Porto Velho (RO) sexta-feira, 23 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

Asfalto Carlos Gomes horário inoportuno – Ilegalidade


Asfalto Carlos Gomes horário inoportuno – Ilegalidade - Gente de Opinião
Foi registrado, em pleno sol de 42 graus, trabalhadores da prefeitura que asfaltavam a Avenida Carlos Gomes, aguardavam mais de 3 horas para o conserto de um equipamento.

A máquina que você observa, trabalha atrás de um caminhão, carregando o asfalto que é conservado numa temperatura média de 140 graus. Quando este asfalto cai no chão com todo este calor, o vapor sobe, atingindo o maquinista e os demais colegas que trabalham apenas com uma calça comum e camiseta.

Este trabalho é completamente nocivo e certamente prejudica a saúde das pessoas que pilotam este tipo de equipamento. A responsabilidade de expor estas pessoas está no gerenciamento do Prefeito que é médico e sabe o mal que faz, contudo parece ignorar a saúde do trabalhador que coloca a sua vida e saúde em risco, bem como o sustento de seus familiares, pois se um chefe de família deste ficar doente sua aposentadoria não dará para o sustento da família e da sua saúde.

A aplicação da medicina preventiva é uma necessidade para estes casos, mas infelizmente o Município, o Secretário de Obras, irmão do Prefeito que é médico e o Secretário de Saúde deveriam estar atentos a essa situação.

Parece que muitos médicos precisam voltar ao banco de escola e reaprenderem que a medicina preventiva é a solução para não se chegar a uma situação irremediável.Gente de Opinião

Asfaltamento na Carlos Gomes no horário inoportuno

Além dessa exposição, este recapeamento irá demorar pelo menos mais uma semana de acordo com a velocidade imprimida, o que se torna inoportuno seu horário, prejudica o fluxo normal do trânsito que está ficando crítico. Deveria ser noturno para evitar todos estes transtornos.

Inviável pagar trabalho noturno?

Desculpa, inviável é gastar mais de R$ 2.400.000,00 (dois milhões e quatrocentos mil reais) com enfeites de natal e faltar dinheiro em postos de saúde ou ainda expor funcionários a esta situação.

ESSA NÃO DA PARA ENGOLIR!

Fiscalização da delegacia do trabalho

Quanto a fiscalização da Delegacia do Trabalho, ela não está cumprindo o seu papel, pois esta exposição é pública e notória, nem precisa haver denúncia, falta mais ação dos fiscais do trabalho para não permitir estes abusos com o ser humano, que não se mede as consequências danosas e irremediáveis, como trabalhadores contraírem câncer bem como outras doenças.
Ministério Público do Trabalho

O fiscalizador da legislação do trabalho, MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO, pode e deve, promover ações que impeçam esta exposição inadequada sem a roupa de proteção.

Gestão nota 10

É aquela que procura em caso concreto, trabalhar dentro da legalidade protegendo o trabalhador e com eficiência colaborando com o trânsito, não causando transtorno para a população.

Gostou da matéria? Então compartilhe com seus amigos e familiares. Comente ai embaixo, vamos dialogar a respeito do assunto. Quando mais ideias melhor.

Fonte: Ascom  / Ary Gurjão

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.