Quarta-feira, 29 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Leo Ladeia

Politica & Murupi - Sobre verso, reverso e subverso


Politica & Murupi - Sobre verso, reverso e subverso - Gente de Opinião

01-Verso: Valha-me Deus! Uma semana daquelas que a gente havia esquecido que existem. Lá nas terras de Dostoievski entre foices e martelos, a re-re-re-eleição democrática – mais de 87% de votos – do Putin saudada pelo PT, calorosamente. A Petrobrás voltou aos tempos da Lavajato e para variar sobe dólar, cai bolsa e nossa claudicante credibilidade brazuka vai para a “virgem que a pariu”. O Banco Central – sem essa de ser melhor BC do mundo! – continua na mira do Sêo Lule e Dona Rofi. A Vale – mandar em tudo sozinha nem pensar – descobriu que a privatização não vale para a “tchurma das influências & confluências” e logo seu “big boss” irá passar férias eternas na “Ilha Dubaráio” catando conchinha na “Praia de Chunda”. Dona Nízia adoeceu – sorte dela que não foi dengue – e teve que tomar um ar e se recompor depois de levar um esporro do chefe, dado na frente de todo mundo por causa do campeonato de dengue, vencido pelo governo do Sêo Lule – mais de 1 milhão e 800 mil brasileiros contaminados – o que fez com que a coroa dele fosse aos pés arrastando sua credibilidade, invencibilidade, amabilidade e popularidade. “Uómi” dizem aqueles que abismados viram, berrou, sapateou, ficou furibundo, furioso e apoplético, Choooose de loke!

 

2- Reverso: Sêo Bolsonaro foi indiciado pela PF no caso da adulteração ou falsificação do cartão de vacinação e continuará sendo investigado pelo “gópi”, já que a PF liga a falsificação do cartão de vacinação de novembro de 2021 com a ex-quase-futura-rasteira no estado democrático de direito, em 08 de janeiro. Também é investigado por importunação da baleia e no total, segundo a CNN, já acumula mais de 500 processos no lombo. No rol há ações eleitorais com multas e inelegibilidade, multas por falas em lives, multas por não usar máscaras na pandemia e capacete em motociatas. E dançou até no esporro amplo, geral e irrestrito de Sêo Lule nos seus ministros, taxado de covardão por ter ficado recluso no Palácio após as eleições e ter fugido para os EUA. O PL paga três grandes escritórios de advocacia para defendê-lo pois os “problemas com a Justiça duómi” vão durar muito.  É caro, mas compensa, garante o PL. Sua imagem de perseguido o torna vítima e o transforma num cabo eleitoral ainda mais valioso e com dois handicaps: Sêo Lule e o PT não se afastam da figura do antecessor, comparam ações espinafrando e citando o nome, mantem a polarização “omi a ómi” e apesar de inelegível, por onde Sêo Bolsonaro passa arrasta muita gente. Um drama para o PT.

 

3-Subverso: É na supimpa corte que o verso e o reverso se encontram, pagam e penam. Como é impossível zerar o passado que vive na internet, declarações dos ministros aplaudindo a Lavajato são confrontadas com as falas de hoje. As ações do Sêo Alexandre são rebatidas pelos ensinamentos dele mesmo, o professor Alexandre Moraes com livros em defesa liberdade de expressão. Discursos em plenário escrachando o PT há em profusão. Questionamentos sobre a lisura das eleições foram até o STF – caso Aécio – e a supimpa corte não viu óbice para tratar o caso como um direito a ser analisado. Mas numa hora e dia qualquer, o verso e o reverso passaram a ser vistos pelo caolho. E é na grande imprensa, que age de acordo com seus intere$$es$, que o subverso reina e se veem as narrativas tomando o lugar dos fatos de forma por vezes subliminar ou escrachada. Nesta semana as pesquisas – um retrato dos fatos – revelaram queda acentuada e rápida na aprovação do Sêo Lule. O pano e o óleo de peroba chegaram a tempo, mas os casos Vale e Petrobrás são graves e mais, a dengue veio se juntar aos Yanomamis, PIB, inflação e aos impostos que travam o país. Hora da cortina de fumaça para abafar o caso para colocar o ex na roda como se fosse obra do acaso ou coincidência. É só retórica: por que não prendem logo o inelegível se há indícios fortes para tanto?

 

02-ÚLTIMO PINGO

Vendo as reportagens sobre Israel x Hamas, fechamento do abrigo para imigrantes ilegais nos EUA e o caos no Haiti, lembrei-me que quase nada mais se comenta sobre a guerra na Ucrânia. É como se outra cortina de fumaça tivesse sido baixada. A violência brazuka diária continua, a tolerância no mundo inexiste, as migrações estão em números absurdos e as redes sociais que ajudam, também travam quando usam narrativas em lugar de fatos. “Smoke get in your eyes” para Ucrânia, “O Haiti é aqui” versão carioca do menino do rio, “Nóis apanha, nóis sofre, mas nóis goza”, diz Zé de Nana.

03-PONTO FINAL

Hora do baile do “tatu”. Aconteceu no dia 14 de fevereiro numa quarta-feira de cinzas. Dois presos em celas separadas no presídio segurança máxima de Mossoró-RN isolados e sem contato, abriram um pequeno buraco retirando uma luminária e fugiram. Rogério e Tatu estão há 36 dias dando uma canseira na estrutura de perseguição montada para a recaptura com uso de helicópteros, drones, cães farejadores, equipamentos tecnológicos sofisticados, mais de 600 homens, incluindo a Força Nacional e equipes das Polícias Federal e Rodoviária Federal, além é claro, da sabedoria, inteligência e dos profundos e sólidos conhecimentos de segurança, polícia, CSI, FBI, etc de Sêo Levandósque.


[email protected]

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 29 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Política & Murupi - Dançando na chuva

Política & Murupi - Dançando na chuva

Depois de dançar na chuva e ser zoado por abandonar o Rio Grande do Sul à própria sorte, o competente PT de uma só tacada virou o jogo e domina o fa

Política & Murupi - Pra baixo todo santo ajuda

Política & Murupi - Pra baixo todo santo ajuda

Para quem gosta de bater bumbo e ver vantagem até se a inflação aumenta e os preços disparam como fez Dona Leitoa da GNews, eis o suco econômico bra

Política & Murupi - Adivinhando o passado

Política & Murupi - Adivinhando o passado

As rendeiras e pitonisas de ocasião estão mexendo seus bilros e metendo a faca no tronco da bananeira para descobrir o nome que vai “tomar de conta”

Política & Murupi - Lacração poligênero contra a Natália

Política & Murupi - Lacração poligênero contra a Natália

Segue firme a lacração de seres masculinos e femininos contra a médica que sofreu agressões do filho do Sêo Lule, que nada tem com o comportamento d

Gente de Opinião Quarta-feira, 29 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)