Porto Velho (RO) domingo, 25 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

CARTA AOS TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO DE RONDÔNIA


 

Caros Colegas,

Conforme está previsto no Estatuto do SINTERO, este ano, novamente, teremos a oportunidade de votar para eleger os membros da Diretoria Executiva do sindicato, Conselho Fiscal  e também os Delegados em cada uma das Regionais. Este é um momento histórico para nós, porque nosso sindicato necessita defender os direitos que temos como servidores FEDERAIS, ESTADUAIS E MUNICIPAIS, que estejam na ativa, que sejam aposentados ou pensionistas, filiados ao  SINTERO.

Entretanto, observamos, nos últimos anos, que as pessoas eleitas para defender os interesses dos filiados sempre priorizaram defender partidos políticos e deixaram de lado nossa categoria, permitindo que nós fôssemos massacrados, enganados e humilhados por diversos governos que passaram por esse estado, muitas vezes com a omissão total da Diretoria do SINTERO, como é de conhecimento de todos os filiados.

Essa prática de fazer política partidária, ao invés de defender nossos interesses, teve muitas conseqüências, entre elas o enfraquecimento de nossa categoria e a desfiliação de dezenas de pessoas, além de inúmeros prejuízos que tivemos pela falta de ação do SINTERO, que em várias ocasiões aliou-se ao governo e deixou nossos interesses de lado. Apenas para citar um exemplo simples, o atual governo pagou a LICENÇA-PRÊMIO de diversos dirigentes do sindicato, deixando milhares de outros filiados sem esse benefício básico, prova de que nossos interesses não são prioridades para a atual Diretoria.

Após a última greve que fizemos no estado, questionei na imprensa de Rondônia a forma como a Diretoria decidiu encerrar a greve sem consultar os filiados. Por este motivo, respondo hoje diversos processos na Justiça de Rondônia, porque os dirigentes do sindicato não gostaram de ser criticados. As críticas que fiz representam certamente a opinião de muitos de nossos colegas cuja indignação é fácil de perceber sempre que nos reunimos em assembléias totalmente manipuladas pelos atuais dirigentes. Vale ressaltar que todos os processos que respondo foram feitos por diretores do SINTERO, usando a estrutura do sindicato, advogados do sindicato e outros benefícios que deveriam ser dos filiados, mas que infelizmente pertencem apenas aos diretores.

Na última campanha que tivemos para eleger a Diretoria do SINTERO, todas as pessoas que formam hoje a atual diretoria andaram todos os municípios de Rondônia dizendo que somente seria possível garantir nossos benefícios com a vitória da chapa formada por eles. Como todos os filiados sabem, nada daquilo que foi prometido foi realizado, evidenciando que os argumentos usados eram apenas eleitoreiros e sem nenhum compromisso com nossa categoria.

Além disso, pregava a atual Diretoria que caso a chapa de oposição fosse eleita as ações judiciais que o SINTERO defende na Justiça não teriam seqüência. MENTIRA. Assim como uma prefeitura, o sindicato é uma instituição que possui ações administrativas que seguem seu curso normalmente. É justamente por isso que os mandatos no sindicato são de três anos, pois aqueles que são empossados assumem automaticamente o compromisso de seguir as ações em curso. Pregar outra coisa é mentir de forma covarde para uma categoria já sofrida como a nossa.

Este ano, mais uma vez, teremos a oportunidade de fazer no sindicato as mudanças que desejamos, e que são necessárias, para que nossa categoria possa voltar a ser respeitada pelos governantes e pela população de Rondônia, como já ocorreu em décadas passadas. 

O SINTERO não pode ficar tantos anos como propriedade particular de pessoas que se dedicam apenas a defender interesses de partidos políticos, relegando a segundo plano nossas lutas e nossos anseios e causando a indignação, a desesperança e o descrédito. É chegada a hora de  DEVOLVER O SINTERO PARA OS TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO e lutarmos para que os interesses dos trabalhadores sejam respeitados. É hora de refletirmos sobre todas as vezes que fomos enganados por pessoas da atual direção do sindicato. É hora de tomarmos uma posição sobre os destinos de nossas vidas, de nossos colegas, de nossos familiares e assumir, de verdade, que este sindicato pertence aos trabalhadores da educação.

Por este, e por muitos outros motivos, é que formamos a CHAPA 02, para oferecer ao filiado, FEDERAL, MUNICIPAL OU ESTADUAL, ATIVO, PENSIONISTA E APOSENTADO, a oportunidade de ter outro caminho a seguir. Brevemente, a CHAPA 02 estará levando aos servidores de todo o estado as propostas que temos, sem criar a ilusão de que faremos  mágicas, mas mostrando aquilo que podemos fazer todos juntos, diretoria e filiados, a favor de todos nós.

Para que possamos pensar em novos caminhos, em novas oportunidades, novas conquistas  e novos rumos, necessitamos do voto e do apoio daqueles que, assim como nós, não concordam e não aceitam a forma como nosso sindicato é dirigido atualmente. Esta é a hora de mudar!

FRANCISCO XAVIER GOMES

Candidato a Presidente da CHAPA 02

Mais Sobre Opinião

A fogueira das vaidades

A fogueira das vaidades

O que até agora era bravata, “não é insulto, é o jeito dele”

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.