Quinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Opinião

Artigo: COMO LIDAR COM A INGRATIDÃO


 
Certa vez, ao ser alvo de ingratidão, encontrei apoio num artigo que me ajudou a entender e superar o problema. Marcelle Auclair em seu livro “Claro Caminho” dizia que os ingratos também são filhos de Deus, apesar de cometerem injustiças. É comum encontrar pessoas que também passaram pela experiência de dar o melhor de si e em troca receber o "pão que o diabo amassou". Passemos então a refletir sobre as causas dessa atitude: acostumados com a generosidade da vida, certos sujeitos se comportam como eternos receptivos, egocêntricos, nem imaginam que ao seu redor existe gente que passa pela mesma situação, esses sanguessugas, que se alimentam de energia humana não passam de indigentes da espiritualidade, estéreis, se arrastam na busca de afeto e quando recebem, retribuem com a indiferença e, em certos casos chegam à maldade. Contudo, não devemos alimentar a mágoa nem cultivar o ódio, em outras palavras: não cair no mesmo erro, do contrário, pode-se carregar o fantasma do ingrato pelo resto da vida.  A lição que se tira depois de passar pelo desengano é valiosa, e o saldo positivo da experiência precisa ser degustado e compreendido como uma porta que se abre para a maturidade que, alinhada ao ensinamento de Jesus sobre o ‘cultivo de nossas pérolas’ nos torna mais sagazes, criteriosos e racionais ante uma decisão, e que em outros tempos, podem ter sido tomadas ao calor das emoções.

J. Antonio Séspedes - autor do livro: Depressão, um beco com saída

 

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Sangue novo, vampiros e cuequeiro

Sangue novo, vampiros e cuequeiro

As eleições para a Câmara de Vereadores de Porto Velho se têm caracterizado, de tempos a este, pela presença de políticos bastantes conhecidos da po

Prometer e não cumprir é o esporte preferido de muitos políticos

Prometer e não cumprir é o esporte preferido de muitos políticos

Por mais que nos esforcemos para acreditar no que dizem alguns políticos, não adianta, com o tempo, eles próprios se encarregam de nos lembrar que f

Entre a ilusão e a realidade, brilha a verdadeira vida

Entre a ilusão e a realidade, brilha a verdadeira vida

Era uma vez uma mulher chamada Maria que passava grande parte da sua vida entre o adormecer e o acordar. Nos seus sonhos, Maria encontrava mundos

Eita, que cara sortudo esse Zé Dirceu!

Eita, que cara sortudo esse Zé Dirceu!

A persistência é uma das qualidades que eu mais admiro no ser humano. Tem gente que não desiste de jeito nenhum de lutar por seus ideiais, ainda que

Gente de Opinião Quinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)