Porto Velho (RO) terça-feira, 7 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Hora dos especialistas + Estudar a bíblia! + Próximo encontro de prefeitos + Partidos urrando


Hora dos especialistas + Estudar a bíblia! + Próximo encontro de prefeitos + Partidos urrando - Gente de Opinião

Hora dos especialistas

O escritor Umberto Eco supunha que a democratização da internet e suas redes sociais dariam poder a “legiões de imbecis”. Maledicentes ou apenas manipulados, com o apoio de robôs e artifícios da chamada internet profunda, eles espalham boatos, distorções e falsas notícias, obrigando as empresas a contratar serviços de checagem de notícias ou criar uma área de monitoramento do noticiário.

Descobrir uma tendência nem sempre rende fortunas, mas crer em boatos pode levar à falência. Sendo o agronegócio a galinha dos ovos de ouro da economia brasileira em tempos de industrialização encalacrada e comércio sob pressão, toda notícia relativa ao setor merece exame sob todos os ângulos para apurar a veracidade, impacto e consequências.

O pior pesadelo da humanidade é um clima infernal destruindo a natureza, matando pessoas de fome e pestes. Mudanças climáticas para pior, nesse caso, representarão também dificuldades crescentes para o agronegócio. O setor está colocado diante de questões decisivas, que não podem ser resolvidas pela “tia do Zap” nem pelos robôs que disseminam más notícias: o clima está realmente piorando? Se está, o fenômeno terá impacto sobre o agro? Se terá, que consequência poderá haver? Só cientistas confiáveis, de posse de novos recursos tecnológicos e modelos adequados, poderão responder.

.................................................................................

Estudar a bíblia!

Talvez porque o governador Marcos Rocha ganhou o debate bíblico com Expedito Junior, na campanha de 2018, um marqueteiro deu uma bíblia de presente para seu candidato a governador para que ele estude melhor o evangelho. Rocha é cheio de citações da bíblia em seus debates e por isso os adversários precisam reforçar suas paliçadas na fé. O eleitorado evangélico é uma das apostas do atual mandatário para seguir em frente no seu projeto de reeleição. Mas nem sempre está aposta dá resultado: a aliança Rondônia com Fé levou pau nas eleições de 1994 em Rondônia.

Boas tiradas

Os políticos rondonienses têm boas tiradas nas campanhas eleitorais. Roberto Sobrinho, ao se defender de acusações da oposição, sempre dizia: “existem obras municipais, estaduais e federais”. As deles eram municipais, portanto ele não podia ser responsabilizado pela omissão dos governadores e presidentes. Ivo Cassol fez história ao se defender de aliados indignos e processados: “Cada um tem seu próprio CPF”. Lembram? Mauro Nazif em confronto com Mário Português acusou o adversário de falar mal de Porto Velho e colou! O que teremos para 2022?

Próximo encontro

Os prefeitos rondonienses já têm novo encontro programado para tratativas de emendas ao orçamento da União encaminhados por deputados federais e senadores. Será dia 1 de dezembro em Brasília, no auditório do Hotel Plaza, numa convocação do deputado federal Lucio Mosquini (MDB), coordenador da bancada federal e designado pelos seus pares para organizar o atendimento das demandas municipalistas no Congresso Nacional. Alguns prefeitos, como Carla Redano (Ariquemes) e Eduardo Japonês (Vilhena) tem recebido expressivos recursos federais graças as emendas.

Idas e vindas

Com as idas e vindas, desistências e avanços nas candidaturas ao Senado e ao governo de Rondônia só se vê mesmo alguns postulantes tocando o barco com vistas às eleições do ano que vem. Ao CPA Rio Madeira só se vê mesmo o governador Marcos Rocha levando a frente seu projeto de reeleição. Ao Senado se sabe apenas que a candidatura do ex-senador Expedito Junior está mais do que garantida, já que tem o controle do PSD. O restante dos candidatos ao Senado e ao governo seguem prolongadas negociações entre idas e vindas, reviravoltas e especulações.

Partidos urrando

Como se sabe, o rateio do fundo eleitoral a partir das eleições de 2022 será feito de acordo com o número de deputados federais com assento no Congresso Nacional. Por isto os partidos políticos estão reforçando suas paliçadas neste sentido, mas a maioria deles está urrando na formação de nominatas diante das novas regras eleitorais já vigentes no ano que vem. A maioria dos partidos tem os “coelhos” definidos, aqueles de maior prestigio e bons de votos, mas não conta com outros representantes a altura para ampliar sua representatividade na bancada federal.

 

Via Direta

*** A prefeitura de Porto Velho desenvolve múltiplas ações pelos bairros na capital mesmo em pleno inverno amazônico, quando as chuvas se intensificam *** As administrações anteriores reduziam as atividades no período se dedicando mais a limpeza dos canais, desobstrução de bueiros ***  Em licença do Senado,  o ex-governador Confúcio Moura percorreu Rondônia nas últimas semanas para prospectar as chances do seu partido para 2022 *** Aproveitou também para visitações e atrair novas lideranças principalmente para formar a nominata de postulantes a Câmara dos Deputados ***O ex-governador Daniel Pereira prepara um grande encontro no final de ano para o lançamento da sua candidatura ao Senado pelo Solidariedade. Enquanto isto busca alianças para dobradinha ao governo.  

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Saber urgente + A garimpagem + Farejando predador + É coisa de louco!

Saber urgente + A garimpagem + Farejando predador + É coisa de louco!

Saber urgenteA Amazônia, por amor ou dor, é uma grande professora e seus ensinamentos são mais que diários: brotam a cada instante da visão aguda do

Direto ao assunto + Calha do Madeira + Filho pródigo + Próprio umbigo

Direto ao assunto + Calha do Madeira + Filho pródigo + Próprio umbigo

Direto ao assuntoNão se vai a lugar algum com os insultos e brigas da polarização. Um país mergulhado na crise precisa de união para construir soluç

Cálculos sociais + Janela partidária + Acomodações para a eleição 2022 + Ivo x Confúcio

Cálculos sociais + Janela partidária + Acomodações para a eleição 2022 + Ivo x Confúcio

Cálculos sociaisHá na sociedade em geral a presunção de que os ambientalistas são radicais humanistas e os economistas são frios e calculistas. O er

Cumprindo o dever + Corrida do ouro e a regularização + A fantástica corrida migratória

Cumprindo o dever + Corrida do ouro e a regularização + A fantástica corrida migratória

Cumprindo o dever“O Brasil espera que cada um cumpra o seu dever”, bradou o almirante Francisco Manuel Barroso ao exortar os marinheiros para a bata