falta vitamina para ganhar musculatura e então a confiança reside na força do atual presidente em Rondônia um dos estados mais bolsonaristas do País. Ao Senado o partido está dividido entre o empresário Jayme Bagatoli (Vilhena) e Expedito Junior (PSD), uma pendenga que só será resolvida nas convenções do meio do ano. 

Os parentes

É coisa de louco o lançamento de parentes nesta eleição 2022 em Rondônia. Em Porto Velho, o prefeito Hildon Chaves projeta o nome da sua esposa Ieda a Assembleia Legislativa e a deputada Mariana lança o mano Mauricio a Câmara dos Deputados. Em Ji-Paraná o prefeito lança o rebento Negão Filho a Assembleia Legislativa, em Cacoal o prefeito atual lança a esposa, em Vilhena os Donadons lançam Rosangela a federal, em Cerejeiras Israel Neiva tem o filho Wiverlândio Neiva a federal, em Jaru os Muletas lançam Dorinha a federal. Na região de Rolim, Ivo Cassol tem Jaqueline o Senado nas paradas e Expedito Junior o filho Expedito Neto a reeleição e por aí vai.

Na vala comum!

 Alguns deputados estaduais estão se mexendo visando dar uma resposta a sociedade sobre os casos Lebrão, Geraldo da Rondônia e Jonhy Paixão. Temem que a imagem negativa destes parlamentares atinja e respingue nos demais pares da casa legislativa, entrando todos numa vala comum, com graves prejuízos para aqueles que estão pleiteando a reeleição em outubro. No entanto, nada disto será possível se não for trocada a Comissão de Ética do parlamento estadual, todos omissos com os malfeitos dos colegas.

A criminalidade

Já são 14 feminicídios em Rondônia nestes primeiros meses do ano. Se forem contabilizados os homicídios a coisa triplica pelo menos. A criminalidade está acelerada em algumas regiões do estado e Porto Velho vivencia um clima de terror pelas disputas travadas entre as facções organizadas tendo seus tribunais do crime com execuções quase diárias na capital rondoniense. Nosso sistema de segurança entrou em colapso com tantos assaltos, arrombamentos, traficantes dominando as comunidades. Seja no centro histórico ou nos bairros mais distantes, a toada é a mesma e salve-se quem puder!

Via Direta

***Com o Dnitt em ação foi iniciada uma nova etapa de dragagem no Rio Madeira em localidades ribeirinhas de Porto Velho e no Sul do Amazonas *** A medida vai garantir a navegação no canal durante o período de estiagem prejudicada com a diminuição da largura e da profundidade do Madeirão. Vamos ver se a coisa anda desta vez, nas ocasiões anteriores a dragagem foi na anunciada e efetivada pela metade *** No Cone Sul rondoniense a briga pelas cadeiras a Câmara Federal tem Rosangela Donadon, do clã Donadon, Evandro Padovani, do clã Goebels e  Wiveslandio Neiva, do clã dos Neiva Carvalho. Como se vê, é uma peleja entre grupos políticos regionais *** Até agora o PSOL de Pimenta de Rondônia não se posicionou sobre a Frente de Esquerda e as eleições em outubro em nosso estado. Nas instâncias superiores a legenda já está fechada com Lula.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

A cara do fracasso + Criador x criaturas + A ponte dos suicídios + Cassolismo fechado

A cara do fracasso + Criador x criaturas + A ponte dos suicídios + Cassolismo fechado

A cara do fracasso A indicação da benquista ex-ministra da Agricultura Tereza Cristina como alternativa a um general para vice do presidente Jair B

Eleição e corrupção + Contagem regressiva + Cenário nublado + Baita renovação

Eleição e corrupção + Contagem regressiva + Cenário nublado + Baita renovação

Eleição e corrupçãoÉ fácil acreditar em acusação falsa contra alguém que a pessoa detesta enquanto o discurso anticorrupção demagógico e mentiroso,

Página infeliz + Centro histórico de Porto Velho + Multidão de indecisos

Página infeliz + Centro histórico de Porto Velho + Multidão de indecisos

Página infelizPor mais que estejam na moda escapismos como supor as antigas civilizações amazônicas destruídas por ETs, com Rússia e EUA alimentand

Febre imigratória + Fazendo a diferença + Efeito manada + As projeções

Febre imigratória + Fazendo a diferença + Efeito manada + As projeções

Andorinhas humanasNão poderia passar em branco nos EUA e Canadá a triste notícia de que a andorinha-azul (Progne subis) tem sua população progressi