Porto Velho (RO) quinta-feira, 22 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Opinião

A Fecomércio-RO apoia a integração regional no livro de Luiz Tourinho


  
O Sistema Fecomércio/SESC/SENAC/IFPE juntamente com a empresa Alto Madeira Ltda, em comemoração ao centenário do jornal Alto Madeira promoveu na noite de quinta-feira, 20 de abril, o lançamento do livro “Brasil, um salto para o Pacífico - Um sonho realizado”, na Casa de Cultura Ivan Marrocos.A Fecomércio-RO apoia a integração regional no livro de Luiz Tourinho - Gente de Opinião

O presidente da Fecomércio-RO, Raniery Coelho, destacou o trabalho feito pelo ex-presidente Luiz Tourinho, que sempre acreditou no sonho de desenvolvimento comercial com os países andinos. Segundo Raniery, Luiz Tourinho terá seu nome sempre lembrado na história como um empresário visionário e que dedicou toda sua vida pelo sonho da integração comercial Brasil/Bolívia/Peru.

O livro de Tourinho, de fato, é uma versão revisada e atualizada de seu livro anterior “Brasil, Um salto para o Pacífico” lançado há 23 anos quando se pugnava por uma estrada, via Peru, para alcançar os portos de Arica, Iquique, Ilo e Matarani. Na ocasião foram realizadas com apoio da Fecomércio duas caravanas para demonstrar a viabilidade da estrada que, hoje, é uma realidade.

Porém, o que Tourinho mostra no seu livro é que, apesar da existência da estrada, a integração que se esperava entre o Brasil, especificamente entre Rondônia, e os países vizinhos ainda não aconteceu como se esperava por falta de acordos, entre os quais o de transporte, de infraestrutura alfandegária e até mesmo a falta do alfandegamento do Aeroporto Jorge Teixeira de Oliveira dificulta a realização de mais negócios ainda que os interesses dos empresários, notadamente peruanos e rondonienses, tenham se intensificado.

Também, nas linhas do escritor, é ressaltado o papel de agente de desenvolvimento da Fecomércio, que há mais de duas dezenas de anos vem empunhado a bandeira da integração. O jornalista também cita a ação da Federação, na parceria com a Infarero, no alfandegamento do aeroporto internacional de Porto Velho, e a busca pela construção da Ferrovia Biocêanica (Ferrovia da Soja), no trecho de 850 quilômetros entre Porto Velho e Sapezal (MT).

O livro de Luiz Tourinho é, portanto, um livro que não somente documenta e recupera a história, homenageando os nomes, como de Nabor Júnior, Jorge Teixeira, Valdir Raupp e tantos outros que defendem os interesses da região, como uma comprovação da larga visão do autor que, desde jovem, sempre teve os olhos voltados para o futuro e a compreensão de que o nosso desenvolvimento, inclusive brasileiro, passa, necessariamente, pela integração da América Latina.

Mais Sobre Opinião

O bom do silêncio

O bom do silêncio

Bolsonaro disse que não adianta exigir dele a postura de estadista, por que não é estadista.

Meu cargo, minha vida

Meu cargo, minha vida

Bolsonaro se revelou um profundo conhecedor da natureza humana

Cada quadrado no seu quadrado

Cada quadrado no seu quadrado

Os argentinos são como são. E não querem nem aceitam conselhos.

Feliz dia de quem matou os pais!

Feliz dia de quem matou os pais!

Dia em que Suzane von Richthofen e Alexandre Nardoni estão de férias da prisão.