Porto Velho (RO) segunda-feira, 18 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Gás

GASODUTO: Estudantes buscam apoio para liberação imediata


Movimento estudantil pede apoio da sociedade e da imprensa em favor do empreendimento.  Na próxima sexta-feira (21), o movimento estudantil de Rondônia organizará manifestação em prol da construção do Gasoduto Urucu-Porto Velho, obra esperada há sete anos pela população do Estado. A mobilização contará com a participação de estudantes, sociedade civil e comunidades com o objetivo de sensibilizar a sociedade e atrair as atenções dos órgãos de imprensa para a luta em favor do gasoduto. O movimento, que será realizado na Zona Sul de Porto Velho, é parte das atividades do comitê "Gasoduto Já!" .

A estudante do curso de Economia da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Jocineide Arrais, acredita que a imprensa seja o único meio capaz de levar a necessidade da construção do empreendimento à sociedade e ao Governo Federal. "Por enquanto somos grupos pequenos, muita gente não sabe do gasoduto e dos benefícios que trará para nossa capital. Com o apoio dos jornalistas poderemos dar um grito mais alto", diz ela, que é uma das lideranças do comitê.

Segundo ela, é visível a existência de um "boicote político" contra a obra que estaria podando o desenvolvimento da infra-estrutura do Estado. "O que o governo está fazendo é inconstitucional e não podemos deixar isso embaixo dos panos. É inadmissível, intragável", desabafa .

O presidente da União Estadual Estudantil (UEE), Dabson Bueno, acredita que a participação da imprensa vai reforçar os apelos de toda sociedade rondoniense que aguarda a liberação do empreendimento. Segundo ele a partir do momento em que a imprensa passar a divulgar as noticias sobre as dificuldades enfrentadas para a liberação da obra,  todos saberão da importância de explorar o gás existente na Bacia Petrolífera de Urucu. "A imprensa tem o poder de formar opiniões e expor os problemas da sociedade, precisamos lutar para que nossa reivindicação chegue mais longe".

Neste sentido, o grupo de estudantes do "Gasoduto Já!" pretende visitar todos os jornais e órgãos de imprensa do Estado, sejam impressos, on line, televisivos ou radiofônicos A concentração será a partir das 15h, na Praça Campos Sales.

PARLAMENTARES - Desde que foi confirmada a disponibilidade de gás na Baia de Urucu - o que era negado pelo governo federal-, representantes da bancada federal de Rondônia propuseram reuniões e audiências públicas no Congresso Nacional para discutir as questões que envolvem a construção do gasoduto. O deputado federal Eduardo Valverde (PT-RO), na busca de recursos para o empreendimento, agendou reuniões e debates para acelerar a liberação para início das obras. "O objetivo é resolver rapidamente todas as questões e daqui para frente nosso alvo é levantar a obra", afirmou.

O líder do PMDB no Senado, Valdir Raupp (RO), acredita que a construção do gasoduto até Porto Velho é um problema que está em vias de ser resolvido. "Temos muito trabalho, mas não descanso até que o gasoduto Urucu-Porto Velho chegue à Capital. Gasoduto Já!".

Fonte: Ascom

Mais Sobre Gás

Dilma confirma Ponte em G.Mirim, mas nega gasoduto Manaus/Porto Velho

Dilma confirma Ponte em G.Mirim, mas nega gasoduto Manaus/Porto Velho

Senador RAUPP marcou a audiência com a Presidenta Dilma. Eu que pensei que seria uma audiência entre nós mesmos. Não! Vários Ministros: Fernando Hadad

Senador Raupp defende construção de gasoduto

Senador Raupp defende construção de gasoduto

Em pronunciamento ontem, terça-feira (19), o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) defendeu investimentos em infraestrutura como forma de evitar o desperdíci

Sindicatos contra o aumento das passagens

Em Cochabamba, os sindicatos são contra o aumento das tarifas, da mesma forma, a Central Operária, que anunciou total rejeição ao aumento da tarifa do

Desperdício de gás natural caiu 33,7%,segundo ANP

  Rio de Janeiro – A queima de gás natural nas plataformas de extração em outubro foi 33,7% menor do a registrada em outubro do ano passado, segundo i