Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Opinião

A necessidade da gestão pública ser mais eficiente


A necessidade da gestão pública ser mais eficiente - Gente de Opinião

A notícia estampada no portal UOL, quanto a maioria das instituições públicas federais não ter condições mínimas de serviços públicos, conforme aponta estudo do TCU, é oportuna e vem ao encontro do aplicativo recém lançado pela Corte de Conta, o aplicativo disponibilizado para que o cidadão possa se manifestar sobre a qualidade da prestação dos serviços prestados pelos entes do Estado de Rondônia.


O que se busca na Corte atualmente é a participação ativa do cidadão e a oportunização para que este aponte as deficiências destes serviços, com isso se busca a melhoria a curto e a longo prazo em prol do interesse público.


A necessidade de boas práticas é urgente no serviço público. Em Rondônia o Tribunal de Contas, está fazendo escola e em parcerias com Tribunal de Justiça, Defensoria Pública, Assembleia Legislativa, Ministério Público, Governo do Estado, Sebrae, Fecomércio, Fiero, SICTV e muitos outros parceiros, vem através do aplicativo OPINE AÍ, incentivando a sociedade a ser mais efetiva na avaliação e na cobrança cidadã dos serviços prestados pelos entes públicos, incluindo o próprio Tribunal de Contas.

Hoje o inconformismo da população com as deficiências dos serviços públicos é generalizada e só existe uma opção, é a busca da melhoria. 

A ferramenta vem de encontro aos tempos de gestão com poucos recursos e uso de muita criatividade, mas com responsabilidade com a “RES PÚBLICA”. 

Na mais recente divulgação do TCE-RO, ficou evidenciado a necessidade da gestão pública ser mais eficiente, transparente e utilizar dos recursos tecnológicos de TI para o cruzamentos de informações e dados.  Tanto assim, que em parceria com o TCU, uma auditoria apontou, entre os “achados” (situações verificadas durante a investigação), casos de servidores com dois, três e quatro cargos públicos e até o caso atípico de uma servidora pública cursando medicina na Bolívia e recebendo remuneração em prefeitura de município de Rondônia.

Aproveitamos ensejamos e convidamos a todos que participem do OPINE AÍ, baixe o aplicativo e faça sua avaliação sobre a qualidade dos serviços prestados a todos pelos entes do Estado de Rondônia.

Veja Mais

Mais Sobre Opinião

O impacto da dívida do extinto Beron - Marcelo Freire

O impacto da dívida do extinto Beron - Marcelo Freire

A dívida do extinto Banco do Estado de Rondônia (Beron) ainda vai atormentar por um longo tempo os próximos cinco governadores de Rondônia. A proposta

Nassif destaca as fragilidades da denúncia da Lava Jato contra Mantega

Nassif destaca as fragilidades da denúncia da Lava Jato contra Mantega

O jornalista Luiz Nassif aponta a habitual precipitação e falta de consistência nos despachos do juiz Sergio Moro, com destaque para o último que rece

Violência contra a mulher, precisamos falar sobre isso

Violência contra a mulher, precisamos falar sobre isso

Atualmente muitos assuntos que não eram discutidos há alguns anos, estão sendo temas de grande repercussão, alguns destes como: igualdade de gênero, f

Pergunta à PF: quem vai defender a honra de Cancellier?

Pergunta à PF: quem vai defender a honra de Cancellier?

 Passados dez meses desde que o reitor Luiz Carlos Cancellier se atirou para a morte do último andar de um shopping center em Florianópolis, o país in