Porto Velho (RO) domingo, 27 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Opinião

Hesitação que compromete


Hesitação que compromete  - Gente de Opinião

As frequentes vacilações patrocinadas por membros da equipe do governador Marcos Rocha não servem apenas para marcar na opinião pública uma imagem desfavorável do governo. Elas se prestam, também, para levar à população à insegurança e à perplexidade. Algumas decisões tomadas pelo secretário de saúde, especialmente no que se refere ao combate à pandemia do coronavirus, embora não sejam exemplos isolados, revelam falta de convicção - para não carregar no substantivo.

A contratação de um hospital particular pelo governo, por meio da SESAU, para prestar atendimento a pacientes contaminados pelo coronavírus, acabou na Justiça, transformando em pesadelo o sono de muita gente. Longe de mim, contudo, pretender apontar o dedo na direção de quem quer que seja, mas é preciso que as coisas sejam devidamente esclarecidas e resolvidas, até para que se não pairem dúvidas sobre a conduta de auxiliares, o que, em tese, compromete a imagem proba do governo.

Tratar como responsabilidade e transparência os recursos públicos foi um dos compromissos de campanha do candidato e, hoje, governador do estado, Marcos Rocha. E não poderia ser diferente, independente de quem esteja sentado na principal cadeira do palácio Getúlio Vargas. É claro que, como qualquer normal, o governador não pode controlar todas as áreas de conhecimento, nem é essa a expectativa da população, mas ela tem o direito de exigir dele e de sua equipe de colaboradores um mínimo de coerência e firmeza nas decisões.

Sem isso, evidentemente, disseminar-se-ão no seio da sociedade mais que o sentimento de impotência e descrédito, à insegurança e à perplexidade, que em nada ajudará o governo na busca de soluções para os muitos problemas crônicos – e graves, como é o caso do coronavirus – contra os quais a população se debate. 


* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Opinião

O câncer nunca espera

O câncer nunca espera

A pandemia de Covid-19 mostrou de maneira clara e sem filtro as inúmeras mazelas da sociedade. No Brasil, muitos morreram, milhares ficaram doentes

Um compromisso com a liberdade de pensar

Um compromisso com a liberdade de pensar

Há um certo pensamento medíocre, que pavimenta o ideário brasileiro, e quer impor uma visão distorcida, sobre fatos, questões, alguns temas candente

Embargando numa canoa furada

Embargando numa canoa furada

Depois de muito puxa-encolhe, o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, decidiu, enfim, anunciar que vai disputar a reeleição. Com a desistência do

Servidor Público: o bode expiatório de todas as mazelas

Servidor Público: o bode expiatório de todas as mazelas

Alguns segmentos do funcionalismo público, nos três níveis de poder, têm recebido com preocupação – mesmo os que o sufragaram na eleição presidencia