Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Opinião

Um Orçamento de Estado destinado sobretudo a manter Elites instaladas


Um Orçamento de Estado destinado sobretudo a manter Elites instaladas - Gente de Opinião

PORTUGAL CONSUMINDO CRÉDITO

Um Orçamento de Estado destinado sobretudo a manter Elites instaladas


Na União Europeia, o crédito fiado, produzido pelas máquinas de impressão do Banco Central Europeu (BCE gerando dinheiro sem base nem valor real), tem conseguido impedir revoluções internas nos estados periféricos, como é o caso de Portugal!

Deste modo é sistemicamente impedido também o desenvolvimento dos povos periféricos e das regiões mais fracas política e economicamente. Esta política económica pretende levar a maior empobrecimento das camadas sociais média e pobre (chega-lhes manter satisfeitas as suas elites económicas e políticas); assim, haverá menor consumo, o que terá como efeito periférico a redução do carbono e a entrada definitiva, da economia atual, na era de uma economia digital!

Esta política de concentrações é especialmente concebida para satisfazer as elites de povos que, com tais modelos económico-políticos, se sentem servidas e servidoras de quem lhes possibilita afirmar-se local e internacionalmente; nesta dinâmica, povos sem cabeça própria nem vontade política, são  condenados a definhar e a tornar-se cativos das próprias elites e a tornar-se factores de sustentabilidade de dependência total das potências mais fortes. 

Investir localmente seria a resposta dos países periféricos à depressão e inflação económica que se avista, mas a classe dos novos ricos identifica os seus interesses com um internacionalismo globalista.

Uma economia globalista favorece apenas povos fortes com muitos milhões de população (consumidores) e os grandes mercantilistas internacionais que os servem. Os povos das periferias económicas passarão a ser cada vez meros satélites de cada vez maiores planetas económicos que tudo sorvem! Agora a Ásia barata produz principalmente para o mundo ocidental! Em contrapartida especialmente a União Europeia importa os futuros trabalhadores (reserva) vindos da África, da América Latina e de outras regiões pobres.

O sistema continuará nos mesmos moldes: o mais forte a rodear-se do mais fraco. Só os mais fracos unidos poderão condicionar um pouco a órbitra dos fortes.

A união dos mais fracos não resiste, porém à força de atração dos grandes corpos; esta é a lei dos corpos no universo; também na sociedade o corpo e o elemento fazem parte da mesma realidade regida pelas mesmas leis!

Encontramo-nos a caminho de um colapso da economia e de um colapso da cultura humanista!


Pegadas do Tempo, https://antonio-justo.eu/?p=6804

Mais Sobre Opinião

Lula e Alckmin juntos!

Lula e Alckmin juntos!

Chega a ser patético o flerte entre o ex-presidente Lula com o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin. O próprio Lula se encarregou de dar o pri

Pontos mais salientes no acordo de coligação do próximo governo alemão + Ainda o "cartão de cidadão português ..."

Pontos mais salientes no acordo de coligação do próximo governo alemão + Ainda o "cartão de cidadão português ..."

PONTOS MAIS SALIENTES NO ACORDO DE COLIGAÇÃO DO PRÓXIMO GOVERNO ALEMÃOAumento do Salário Mínimo de 9,60 par 12 Euros Após 16 anos do governo da coli

Parabéns ao presidente Alex Redano e aos seus pares!

Parabéns ao presidente Alex Redano e aos seus pares!

A verdadeira ação política não pode jamais negligenciar, como princípio ético mais elementar, que o bem comum sempre haverá de se sobrepor às questõ

Olho neles!

Olho neles!

Menos de doze meses nos separam da eleição para a escolha do governador de Rondônia. Não nem motivo, o assunto mais discutido nos mais diferentes am