Porto Velho (RO) terça-feira, 20 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Lava Jato ignora propinas em obras do PSDB e do PMDB


Gente de Opinião

Na entrevista coletiva sobre a operação deflagrada ontem, e que resultou na prisão do ex-ministro Antonio Pallocci, os porta-vozes da Lava Jato disseram, de raspão, possuir planilhas da construtora Odebrecht sobre o pagamento de propinas por obras realizadas nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro e em outras unidades da federação.

O delegado Filipe Pace disse, e talvez tenha se arrependido, estar “documentalmente provado” que Marcelo Odebrecht coordenou o pagamento de propinas relacionadas com várias obras federais e estaduais, citando, entre elas, obras para o metrô de São Paulo, para a Companhia de Transportes Urbanos de São Paulo, para coleta e tratamento de lixo em São Paulo, além da reforma do aeroporto Santos Dumont, obras no autódromo de Jacarepagá e de piscinas olímpicas para os Jogos Panamericanos do Rio, entre outras tantas.

Estas ilicitudes, entretanto, estão vinculadas a governos do PSDB, no caso de São Paulo, e do PMDB, no caso do Rio. Quando a repórter da CBN perguntou sobre os agentes identificados como recebedores destas propinas relacionadas a estes contratos, ele citou o nome de “bagrinhos”, funcionários desconhecidos que certamente não são os verdadeiros beneficiários. Tergiversou.

Estes casos não interessaram à Lava Jato. Afinal, não envolvem “agentes políticos” do PT. Pallocci agora é a bola da vez e seu papel no esquema petista foi apontado como “mais relevante” que o do ex-ministro José Dirceu, até hoje sempre qualificado como o grande operador.

Gente de Opinião

                  Tereza Cruvinel /  Colunista do 247, Tereza Cruvinel é uma das mais respeitadas jornalistas políticas do País

Mais Sobre Opinião

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.

Brasil,  192 anos dos Cursos  Jurídicos  Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

Brasil, 192 anos dos Cursos Jurídicos Salve o dia 11 de agosto, dia dos advogados

O Brasil, último país a acabar com a escravidão tem uma perversidade intrínseca na sua herança, que torna a nossa classe dominante enferma de desigual