Porto Velho (RO) terça-feira, 20 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Do laser ao 3D + Quadro alterado com as prisões + Quadro alterado + Ponto de desgaste


Do laser ao 3D + Quadro alterado com as prisões + Quadro alterado + Ponto de desgaste  - Gente de Opinião

Do laser ao 3D 

O essencial sempre encontra formas de expressão. Um exemplo disso é a Agrolab Amazônia, que achou no ambiente 3D a forma de reunir sem aglomerar. Quando a maravilha do laser começou a surgir, em meados do século XX, jamais se imaginaria que pudesse chegar ao blu-ray. Todas as portas que abriu eram apenas ficção até a ciência criar um leque de opções. 

Além da ficção, as dificuldades também desafiam os homens a encontrar saídas para seus problemas. Temia-se que a pandemia viesse a condenar à extinção as feiras do agronegócio, que sempre tiveram no fator presencial seu elemento mais forte. Agropecuarista gosta de ver para crer. Prefere a resposta da terra e da criação para ter certeza. Mas foi confiando na ciência e nos ensinamentos dos agrônomos qualificados que tiveram saltos de organização, vencendo o preconceito contra o cooperativismo e incorporando as inovações trazidas pela ciência 

A evolução do agronegócio, nesse caso, já continha a semente de uma feira do agronegócio totalmente digital, como a Agrolab Amazônia, desenvolvida pelo Sebrae de RondôniaNela, um dos destaques é a EmbrapaComo o laser evoluiu para dezenas de aplicações, vale a pena pensar e pôr em prática as anunciadas 70 soluções tecnológicas voltadas para a Amazônia criadas pela Embrapa. Vencendo a ignorância “mágica”, a ciência precisa ser conhecida, vista como positiva e aplicada na forma de soluções.   

....................................................................... 

Quadro alterado 

As prisões dos prefeitos Marcito Pinto (Ji-Paraná), Glaucioni Nery (Cacoal), GislenLebrinha (São Francisco do Guaporé) pela Polícia Federal nesta sexta-feira (25) alterou radicalmente o cenário da disputa eleitoral nestes municípios. Ocorre que todos os três disputavam a reeleição e eram considerados favoritos nas localidades, liderando composições vitaminadas para o pleito de novembro As candidaturas agora desmoronaram e quem está fazendo a festa nesta altura do campeonato são os postulantes oposicionistas. 

Puro sangue 

Com tantas opções para vices, que poderiam reforçar a sua aliança arrebanhando eleitores de outros segmentos partidários, o prefeito Hildon Chaves (PSDB) optou por prestigiar os quadros do seu próprio partido, com a indicação para vice do vereador Mauricio Carvalho, já estigmatizado pela derrota como vice de Expedito em 2018 que perdeu feio na capital.  Chaves deve estar muito confiante no sucesso do pleito, já que deixou de reforçar as paliçadas da sua chapa. 

Um batalhão  

A eleição 2020 sinaliza para um batalhão de mais de 24 mil candidatos a vereança no País. Em Porto Velho são 16 candidatos a prefeito, 622 a vereança. O minúsculo PSTU de Geneci Gonçalves só conta com 3 postulantes, assim como a Rede que virou pó depois da saída de Vinicius Miguel. Apenas 6 partidos dos 16 disputando o Prédio do Relógio, sede do Palácio Tancredo Neves, registrou a cota máxima de postulantes, 32 Rolaram grandes dificuldades no recrutamento e muitas desistências de última hora. 

Bons vices 

Examinando a lista dos vices indicados nos últimos dias, inegavelmente os juristas Marco Antônio Faria e Ivo Benitez foram as boas escolhas e até com estatura maior do que os cabeça de chapa. São vices que ajudam e certamente vão reforçar as campanhas eleitorais dos seus respectivos candidatos. Temos muitas candidatas vices militares também reforçando composições de outros candidatos, uma tendência também verificada no interior do estado, assim como muitas chapas puro sangue, na falta de alianças. 

Presente de grego 

Se preparem para o presente de grego do pedagiamento da BR-364, entre Cuiabá e Porto Velho, que deve ocorrer a partir do ano que vem se as empresas aceitarem a empreitada, já que todo ano serão obrigadas a restaurar a rodovia atingida pelas chuvas. Vendo os preços praticados no Paraná, uma simples moto terá que pagar pelo menos R$ 6,70 em cada posto instalado pelas concessionárias. Numa extensão de 1.500 quilômetros (PVH-Cuiabá) pode ter até dez postos de arrecadação. Coisa de louco!  

Ponto de desgaste 

Afundado em dívidas, o Consorcio Sim abandonou o sistema de transportes coletivos em Porto Velho buscando uma negociação  com a prefeitura para voltar as atividades até o mês de outubro quando a nova empresa que ganhou a licitação assumirá a coisa. É mais um ponto de desgaste para a atual gestão explorado pela oposição que também lembra o problema das alagações, o sistema de saneamento que não avançou, a prometida nova rodoviária que não vingou, etc, etc. O pau vai cantar.  

Via Direta 

*** Os deputados federais Leo Moraes (Podemos) e Mauro Nazif (PSB) que deixaram de disputar as eleições municipais na capital acabaram enfraquecendo suas respectiva chapas a vereança *** Os candidatos a vereador dos partidos dos parlamentares estão  “mordidos” com a desistência dizendo que eles só pensaram, nos próprios umbigos *** As primeiras chuvas já evidenciaram o quanto serão desgastantes para o projeto de reeleição do prefeito Hildon Chaves (PSDB) *** Melhor para ele é tentar ganhar em primeiro turno pois no final de novembro Porto Velho terá o inverno amazônico (aguadeiros) em alta mostrando as deficiências dos tucanos  no combate as alagações *** Eleições 2020 em Porto Velho:  caro eleitor, diga não ao candidato dos traficantes.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

Jogo de guerra + MDB rachado + Linguicinha com prestígio + Já tem uma zebra vitaminada +

Jogo de guerra + MDB rachado + Linguicinha com prestígio + Já tem uma zebra vitaminada +

Jogo de guerraAs tragédias e crises foram tantas nas últimas décadas, coroadas pela Covid-19, que não piorar já é motivo de comemoração. É natural,

Localismo prevalece + Barrados no baile + Poucas propostas + Cavalos de Tróia instalados nos comitês

Localismo prevalece + Barrados no baile + Poucas propostas + Cavalos de Tróia instalados nos comitês

Localismo prevaleceSempre há facilidade eleitoral para quem está no poder. Mesmo sem corrupção grossa, no aumentativo de um Petrolão, ou da quirera

Negacionismo petista + Ibope comprovou + Pau canta + Linha de frente

Negacionismo petista + Ibope comprovou + Pau canta + Linha de frente

Negacionismo petistaPara o deputado Francelino Pereira, a Arena, agremiação que sustentava a ditadura nos chamados anos de chumbo, era “o maior par

Água não queima... + Muita trairagem + Pontos frágeis + Taca-lhe o pau!

Água não queima... + Muita trairagem + Pontos frágeis + Taca-lhe o pau!

Água não queima...É difícil não dar razão a quem alega haver muita desinformação sobre a Amazônia. Sua vastidão, multidisciplinaridade, ampla compo