Porto Velho (RO) quarta-feira, 23 de maio de 2018
×
Gente de Opinião

Opinião

O CACAU VOLTANDO ÀS SUAS ORIGENS - Por Antônio Deusemiro


O CACAU VOLTANDO ÀS SUAS ORIGENS - Por Antônio Deusemiro - Gente de Opinião

Por Antônio Deusemiro


Em abril de 1.971, mais precisamente no dia 21, a Ceplac montava sua base de apoio no Território Federal de Rondônia, na sede do recém-criado Projeto Integrado de Colonização Ouro Preto (PIC-OP). As primeiras sementes foram trazidas da Bahia nas malas de Frederico Afonso (CEPLAC) e Assis Canuto (INCRA), foram selecionados alguns colonos para experimentarem a nova atividade agropecuária, uma vez que ainda não sabiam qual seria a vocação natural da região, e tudo deu certo, em pouco tempo as sementes deram resultados e espalharam-se para várias regiões do Território. Ouro Preto foi o berço dessa SAGA, distribuindo sementes e esperanças para milhares de colonos vindos de vários cantos do País. Mas tudo não são apenas flores, vieram os espinhos, ou a VASSOURA DE BRUXA.

O sonho aos poucos vao se transformando em pesadelos e a CACAUICULTURA vai cedendo espaço para outras atividades, principalmente a pecuária. Mas O SONHO de uma atividade sustentável nao pode se abater diante de uma doença endêmica da região. Fomos convidados a agir, buscar soluções, encontrar materiais tolerantes a doenças e ao mesmo tempo, produtivos. Fomos a campo, e com o apoio incondicional do agricultor, exercendo seu comportamento de PERSISTÊNCIA, encontramos na natureza, com a AJUDA DA PESQUISA, materiais interessantes que hoje podem ser disponibilizados ao conjunto dos agricultores do nosso País, registrados PELO MINISTERIO DA AGRICULTURA. A Pesquisa resolveu, deu a resposta, o agricultor manifestou seu interesse, os bancos vieram com o Crédito, mas faltava ainda uma parte, a POLÍTICA PÚBLICA DO ESTADO. 

O CACAU VOLTANDO ÀS SUAS ORIGENS - Por Antônio Deusemiro - Gente de Opinião

Parabéns Governador Confúcio Moura pela decisão corajosa de estabelecer essa CONECTIVIDADE com esse segmento tão importante para o desenvolvimento do Estado de Rondônia. Estamos falando de divisas econômicas, estamos falando de revitalização de áreas degradadas e melhorias para o clima, uma vez que plantar cacau é plantar árvores, e sobretudo estamos falando do Aspecto SOCIAL, precisamos encontrar alternativas para a JUVENTUDE RURAL, esse é UM BOM CAMINHO.
 
Parabenizar a Seagri, SEPORG, Emater, Câmara Setorial do Cacau, Secretarias Regionais de Governo, vereadores e principalmente o Prefeito da ESTÂNCIA TURISTICA OURO PRETO, que de forma brilhante contribuiu falando do seu apoio, e do interesse dos agricultores pela cultura do cacau em sua região.

Mais Sobre Opinião

Outra Copa do fracasso?  Por Professor Nazareno

Outra Copa do fracasso? Por Professor Nazareno

Vestir a camisa verde-amarela é hoje sinal de decepção e idiotice. Isso sem falar que os jogadores não representam o Brasil nem nós, os brasileiros.

Gerenciamento da saúde de PVH continua gerando polêmica (VÍDEO)

Gerenciamento da saúde de PVH continua gerando polêmica (VÍDEO)

Em debate com os dinossauros do Papo de Redação, na rádio Parecis FM, o procurador José Lopes Castro, emitiu a sua preocupação com as OS