Porto Velho (RO) domingo, 17 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Gás

GÁS NATURAL DE URUCU CHEGA A MANAUS


  

Enquanto isso, Rondônia permanece esquecida na política energética do governo federal

Pela primeira vez chega à cidade de Manaus (AM) o gás natural veicular (GNV), proveniente da bacia petrolífera de Urucu. O Projeto Experimental do Gás Natural Veicular do governador Eduardo Braga (PSS-AM), iniciado no final do mês de abril, estimula a "cultura de gás" e beneficia 246 taxistas que integram o projeto em Manaus. Os taxistas poderão converter seus motores e abastecer seus veículos com o gás de Urucu. O combustível será comercializado pela BR Distribuidora.

A utilização do gás veicular, além ser mais rentável que o álcool e a gasolina, reduz a manutenção dos automóveis. Segundo dados do Sindicato dos Taxistas de Manaus, a economia mensal com o uso do gás será de aproximadamente R$ 700.

A mesma iniciativa deveria ser adotada em relação a outros estados da Região Norte. É o que defende o deputado federal Moreira Mendes (PPS-RO).Ele apóia e reivindica a construção dos gasodutos na região norte  e entende que esses empreendimentos beneficiarão as indústrias, os comerciantes e a população em geral.

Para ele, a implantação dos gasodutos Urucu-Porto Velho no estado de Rondônia e Coari-Manaus no Amazonas, darão outra dinâmica à economia local. O parlamentar afirma que os reflexos da utilização do gás de Urucu já podem ser observados em Manaus, como a utilização do gás natural na frota de táxis.

Moreira luta na Câmara Federal pela construção do gasoduto Urucu-Porto Velho  e não entende o por quê da obra, que apresenta tantos benefícios, encontrar-se parada desde 2001 na burocracia do governo federal. "Isso é um fato lamentável", queixa-se.

O Gasoduto Urucu Porto Velho, quando autorizado pelo governo federal e finalmente construído, levará 2,2 milhões de metros cúbicos diariamente até a capital de Rondônia. O combustível poderá ser utilizado para a geração de energia elétrica por meio das termoelétricas instaladas no estado, abastecerá indústrias e residências e, ainda, poderá ser utilizado na frota de taxis, a exemplo do que já acontece em Manaus.

Com o gás natural, a energia consumida em Rondônia e parte do Acre será mais barata e menos poluente por substituir o óleo diesel atualmente utilizado para a geração nas termelétricas.

Outro benefício direto será a redução significativa de transporte de óleo pelo leito do rio Madeira. Atualmente são transportados diariamente cerca de 1,3 milhão de litros desse combustível em barcaças, sob grande risco de uma verdadeira catástrofe ambiental caso uma delas venha a naufragar.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Gás

Dilma confirma Ponte em G.Mirim, mas nega gasoduto Manaus/Porto Velho

Dilma confirma Ponte em G.Mirim, mas nega gasoduto Manaus/Porto Velho

Senador RAUPP marcou a audiência com a Presidenta Dilma. Eu que pensei que seria uma audiência entre nós mesmos. Não! Vários Ministros: Fernando Hadad

Senador Raupp defende construção de gasoduto

Senador Raupp defende construção de gasoduto

Em pronunciamento ontem, terça-feira (19), o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) defendeu investimentos em infraestrutura como forma de evitar o desperdíci

Sindicatos contra o aumento das passagens

Em Cochabamba, os sindicatos são contra o aumento das tarifas, da mesma forma, a Central Operária, que anunciou total rejeição ao aumento da tarifa do

Desperdício de gás natural caiu 33,7%,segundo ANP

  Rio de Janeiro – A queima de gás natural nas plataformas de extração em outubro foi 33,7% menor do a registrada em outubro do ano passado, segundo i