Porto Velho (RO) quarta-feira, 21 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Carnaboi mistura carnaval e folclore amazonense



Bianca Paiva - Correspondente da EBC

Um dos eventos mais tradicionais do carnaval de Manaus, o Carnaboi, será realizado nesta segunda-feira (8), a partir das 18h30, no Sambódromo.

A festa é uma mistura de carnaval com as toadas, ritmo do folclore amazonense, que pode ser conferido todos anos no Festival de Parintins e no Festival Folclórico do Amazonas.

Em 2016, o Carnaboi volta a ser feito no sambódromo. A Secretaria de Estado de Cultura do Amazonas informou que a mudança atende a um pedido do público e dos representantes dos bois bumbás Caprichoso e Garantido e dos levantadores de toadas dos bois de Manaus: Brilhante, Corre-Campo e Garanhão. No ano passado, o evento foi descentralizado para as cinco zonas da capital amazonense.

“O público que clamou o retorno ao sambódromo. O evento foi testado em 2015 fora do sambódromo e não vingou. Em uma pesquisa de opinião pública que vários artistas e os bois fizeram todos clamaram pela volta do sambódromo no estilo de palco. Tudo o que foi decidido foi em comum acordo com a Secretaria de Cultura”, conta o presidente do boi Corre-Campo, Alvacir Siqueira.

A organização promete um Carnaboi com formato inovador: um palco giratório. Para Alvacir, a nova infraestrutura vai dar mais agilidade aos shows e menos tempo de espera entre uma apresentação e outra. “Também foi um pedido nosso pra não se parar o show. Enquanto um artista ou boi está se apresentando, o outro já está passando o som no palco de trás. E assim que girar, fica um show praticamente contínuo. Vai ser meio que direto. Terminou um, gira e começa outro”, explica Alvacir.

O público vai poder se divertir de graça durante 10 horas com os boi-bumbás e artistas como Arlindo Júnior, Sebastião Júnior, Israel Paulain, Márcia Siqueira, Carlinhos do Boi, Canto da Mata, David Assayag, entre outros.

A Secretaria de Cultura do Amazonas informou que não haverá este ano a venda de tururís, camisas personalizadas de cada artista do Carnaboi. As torcidas poderão vestir as cores de seus bois preferidos. O presidente do boi Corre-Campo, Alvacir Siqueira, disse ainda que a medida foi adotada para conter gastos por causa da atual crise econômica. A produção de tururís costumava ser feita por meio de licitação.

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.