Porto Velho (RO) sexta-feira, 4 de dezembro de 2020
×
Gente de Opinião

Opinião

Opinião: Antevejo um Brasil Glorioso


Por: João Serra Cipriano

O ontem nos permite construir um amanhã com menos injustiças e manos erros. Acredito que se os brasileiros conseguirem enxergar o atraso democrático provocado pela atual esquerda e a velha oligarquia ainda presente nos destinos desta Nação, quem sabe ainda tenhamos esperança de construir a melhor pátria, aquela pregada nos discursos dos homens e mulheres honradas e éticas que passaram pela vida pública e produtiva.

É verdade que as “Instituições” mostram pelos atos e fatos de grande parte de seus membros, que chegamos ao fundo do poço dos covardes e corruptos da vida pública. É verdade que ainda existem uns poucos bem intencionados, porém, para estarem lá, usaram dos benefícios dos “malfeitos”.

A massa de brasileiros continua levantando muito cedo para trabalhar, sofrem pela falta quase que completa de transporte urbano, moradias dignas, urbanização, saneamento básico, aceso a saúde pública e acima de tudo, segurança, garantia social de ir e vir, e, até existir em sua comunidade com paz e sem tantas faces da violência, seja armada e das drogas.

Ter fé em Deus, acima das palavras e dos discursos dos políticos ainda é a única verdadeira esperança. Essa grande e farta Nação, uma das ultimas fronteiras das enormes reservas naturais para a existência desta parcela da humanidade não ficará subjulgada eternamente nos interesses mesquinhos de uma minoria das elites mesquinhas, de uma minoria de pouco mais de 20 mil políticos Brasil afora, que governam pensando somente em seus covardes interesses, colocando outros mais de 190 milhões de brasileiros reféns das causas e efeitos de seus atos.

Até hoje o povo brasileiro ainda não pode experimentar verdadeiramente um governo democrático. “Na democracia plena, ninguém e nenhuma autoridade está acima da lei e da ordem pública”. Se estivéssemos num regime sério e com um mínimo de democracia, todos os corruptos, todos os corruptores, e todos os beneficiários dos “malfeitos”, seriam afastados dos seus cargos e os seus atos perversos ao erário, e até as suas omissões, prevaricações e crimes contra a ordem pública seriam devidamente apurados e todos, sem privilégios seriam punidos na forma da lei e sob a força do “Estado Democrático de Direito”. As “Instituições Soberanas do Brasil estão condenadas pelas omissões e impunidades”.

Deus permitiu que o Brasil fosse a maior “Nação” das grandes reservas naturais, grandes campos produtivos de alimentos e enorme humildade do seu povo, justamente para servir de bom exemplo. Não será essa minoria profanadora do erário que atrapalhará os desígnios superiores.

O Brasil já mostrou que é maior e mais forte que “Os Patetas de Ontem e Os Tolos Corruptos de hoje”. Mesmo com o populismo, a alienação dos miseráveis e famintos e as alianças covardes com as elites corruptas, impedirá que a história, num amanhã de imparcialidade, retrate essa turma como os covardes do povo e da Nação.

Antevejo um Brasil glorioso, após essa era podre da atual esquerda corrupta e essa elite covarde, que só querem tirar vantagens pessoais, frente às mazelas sociais seculares.

Antevejo um Brasil glorioso, após uma nova geração de brasileiros preparados nas escolas técnicas, nas faculdades, nas Universidades, nos cursos de graduações, mestrados e doutorados, que aliados, com os novos e justos empresários, com os movimentos sociais independentes, com a boa e corajosa imprensa, todos haverão de romper essa era política nojenta, corrupta e covarde.

É preciso passar aos nossos jovens de hoje, que a ética, a honra e o compromisso com o bem comum, constituem patrimônios inalienáveis e precisam ser alcançados, repudiando firmemente os grupos políticos dos “malfeitos”, do populismo e da corrupção e da vantagem a qualquer custo.

Não sei se alcançarei esse momento glorioso para o Brasil da justiça social, da honra, da ética e da moralidade, pois, quanto fui as ruas e praças da democracia, para ajudar essa atual corja a chegar ao poder, nos tempos das bandeiras contra a ditadura militar, esses atuais governantes da esquerda, prometeram ética, e infelizmente, quando chegaram ao poder máximo da Nação brasileira, deram péssimos exemplos e construíram toda uma era da bandidagem, “malfeitos” e impunidade (PAC – Plano de Aceleração da Corrupção).

O Brasil precisa alvejar a sua alma da liberdade e da verdadeira democracia, construindo caminhos novos, construindo lideres novos, construindo exemplos sólidos de ética, honra e justiça. Mais que uma revolução, precisamos de toda uma nova geração de jovens comprometidos com o futuro da Pátria, e que tenha aprendido com os erros desta atual oligarquia de políticos corruptos, fracos e oportunistas.

Escrevo as minhas opiniões, como desabafo social, alerta as gerações conscientes e para não ser omisso e conivente com essa gente.

Mais Sobre Opinião

O tribunal europeu (TEDH) dá andamento à queixa "Acção Climática" das crianças portuguesas + Restauração de Portugal independente

O tribunal europeu (TEDH) dá andamento à queixa "Acção Climática" das crianças portuguesas + Restauração de Portugal independente

O TRIBUNAL EUROPEU (TEDH) DÁ ANDAMENTO À  QUEIXA “ACÇÃO CLIMÁTICA” DAS CRIANÇAS PORTUGUESASNo rescaldo de Pedrogão Grande onde o Fogo matou 110 Pessoa

Começou a batalha pela presidência da Câmara em Porto Velho

Começou a batalha pela presidência da Câmara em Porto Velho

Acirra-se a briga pela presidência da Câmara Municipal de Porto Velho. O atual presidente Edwilson Negreiros está articulando um grupo forte para gara

Sua Excelência a abstenção

Sua Excelência a abstenção

Independente de quem saía consagrado das urnas no segundo turno do pleito para a prefeitura de Porto Velho (Hildon Chaves ou Cristiane Lopes), certo

A cidade foi a grande ausente no debate

A cidade foi a grande ausente no debate

Se o Ibope estiver certo em sua aferição, o prefeito Hildon Chaves (PSDB) vai permanecer por mais quatro anos no comando do município de Porto Velho