Quinta-feira, 20 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política

Amazônia aprova isenção fiscal nas áreas da Sudam


A Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional aprovou na quarta-feira (17) o substitutivo da deputada Rebecca Garcia (PP-AM) ao Projeto de Lei 894/07, que isenta do pagamento do Imposto de Renda, calculado com base no lucro, as empresas que tenham projetos agropecuários ou industriais nas áreas de atuação das Superintendências de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e da Amazônia (Sudam). Atualmente, esses projetos têm redução de 75% do IR.

O projeto original, do deputado Carlos Souza (PP-PA), concede a isenção nos casos de instalação, ampliação, modernização ou diversificação de empreendimentos. O substitutivo, no entanto, beneficia apenas os projetos de instalação de novas fábricas, e mantém a desoneração de 75% para ampliação, modernização ou diversificação de empreendimentos. O projeto altera a Medida Provisória 2199/01, que instituiu o benefício fiscal de 75% do IR.

Uso do benefício

O substitutivo traz ainda outras mudanças. Por exemplo, o benefício será usado no mesmo ano em que o empreendimento entrar em operação, por meio da apresentação de um "laudo de constatação" do Ministério da Integração Nacional. Hoje, pela MP 2199, a isenção só passa a valer no ano seguinte à instalação, ampliação, modernização ou diversificação do projeto.

De acordo com o texto aprovado na comissão, a isenção valerá por dez anos, contados a partir do ano de início da operação do projeto industrial ou agropecuário. O substitutivo determina, ainda, que a concessão do benefício priorizará empresas que já tenham desonerações do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e do Imposto sobre Importação.

A proposta original de Carlos Souza permitia que o benefício fosse concedido para empreendimentos registrados até 31 de dezembro de 2023. O substitutivo manteve o prazo atual, que é 31 de dezembro de 2013.

Tramitação

A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte - Janary Júnior - Pierre Triboli  -  Agência Câmara

 

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 20 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Deputado Alex Redano busca junto ao DER recurso para Guajará-Mirim

Deputado Alex Redano busca junto ao DER recurso para Guajará-Mirim

O deputado estadual Alex Redano (Republicanos) recebeu no último dia 12 de junho (quarta-feira) uma demanda para solucionar a drenagem pluvial na a

Deputada Federal Cristiane Lopes anuncia investimentos em Visitas a Vilhena, Espigão D'Oeste e Cacoal

Deputada Federal Cristiane Lopes anuncia investimentos em Visitas a Vilhena, Espigão D'Oeste e Cacoal

Cumprindo uma intensa agenda pelo interior de Rondônia, a deputada federal Cristiane Lopes (União Brasil) visitou na última semana os municípios de

Assembleia Legislativa assegura apoio a 3ª Feira Científica, em Rolim de Moura

Assembleia Legislativa assegura apoio a 3ª Feira Científica, em Rolim de Moura

A cidade de Rolim de Moura receberá nos dias 8 e 9 de agosto a 3ª Feira Científica. O fórum, organizado pelo Instituto Mocam - Movimento Científico

Presidente Laerte Gomes destaca sucesso do 1º Fórum do Parlamento Amazônico em Brasília

Presidente Laerte Gomes destaca sucesso do 1º Fórum do Parlamento Amazônico em Brasília

Sob a presidência do deputado estadual Laerte Gomes (PSD), o Parlamento Amazônico se reuniu na tarde da última terça-feira (19), na Câmara dos Deput

Gente de Opinião Quinta-feira, 20 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)