Porto Velho (RO) domingo, 18 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

O pecado, a graça, e Eike - Por João Antonio Pagliosa


 O pecado, a graça, e Eike - Por João Antonio Pagliosa - Gente de Opinião

João Antonio Pagliosa

A reflexão nos permite dizer que se não houvesse desobediência,  não necessitaríamos de leis. Ora, as leis são instituídas apenas porque ocorrem transgressões, assim quando erramos, em razão das leis, os nossos erros vem à tona.

A verdade nua e crua é que ninguém tem necessidade de transgredir. Não há nenhuma necessidade de pecar, não há nenhuma necessidade de afrontar a lei, e se permanecermos em obediência a lei estaremos seguros e principalmente, estaremos atraindo as graças de Deus sobre a nossa vida.

Aproximadamente seis anos atrás, o empresário Eike Batista era considerado o homem mais rico do Brasil e ele declarou que por volta de 2016 ou 2017 seria o homem mais rico do mundo.

Em função das delações premiadas levadas a efeito pela Operação Lava Jato, dois dias atrás foi decretada sua prisão pela Polícia Federal, e o ex-riquinho escafedeceu-se para, parece, Nova Yorque. E está foragido. Caçado por uma penca de agências investigadoras.

Apanha-lo é questão de dias, e este homem complicou a vida de milhões de brasileiros com sua ganância desmedida.

Eike transgrediu! Eike afrontou a lei! Eike acertará as suas contas com a lei, e todos aqueles que pecarem serão punidos... Aqui ou acolá... Que ninguém se engane...

A graça meu prezado leitor, por mais abundante que seja, nunca irá banir ou extinguir a lei, e em Romanos 5: 20 e 21 lemos: “Sobreveio a lei para que avultasse (fizesse aparecer) a ofensa; mas onde abundou o pecado, superabundou a graça, a fim de que, como o pecado reinou pela morte, assim também reinasse a graça pela justiça para a vida eterna, mediante Jesus Cristo, Nosso Senhor.”

Aí está, pois, muito claro e muito fácil de entender: De um lado a ofensa (pecado ou transgressão) que resulta em morte. E de outro lado obediência a justiça que resulta em graça e vida eterna com Deus!

É muito sábio entender que existe e existirá sempre mais graça que pecado e assim sucede porque, em essência, para cada um de nós, seres viventes, as tentações nos perseguem todo o tempo. A carne clama por prazer e mordomias mil, porém, Deus sempre nos dará livramento das situações difíceis, se permanecermos em sua presença, se permanecermos em luta contra o pecado.

Em síntese: Para aqueles que se entregam a Deus, o nível de graça a disposição sempre é muito maior que a força e o poder do pecado. Pense seriamente nisso...

Eles podem dizer alto e bom som: “Satanás e seus demônios estão e estarão debaixo de nossos pés.”

A dificuldade que pega forte é para pessoas vazias da graça de Deus... Porque elas são facilmente alcançadas pela cobiça, pela inveja, pela soberba, pela lascívia... O pecado as derruba e as destrói... Como ocorre com milhões de seres humanos que não conseguem frear seus impulsos...

E, paralelamente, quando andamos cheios da graça de Deus, tudo flui fácil e em harmonia. E é fácil vencer o pecado!

Deus é a fonte de toda graça que preciso. Daí a necessidade de estar em intimidade com Ele... E eu consigo isso via oração e joelho dobrado. Via leitura da palavra e jejum de tempos em tempos. Via a minha preocupação e o meu trabalho ao próximo que eu sei, precisa minha presença e minha atenção...

Ajudar um irmão é sempre altamente salutar, e dispensa muito medicamento da farmácia... Exercite isso!

Porque essas ações nos colocam na presença de Deus... Daí suas graças nos alcançam... Simples, não é?

Por isso, não peque! Não se esvazie de Deus... Olhe para dentro de você e veja onde está errando...

Na maioria das vezes, por incrível que possa parecer, é a nossa falta de disposição para um relacionamento amiúde com Deus, o grande problema. Falta-nos disposição para lutar contra o pecado.

É óbvio que tudo fica difícil nessa condição.  É óbvio que daí as pessoas irão reclamar que tudo está dando errado... E reclamam de Deus quando deveriam reclamar de si próprias. De seus comportamentos errados.

Aprenda a fazer as coisas que não gosta de fazer. Por exemplo, aprenda a amar aquela pessoa que o humilha, que o discrimina... Aprenda a pagar o mal com o bem... Faça isso e verá como a sua vida mudará rapidinho...

Amigo, quando nos não nos preocupamos com a salvação daqueles que nos são próximos, pode estar certo que está faltando graça de Deus em nossa vida.

Se a graça está em falta, é urgente mudar procedimentos e a reflexão sobre o seu comportamento é o primeiro passo para mudar...

Não desista nunca... Deus é longânimo!

Para qualquer ser vivente... Inclusive para Eike.

João Antonio Pagliosa

www.palestrantejoaopagliosa.blogspot.com.br

Curitiba, 27 de janeiro de 2017

Mais Sobre Opinião

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.

Brasil,  192 anos dos Cursos  Jurídicos  Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

Brasil, 192 anos dos Cursos Jurídicos Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

O Brasil, último país a acabar com a escravidão tem uma perversidade intrínseca na sua herança, que torna a nossa classe dominante enferma de desigual