Porto Velho (RO) quinta-feira, 18 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Léo Ladeia

POLÍTICA & MURUPI - A autodeterminação do povo é um fenômeno natural.


POLÍTICA & MURUPI - A autodeterminação do povo é um fenômeno natural.  - Gente de Opinião

1-O governo ajuda e muito quando não atrapalha

A 9ª Rondonia Rural Show Internacional organizada pelo governo do estado de Rondônia festeja o resultado. O estado fez sua parte articulando, juntando parceiros, identificando soluções para demandas apresentadas e fomentando a atividade carro chefe do nosso desenvolvimento. A Rondônia Rural Show nasceu modesta, em 2012, voltada para a agricultura familiar em Ji-Paraná. Seria uma compensação? Explico: o governador à época, Confúcio Moura, desmobilizou o parque de exposições de Porto Velho e ao destruir tudo, inviabilizou a feira Expovel que movimentava o estado durante 9 dias, além de barrar outra feira que nascia pelas mãos de produtores rurais de Porto Velho, a Porto Agro e que se utilizou da terra arrasada da extinta Expovel para sua primeira edição e de um terreno ao lado da Emater para a sua 2ª. e última edição. Porto Velho, capital do estado, dotada de facilidades para ter uma feira de grande porte como aeroporto, rede hoteleira, tendo 25% do plantel de gado e forte presença na agricultura ficou sem uma vitrine para mostrar os seus produtos.

POLÍTICA & MURUPI - A autodeterminação do povo é um fenômeno natural.  - Gente de Opinião

Questão política, econômica ou era vontade de acabar com a cavalgada? Ora, as três feiras poderiam existir rivalizando-se em concorrência salutar, sem inviabilizá-las. Ao optar pela Rondônia Rural Show o governo deu uma no cravo e errou duas na ferradura. O mercado tem suas regras aceitando ou rejeitando as feiras, produtos ou serviços. Ao estado neste caso cabe só fomentar e incentivar. Está no art. 215 da Constituição.     

          2-Vitrine tecnológica e palanque eleitoral    

A pandemia travou o comércio e várias atividades, mas no campo pouca coisa mudou. O agro continuou no mesmo ritmo de crescimento e o volume de negócios que a Rondônia Rural Show apurou dois anos depois é a mostra real. Financiamento com juros subsidiados, exposição de máquinas e equipamentos, palestras, network foram os atrativos para a visita do público recorde - quase 40 mil pessoas/dia - além dos políticos de várias tendências que buscaram o corpo a corpo, ávidos por apertos de mão, microfones, luzes e câmeras. 

POLÍTICA & MURUPI - A autodeterminação do povo é um fenômeno natural.  - Gente de Opinião

Claro que num ano eleitoral a presença na mesma hora e local de tantas excelências gerou amuos, reclamos, descortesias e intrigas. A politicagem é assim, grosseira, abjeta, mas espero que o povo saiba distribuir falsos sorrisos e falsas esperanças de votos a quem só pinta a cada dois anos com papo furado e tapinha nas costas. Gado só o leiteiro. Mas tinha bicho exótico como escorpião, carrapato, morcego, pavão e traíra. Uma treva!!!  

3-Porto Velho a cidade do “aqui tinha”     

O parque da Expovel é hoje um terreno baldio loteado para uns, invadido por outros, mocó de bandidos, abrigo de sem teto, tudo diferente das promessas da época. Originalmente era ali na Fazenda Milagres que ficava o despenhadeiro com o lixão da cidade, que vi na primeira Expovel quando fizeram as fundações.

POLÍTICA & MURUPI - A autodeterminação do povo é um fenômeno natural.  - Gente de Opinião

Depois de muito pensar e pensar dói, o governo descobriu que naquela terra arrasada quase nada se pode fazer, salvo uma pista para caminhada e sem construções. E entendeu da pior forma que cavalgada é para quem é do ramo e mais, que depois de abandonada, uma área precisa de grana e planejamento para que se lhe dê um destino para não virar um monstrengo como nossa rodoviária, casas ou hospitais, escolas e praças abandonadas por aí. E nem vou falar de agua tratada, esgoto, EFMM, etc. São temas para talvez outro dia.

4-Quando quer ajudar o governo termina atrapalhando

 

Há algum tempo Camachinho que tinha tradição de belos carnavais no Clube Botafogo, pensou num espaço para desfile de blocos, bandas, trios e surgia o espaço alternativo. Carlinhos Camurça comandava a massa, Cleomildo fechava os domingos com o seu Tom Brasil e para variar muitas críticas ao Espaço Alternativo.

POLÍTICA & MURUPI - A autodeterminação do povo é um fenômeno natural.  - Gente de Opinião

O tempo passou e apesar dos prós e contras o Espaço Alternativo vingou. Ocorre que o governo do estado resolveu fazer algo que já estava pronto. Obra cara, enrolada até hoje em denúncias de superfaturamento, acidentes durante a construção e o molho ficou mais caro que o peixe. Vá lá... o espaço ficou bonito, melhor, mas a manutenção é apenas sofrível, pois a obra não está concluída e o estado não a entregou oficialmente à prefeitura da Capital. Assim, a parte mais cara está enterrada e a parte que é visível sofre com o desgaste do tempo e do vandalismo. Pelo preço melhor que tivesse ficado como Camachinho sonhou. É como penso.   

Contato - [email protected]

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Léo Ladeia

POLÍTICA & MURUPI - UMA ELEIÇÃO DAS ARÁBIAS

POLÍTICA & MURUPI - UMA ELEIÇÃO DAS ARÁBIAS

1-Porteira aberta          Há algo no Brasil que afeta pelo menos 30 milhões de pessoas: há 4 anos o salário mínimo não tem um ganho real. Um pouco

POLÍTICA & MURUPI - E vai rolar a festa, vai rolar

POLÍTICA & MURUPI - E vai rolar a festa, vai rolar

1-Por que tantas desistências?              “Há algo no ar além dos aviões de carreira” dizia o Barão de Itararé, mestre do humor e sátira política

POLÍTICA & MURUPI - VIVENDO UM PERÍODO ELEITORAL ATÍPICO

POLÍTICA & MURUPI - VIVENDO UM PERÍODO ELEITORAL ATÍPICO

1-Sobre urnas, votos e um VAR eleitoral                                                                            Aceito como pecado mortal duvidar

POLÍTICA & MURUPI - Dinheiro escorrendo pelo ralo

POLÍTICA & MURUPI - Dinheiro escorrendo pelo ralo

1-O garimpo é uma atividade a ser regulamentada para produzir riquezas               Mais uma vez o garimpo de ouro volta à pauta e junto, o garimp