Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Gás

GASODUTO: Jesualdo repudia posicionamento contrário do governador do Amazonas


A construção das hidrelétricas no rio Madeira (Santo Antônio e Jirau) não pode ser usada como pano de fundo para se justificar a contrariedade pela vinda do gás de Urucu para Porto Velho.

O deputado Jesualdo Pires (PSB), primeiro secretário da Assembléia Legislativa, repudiou nesta quinta-feira (06.03) o comportamento assumido pelo governador do Amazonas, Eduardo Braga, que se declarou contrário a vinda do gás de Urucu (AM) para Porto Velho (RO). "Queria entender esse comportamento do governador. Afinal, a substituição do óleo diesel pelo gás natural, além de fazer bem ao meio ambiente, proporcionará uma economia considerável por ano, já que hoje se consume cerca de um milhão e trezentos mil litros de óleo por dia para manter o funcionamento de termoelétricas".

Na opinião do deputado rondoniense, há interesses escusos que precisam ser melhor esclarecidos, pois as declarações do governador Eduardo Braga só demonstram o quanto ele é contra o Estado de Rondônia e o crescimento organizado da região amazônica. "A construção das hidrelétricas no rio Madeira (Santo Antônio e Jirau) não pode ser usada como pano de fundo para se justificar a contrariedade pela vinda do gás de Urucu para Porto Velho. Todos têm conhecimento que as usinas vão atender o País, não apenas Rondônia. Entendo até ser antipatriótico esse comportamento do governador do Amazonas", ressaltou Jesualdo Pires ao assegurar que 90% da energia a ser produzida pelas usinas do madeira irá para as mais diversas cidades brasileiras porque será construído um linhão de Porto Velho (RO) a São Paulo.

O deputado Jesualdo Pires explicou ainda que levantamento técnico de especialista comprova ser viável a vinda do gasoduto de Urucu para Porto Velho. Observou que há gás suficiente em Urucu e, também, em Juruá e destacou que a construção do gasoduto não vai beneficiar somente o setor energético, mas também, o setor de transporte, comércio e indústria de Rondônia por ser uma matéria-prima barata. "O gasoduto vai produzir 80 milhões de metros cúbicos de gás natural, produção que vai garantir aos cofres públicos do Estado uma economia acima de R$ 1,3 milhão. valor gasto anualmente com a queima de óleo diesel, combustível utilizado diariamente para o funcionamento da termoelétrica de Porto Velho".

Fonte: Ascom

Mais Sobre Gás

Dilma confirma Ponte em G.Mirim, mas nega gasoduto Manaus/Porto Velho

Dilma confirma Ponte em G.Mirim, mas nega gasoduto Manaus/Porto Velho

Senador RAUPP marcou a audiência com a Presidenta Dilma. Eu que pensei que seria uma audiência entre nós mesmos. Não! Vários Ministros: Fernando Hadad

Senador Raupp defende construção de gasoduto

Senador Raupp defende construção de gasoduto

Em pronunciamento ontem, terça-feira (19), o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) defendeu investimentos em infraestrutura como forma de evitar o desperdíci

Sindicatos contra o aumento das passagens

Em Cochabamba, os sindicatos são contra o aumento das tarifas, da mesma forma, a Central Operária, que anunciou total rejeição ao aumento da tarifa do

Desperdício de gás natural caiu 33,7%,segundo ANP

  Rio de Janeiro – A queima de gás natural nas plataformas de extração em outubro foi 33,7% menor do a registrada em outubro do ano passado, segundo i