Porto Velho (RO) terça-feira, 20 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Rondoniense César Almada é indicado ao Prêmio Nacional Dólmã



A Gastronomia vem se destacando como uma das áreas que mais cresce juntamente com o turismo. E Rondônia não fica atrás neste assunto e em breve seus sabores, temperos e sua gente estarão muito bem representados em cenário nacional através do gastrônomo César Almada(foto), no Prêmio Nacional Dólmã. O chef natural de Rondônia completa 10 anos de carreira este ano e é o primeiro gastrônomo formado, participando na produção de eventos e desenvolvimento de educação na área.Rondoniense César Almada é indicado ao Prêmio Nacional Dólmã - Gente de Opinião

Gastrônomo de mão cheia, seu capricho e delícias amazônicas despertaram o interesse no setor. A indicação ao prêmio é um reconhecimento de sua capacidade profissional e ainda de sua contribuição para o aquecimento da economia brasileira. César Almada tem o certificado "ProChef pelo Culinary Institue of America (2013.)" Atuou como docente na graduação da Faculdade Fimca de 2008 a 2009, foi chef de cozinha Hotel Fórum em Luanda, Angola (2009), docente do Senac/RO (2010 a 2015) e atualmente atua como chef de cozinha da Indústria de Alimentos Granopan (Porto Velho/RO) e atende com buffet e bolos personalizados em eventos na marca própria César Almada - Creative Chef. Ele concorre com mais dois chefs do Estado.

Neste ano a cerimônia de premiação do Prêmio Nacional Dólmã e o II Encontro Nacional de Chefs do Brasil – Enchefs - acontecerão durante a programação da Semana Nacional de Gastronomia e Turismo – SNGT – organizada pelo SENAC/MS, que juntamente com o Grupo Conforto Gastronômico, é realizador do eventos.

O Prêmio Nacional Dólmã surgiu da necessidade de se reafirmar, reconhecer e valorizar o trabalho e a dedicação dos profissionais que se destacam na área gastronômica e que contribuem para o aquecimento da economia brasileira. Este ano a premiação, que está em sua segunda edição, será na capital do Mato Grosso do Sul, Campo Grande. O intuito da organização é que o Prêmio Dólmã, que é anual, seja itinerante sendo realizado a cada edição em um estado brasileiro passando por todo o país. O projeto foi estruturado para haver ineditismo durante os 27 anos primeiros anos tendo cada estado do Brasil como anfitrião, incluindo o Distrito Federal.

Para proporcionar maior credibilidade e transparência nas etapas do projeto foram criadas três comissões. A Comissão Organizadora (responsável por toda estrutura organizacional), a Comissão de Pesquisa (responsável pela identificação dos Chefs aptos a concorrerem à premiação e composta por profissionais especializados em pesquisas e apoiados por gastrônomos, profissionais de comunicação e consumidores residentes nas cinco regiões brasileiras) e por fim a Comissão Julgadora (responsável pela finalização do processo de escolha dos Chefs premiados, formada por profissionais multidisciplinares e residentes nas cinco regiões brasileiras).

A premiação é dividida em duas categorias. A estadual onde concorrem 3 chefs por estado que são indicados pela Comissão de Pesquisa, indicação popular através de postagem no Facebook e Chefs premiados das edições anteriores. A outra categoria é nacional onde concorrem 5 chefs que são indicados apenas pela comissão.

Após o período de indicação dos internautas, da comissão de pesquisa e dos premiados da edição anterior leva-se o nome dos e finalista por estado e dos 5 da categoria nacional para votação popular. Os votos dos internautas representarão 40% do resultado para a classificação do chef mais votado. A Comissão Julgadora representa 60% do total de 100% para o resultado final da premiação.

No dia 1 de julho e na manhã do dia 2 é realizado o II Encontro Nacional de Chefs do Brasil – Enchefs – onde os premiados das edições Dólmã anteriores farão oficinas com receitas, criadas para o encontro. Estarão presentes os atuais chefs indicados e o público em geral. A ideia é que durante a SNGT ocorra a socialização e a troca de experiências a nível nacional através de palestras, cozinha show, rodadas de negócio, consultorias, mostra de agricultores, encontro de turismo e muito mais. A cerimônia acontece na noite do dia 2 de julho em um evento de gala para convidados.

Por: Meiry Santos/ Prêmio Dólmã

Mais Sobre Opinião

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.

Brasil,  192 anos dos Cursos  Jurídicos  Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

Brasil, 192 anos dos Cursos Jurídicos Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

O Brasil, último país a acabar com a escravidão tem uma perversidade intrínseca na sua herança, que torna a nossa classe dominante enferma de desigual