Sábado, 25 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Opinião

OPINIÃO DO POVO: Palavra de Mercadante



Quem ouviu o senador Aloísio Mercadante falar que não ajudaria a engavetar os pedidos para desarquivamento das denúncias contra o presidente do Senado José Sarney, acreditou que ainda restava um mínimo de seriedade política em algum político brasileiro, já que Suplicy sumiu; já que Arthur Virgílio tinha funcionário fantasma; já que, até, até Fernando Gabeira viajara à custa da viúva.

Quem leu matéria da revista Veja afirmar que ele planejava um simulacro passeio ao Uruguai para fugir de votar a favor do arquivamento, de uma vez por todas não se decepcionou com Mercadante, por saber que ele se tornou pior do que Sarney porque, no Brasil, todo culpado busca a impunidade e não pagar pelo erro. Decepcionou-se consigo por ter acreditado um instante na palavra do senador mais votado do Brasil.

Precisa-se de muita força para continuar a acreditar em alguma posição de qualquer político brasileiro. Mas essa falta de escrúpulo tem sido abertamente defendida pelos eles, aceita por grande parte da mídia como inevitável para manter um “mínimo de governabilidade”.

Mas o senador pode ficar tranqüilo que o povo brasileiro já se acostumou com a mentira política. Fernando Henrique Cardoso deu início, ao pedir para esquecerem o que escrevera. Como o ex-presidente havia desmoralizado a escrita apenas, Palocci resolveu registrar a sua em cartório, de que cumpriria todo o mandato, no que foi acompanhado pelo governador José Serra. Nem o registro fez ser cumprida a promessa. Desmoralizaram até a escritura pública. Se buscarem fitas de promessas gravadas de cumprimento de mandato, nenhum computador seria capaz de armazená-las.

Mercadante conseguiu ir um pouco além do que os fiéis colegas; consegue mostrar uma cara com um robusto bigode de coronel e um semblante cínico de desvirginada arrependida. Sinal dos tempos. Mais de dez milhões de voto não valeram o cumprimento de uma palavra. Palavra de Mer... cadante.

Pedro Cardoso da Costa 
Bel. Direito

Gente de OpiniãoSábado, 25 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Prometer e não cumprir é o esporte preferido de muitos políticos

Prometer e não cumprir é o esporte preferido de muitos políticos

Por mais que nos esforcemos para acreditar no que dizem alguns políticos, não adianta, com o tempo, eles próprios se encarregam de nos lembrar que f

Entre a ilusão e a realidade, brilha a verdadeira vida

Entre a ilusão e a realidade, brilha a verdadeira vida

Era uma vez uma mulher chamada Maria que passava grande parte da sua vida entre o adormecer e o acordar. Nos seus sonhos, Maria encontrava mundos

Eita, que cara sortudo esse Zé Dirceu!

Eita, que cara sortudo esse Zé Dirceu!

A persistência é uma das qualidades que eu mais admiro no ser humano. Tem gente que não desiste de jeito nenhum de lutar por seus ideiais, ainda que

Pentecostes é o Dia do Espírito Santo

Pentecostes é o Dia do Espírito Santo

Pentecostes é a festa do Espírito Santo, que em termos hodiernos se poderia também dizer que é a festa em que se celebra a proclamação da democrat

Gente de Opinião Sábado, 25 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)