Porto Velho (RO) sexta-feira, 23 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Menos ego, mais ética e trabalho


 
O Brasil passa por momento delicado e precisa da contribuição de cada brasileiro para superar esta fase.

O que você está fazendo pelo Brasil, agora?

Representando o setor produtivo de Rondônia, a Federação das Indústrias e sua base associativa conclamam a sociedade a reagir à crise com trabalho e criatividade.

Essa é uma caraterística própria da população de Rondônia, onde o trabalho e a perseverança vem resistindo aos efeitos da retração econômica experimentada por outros estados.

O Brasil precisa, neste momento, de mais patriotismo e menos personalismo.

Que nossos representantes – em todas as esferas de Poder – pensem mais no povo brasileiro e menos em suas convicções pessoais, ao tomar uma decisão.

Precisamos de um choque de ética, de brasilidade e de compromisso com o país!

O Judiciário deve atuar com imparcialidade, punindo os culpados e absolvendo os inocentes, evitando a invasão de competência dos outros poderes. É a estrita observância do princípio da separação dos Poderes, que devem trabalhar de forma independente e harmônica.

Se cada um cumprir o seu papel, teremos menos crises, mais harmonia e trabalho pelo crescimento do Brasil.

O primeiro passo é a punição exemplar dos responsáveis por esse cenário de calamidade, seguido de um patriótico pacto nacional que assegure ao Brasil e aos brasileiros o acesso a um futuro de prosperidade na economia, de tranquilidade na política e de prevalência da ética.

Unida no sonho legítimo de reconstruir o país, a sociedade brasileira exige dos governantes – no Judiciário, Legislativo e Executivo – a realização de profundas mudanças estruturais, essenciais à retomada do crescimento, nos campos da política, tributário, da previdência e das relações trabalhistas.

O Brasil merece, os brasileiros querem e juntos vamos conseguir!

Federação das Indústrias do Estado de Rondônia e sua base associativa

 
Fonte: Ascom /  Sistema Fiero / Carlos Araújo

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.