Porto Velho (RO) domingo, 18 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

O GOVERNO DO PT PODE ACABAR NESTE DIA 11 DE MAIO



Francisco das C. Lima Filho[1]

Depois de treze anos de populismo e exagerado paternalismo, tudo leva a crer que o Governo do Partido dos Trabalhadores – PT chegará ao fim no próximo dia 11 de maio, em razão de muitos equívocos e acusações de ilegalidades, a maioria delas descobertas com a denominada Operação Lava Jato, comandada pelo Ministério Público Federal e a Justiça Federal no Paraná, cujo trabalho é digno de reconhecimento, e que levou para a cadeia alguns empreiteiros e políticos de destaque ligados ao Partido.

Enquanto isso, o País mergulhou em uma das maiores crises econômica, política e moral da História, levando milhões de brasileiros até mesmo estrangeiros para as ruas exigindo mudanças não apenas nos rumos da economia - quase falida - mas também e especialmente, no sistema de representação política, talvez o maior responsável pelas imensas dificuldades pelas quais passam as empresas, geradora de um nível de desemprego que colocou na rua milhões de trabalhadores que hoje se encontram endividados e sem condições dignas de vida.

Enquanto isso, a Presidente da República, numa desesperada tentativa de se manter no poder, depois de ter faltado com a verdade na campanha de 2014 ao pintar um quadro de normalidade e de bonança, criou a narrativa que talvez nem ela mesma acredite, do “golpe”, que felizmente até aqui não convenceu ninguém.

Nesse triste e lamentável quadro, é chegada a hora do Senado da República resolver esse impasse, papel do qual não se pode furtar, pois é, além de um dos responsáveis pelo respeito à ordem jurídica, um órgão de equilíbrio.  Por conseguinte, não pode se deixar levar por um discurso vazio e inverídico que a ninguém convence.

O Brasil precisa retomar o caminho do crescimento e do respeito ética, à Constituição e às leis. Não é  mais possível prolongar a crise que precisa ser debelada com medidas concretas, entre as quais, a do afastamento da Presidente da República, ato grave, mas necessário, infelizmente.

Desse modo, neste momento de tantos problemas, impensável a manutenção de um Governo que perdeu completamente a legitimidade perante a sociedade e a capacidade de condução dos destinos do País.

É hora de mudar, mudança que não pode ser limitada a substituição de pessoas. Indispensáveis alterar práticas e comportamentos equivocadas que levaram o País a esse impasse em que se encontra e que devem ser postas em andamento imediatamente para que se retomem os investimentos que sejam capazes de recuperar as empresas em estado de pré-falência e gerar trabalho, emprego e renda para os milhões de desempregados que o equívoco que o Governo do PT infelizmente gerou com uma política econômica calçada no assistencialismo que todos sabem, não tem o condão de gerar nada de positivo, se não aumentar a dependência.

É isso que a Nação espera dos senhores Senadores neste histórico dia 11 de maio que poderá ser o marco da transformação.

Avante Brasil!

      



[1]Desembargador do TRT da 24ª Região

Mais Sobre Opinião

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.

Brasil,  192 anos dos Cursos  Jurídicos  Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

Brasil, 192 anos dos Cursos Jurídicos Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

O Brasil, último país a acabar com a escravidão tem uma perversidade intrínseca na sua herança, que torna a nossa classe dominante enferma de desigual

Vagalumes nas trevas

Vagalumes nas trevas

Mas as trevas não são absolutas: há estrelas, há vagalumes, há réstias de luz