Porto Velho (RO) domingo, 3 de julho de 2022
×
Gente de Opinião

Carlos Sperança

Comer sem culpa + PSB pelado + Rondônia Rural + União de esforços


Comer sem culpa + PSB pelado + Rondônia Rural + União de esforços - Gente de Opinião

Comer sem culpa

Há pouco, o jornal The Washington Post, com sede na capital dos EUA, apresentou a tese bombástica de que a América é culpada pelo desmatamento na Amazônia. Para o senso comum estadunidense, a “América” é um só país (os EUA) e não um conjunto multinacional de três partes – Norte, Sul e Central.

Se a floresta morrer, afirmou o jornal na edição de 29 de abril, “a América será cúmplice”. Os negacionistas de lá alegam que os americanos não são culpados pela desgraça ambiental que pode condenar a humanidade a fugir da Terra para evitar sua extinção. Afinal, a soberania amazônica é do Brasil e das demais nações com as quais compartilha a floresta. Os culpados, assim, seriam os brasileiros e seus vizinhos sul-americanos.

Na realidade, o problema são os crimes de lesa-humanidade. Deve-se identificar e punir os criminosos e não atribuir todos os crimes a um povo ou governo. O grande jornal estadunidense culpa a América pela piora do desmatamento sob a premissa de que os consumidores das carnes amazônicas são os promotores da devastação. Os culpados, por incentivo, podem ser, de fato, os consumidores dos produtos provenientes do desmatamento criminoso ou de ocupações ilegais de terras indígenas. Mas, a rigor, a culpa é dos criminosos. É fácil rastrear de onde a carne vem. Quem compra carnes liberadas para importação adquire produtos legais. Não é cúmplice de crimes, portanto.

.................................................................................

PSB pelado

Com a desistência do ex-prefeito de Ji-Paraná Jesualdo Pires em disputar uma cadeira a Câmara dos Deputados, o PSB ficou pelado para esta peleja. O atual deputado federal Mauro Nazif terá dificuldade na reeleição já que a nominata do partido para a disputa da Câmara dos Deputados é relativamente fraca e sem condições de alcançar a votação necessária para cumprir o coeficiente eleitoral para emplacar uma cadeira. Uma das soluções da legenda seria Vinicius Miguel deixar a disputa ao governo de lado e reforçar a lista a federal do PSB, que também tem Ingrid Gurgel entre os postulantes.

Índices sofríveis

Mesmo com índices sofríveis nas áreas de saúde e segurança pública, o governador Marcos Rocha (União Brasil-Porto Velho) tem tudo para repetir as reeleições de Ivo Cassol (PP) e Confúcio Moura (MDB). O que opera a favor do atual govenador é a economia rondoniense que funciona bem, com baixo índice de desemprego, por coincidência indicativos que tornaram bem-sucedida a tarefa dos ex-governadores. Embora não reconheça, Rocha segue o modelo de governo de Confúcio, só trocando as denominações dos programas em andamento. Por último, a concorrência é fraca, a oposição desunida só vai mostrar os dentes no segundo turno. e

A opção de Jodan

O vice-governador Zé Jodan (Rolim de Moura) ainda não decidiu o cargo eletivo que vai disputar no pleito de outubro. Nas conversações mantidas com os partidos ele revela que deixará tudo para ser decidido nas convenções de junho. Correligionários próximos dizem que ele ainda alimenta a esperança de ser indicado novamente para vice na chapa do governador Marcos Rocha (Aliança Brasil), o que já estaria descartado desde já. Rocha também está catimbando a escolha de vice deixando o cargo para ser negociado com legendas alinhadas.

Rondônia Rural

Os políticos estão ansiosos para a realização da Rondônia Rural Show em junho em Ji-Paraná. Em ano político é o lugar ideal para os candidatos a Assembleia Legislativa, a Câmara dos Deputados ao Senado e ao governo de Rondônia perambularem na exposição, abraçar criancinhas, dar tapinhas nas costas dos eleitores e conquistarem adesões para a dura peleja de outubro. Ji-Paraná, a capital da BR, conta com o segundo maior eleitorado de Rondônia, cerca de 90 mil eleitores e caso consiga se unir emplaca pelo menos três deputados estaduais, dois federais e o cargo ao Senado em disputa.

União de esforços

O pix para captar apoio de prefeitos também funciona no Amazonas e, assim como em Rondônia o governador Marcos Rocha e o prefeito Hildon Chaves se uniram para desenvolver o Programa “Tchal Poeira” em Porto Velho, o governador do Amazonas Wilson Lima e o prefeito de Manaus Davi Almeida lançaram o projeto “Asfalta Manaus”. Acham que governadores e prefeitos das capitais unidos, jamais serão vencidos. Vamos ver e a coisa funciona nas urnas, né? Pelo menos combinaram com os russos? Nos dois estados os atuais governadores são bolsonaristas e o segmento anda meio rachado tanto lá, como cá.

 

Via Direta

*** Num movimentado encontro em Ji-Paraná no final de semana, o PL do governadoravel Marcos Rogério promoveu o Dia da Filiação. Novos reforços foram conquistados pela legenda bolsonarista na região da capital da BR *** O funcionalismo comemora a prorrogação da medida provisória que aumentou a margem dos empréstimos consignados por mais dois meses. Mas todo cuidado é pouco já que algumas operadoras vendem gato por lebre *** São tantos golpes praticados em Porto Velho nas últimas semanas que é de arrepiar. Até no Cremero tentaram aplicar. É coisa de louco *** A presidente regional do PP, deputada Jaqueline Cassol esteve ontem em Porto Velho alinhavando entendimentos para sua candidatura ao Senado e formação das nominatas do partido a Assembleia Legislativa e Câmara dos Deputados *** Seu coração balança entre apoiar o governador Marcos Rocha (União Brasil), ou o senador Marcos Rogério (PL) no pleito ao CPA em outubro.      

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Carlos Sperança

A cara do fracasso + Criador x criaturas + A ponte dos suicídios + Cassolismo fechado

A cara do fracasso + Criador x criaturas + A ponte dos suicídios + Cassolismo fechado

A cara do fracasso A indicação da benquista ex-ministra da Agricultura Tereza Cristina como alternativa a um general para vice do presidente Jair B

Eleição e corrupção + Contagem regressiva + Cenário nublado + Baita renovação

Eleição e corrupção + Contagem regressiva + Cenário nublado + Baita renovação

Eleição e corrupçãoÉ fácil acreditar em acusação falsa contra alguém que a pessoa detesta enquanto o discurso anticorrupção demagógico e mentiroso,

Página infeliz + Centro histórico de Porto Velho + Multidão de indecisos

Página infeliz + Centro histórico de Porto Velho + Multidão de indecisos

Página infelizPor mais que estejam na moda escapismos como supor as antigas civilizações amazônicas destruídas por ETs, com Rússia e EUA alimentand

Febre imigratória + Fazendo a diferença + Efeito manada + As projeções

Febre imigratória + Fazendo a diferença + Efeito manada + As projeções

Andorinhas humanasNão poderia passar em branco nos EUA e Canadá a triste notícia de que a andorinha-azul (Progne subis) tem sua população progressi