Quarta-feira, 29 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Opinião

Troque 01 parlamentar por 344 professores...


   
Por Nara Vargas*

Ainda recebendo muitas homenagens, pelo dia do mestre, os professores de todo o pais devem ter ficado um pouco mais felizes esta semana com a notícia do tal 14º salário. É o projeto do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) que quer garantir o pagamento de mais um salário, aos professores que conseguirem melhorar a classificação e, conseqüentemente, subir de posição no Indicador de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), índice calculado anualmente pelo Ministério da Educação (MEC).

Segundo o projeto, isso vai melhorar a qualidade da escola. A idéia foi inspirada pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que já instituiu a medida naquele estado.

O projeto já está sendo analisado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte e prevê o benefício para professores de escolas públicas de educação básica do Distrito Federal, dos estados e municípios que conseguirem elevar o Ideb de sua escola em pelo menos 50%. Se o projeto for aprovado, o professor deverá receber o pagamento desse salário-extra, seis meses depois da publicação do resultado da avaliação de desempenho.

Quando dei a notícia a uma colega professora, expliquei estes detalhes e ela com toda a esperança que lhe é peculiar disse: “ Eu sabia que não iria ser de graça, querem que eu produza mais ainda, para ter direito ao 14º ?”

Interessante é a justificativa do autor do projeto: “ Somente por meio da satisfação financeira dos educadores e do seu aperfeiçoamento profissional, o Brasil poderá dar o salto de qualidade que precisa para ingressar no seleto grupo de países que priorizam a educação e são aclamados como desenvolvidos".

Ou eu perdi alguma coisa ou mais uma vez estão querendo jogar a culpa da qualidade da nossa educação nas costas do miserável do professor ?

Desta forma sou obrigada a entrar na campanha do professor de física, de uma escola pública do ensino médio da Bahia, Marco Afra. Ele disse que tem vergonha de dizer que ganha um salário de R$ 650,00 e talvez por causa deste número, que, aliás, deixa qualquer um de miolo mole ao final do mês, o professor resolveu fazer a campanha “Troque um parlamentar por 344 professores”.

Segundo as contas do físico, que diz ser um idealista e que atualmente vê a profissão de professor como um trabalho social, “um parlamentar brasileiro custa para o país R$ 10,2 milhões por ano e são os parlamentares mais caros do mundo, custando ao país por baixo 688 professores com curso superior”.

Ou seja, o que se paga ( e somos nós contribuintes que sustentamos essa gente) a um parlamentar, daria para pagar 344 professores. Mas não se revoltem, amados mestres, pois vem aí o 14º salário. Como diz a galera: OÓÓÓÓÓÓÓ!

E não se surpreendam se aparecerem uns e outros, prefeitos ou governadores que não são simpatizantes da idéia do também professor Cristovan Buarque e que com certeza vão apelar para a lei de responsabilidade fiscal.

Fazer o quê, est la vie !!!

* É jornalista e professora.


Gente de OpiniãoQuarta-feira, 29 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Sangue novo, vampiros e cuequeiro

Sangue novo, vampiros e cuequeiro

As eleições para a Câmara de Vereadores de Porto Velho se têm caracterizado, de tempos a este, pela presença de políticos bastantes conhecidos da po

Prometer e não cumprir é o esporte preferido de muitos políticos

Prometer e não cumprir é o esporte preferido de muitos políticos

Por mais que nos esforcemos para acreditar no que dizem alguns políticos, não adianta, com o tempo, eles próprios se encarregam de nos lembrar que f

Entre a ilusão e a realidade, brilha a verdadeira vida

Entre a ilusão e a realidade, brilha a verdadeira vida

Era uma vez uma mulher chamada Maria que passava grande parte da sua vida entre o adormecer e o acordar. Nos seus sonhos, Maria encontrava mundos

Eita, que cara sortudo esse Zé Dirceu!

Eita, que cara sortudo esse Zé Dirceu!

A persistência é uma das qualidades que eu mais admiro no ser humano. Tem gente que não desiste de jeito nenhum de lutar por seus ideiais, ainda que

Gente de Opinião Quarta-feira, 29 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)