Porto Velho (RO) sábado, 17 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Mais imposto aos frigoríficos de Rondônia


Gente de Opinião
 
Publicada na edição de ontem do Diário, a decisão inesperada do governador Confúcio Moura (PMDB) de rever com urgência o percentual da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviço (ICMS) do boi, talvez seja uma medida que merece uma reflexão no mercado da carne.

O Estado tem concedido incentivos fiscais aos frigoríficos, hoje acusados de prática de cartel no preço da arroba do boi. Geralmente, esse tipo de incentivo fiscal é concedido às empresas que estão se instalando no Estado e cujas contrapartida é garantir novos postos de trabalho no Estado.

Gente de Opinião
O que está sendo difícil de entender é o fato de frigoríficos anunciarem o fechamento de seus escritórios no Estado alegando a falta de boi para o abate. Por outro lado, o preço da arroba do boi está cada vez mais despencando no Estado, o que tem levantado suspeitas por parte dos grandes e pequenos produtores.
 
Os números em pode da secretaria de Estado da Agricultura revelam outra realidade nesse cenário econômico. Hoje o rebanho do Estado se aproxima de 13 milhões de cabeças e nunca se exportou tanta carne ao exterior. Deputados estaduais apresentaram os números do abate no Estado e confessaram não entender o real motivo da queda acentuada no preço da arroba do boi em Rondônia, enquanto em outros estados, a realidade é bem diferente.
 
Foi por conta disso que a Assembleia Legislativa decidiu aprovar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com a missão de apurar a forte indícios do carte da carne em Rondônia. Antes do início do recesso parlamentar, os deputados decidiram aprovar uma CPI dos frigoríficos, cuja missão é sanar várias dúvidas que circulam o parlamento e o Palácio Rio Madeira.
 
Ao que parece, o governo de Rondônia estaria disposto a sanar essas dúvidas com a relação a eventual existência do cartel da carne em Rondônia. A única alternativa nesse momento é o bom diálogo entre o chefe do Poder Executivo os proprietários dos frigoríficos no sentido de sanar essas dúvidas. A construção de um bom diálogo com os empresários do ramo da carne partiu da Assembleia, mas não produziu efeito desejado dos nobres parlamentares.

Mais Sobre Opinião

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.

Brasil,  192 anos dos Cursos  Jurídicos  Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

Brasil, 192 anos dos Cursos Jurídicos Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

O Brasil, último país a acabar com a escravidão tem uma perversidade intrínseca na sua herança, que torna a nossa classe dominante enferma de desigual

Vagalumes nas trevas

Vagalumes nas trevas

Mas as trevas não são absolutas: há estrelas, há vagalumes, há réstias de luz