Porto Velho (RO) domingo, 15 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Gás

Bolívia investe em GLP para elevar exportações ao Brasil


  
La Paz - O ministro dos Hidrocarbonetos e Energia da Bolívia, Saúl Ávalos, disse que as duas usinas de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) - gás de cozinha - projetadas pelo governo boliviano deverão permitir que o país aumente seu abastecimento de gás ao Brasil e à Argentina até 2010, atenuando a escassez do combustível decorrente da falta de investimentos, que reduziu a produção.

As usinas de processamento serão construídas em Santa Cruz, na região oriental da Bolívia, e cada uma produzirá cerca de 200 toneladas de GLP ao dia. As usinas contribuirão para transformar o déficit de gás num "superávit", disse Ávalos, em entrevista concedida em seu gabinete em La Paz.

A Bolívia, que exporta a maior parte de seu gás natural para a Argentina e o Brasil, não vem conseguindo cumprir alguns compromissos contratuais, o que gera episódios crônicos de escassez. A insuficiência dos investimentos nos campos de gás bolivianos é a responsável pelo déficit do combustível na Argentina, disse a Standard & Poor's Corp. A Bolívia detém a segunda maior reserva de gás natural da América do Sul depois da Venezuela.Bolívia investe em GLP para elevar exportações ao Brasil

"É nosso objetivo conseguir industrializar nosso gás", disse Ávalos em entrevista concedida a 10 de dezembro na sede do Congresso da Bolívia. "Não queremos continuar a exportar matérias-primas", acrescentou.

A Bolívia pretende investir US$ 20 bilhões na expansão da produção de gás natural, disse a estatal YPF Bolivianos na sexta-feira, em comunicado. A empresa quer perfurar 50 a 60 poços em 2009 a fim de atender à demanda nacional e às exportações.

Os investimentos no setor de petróleo e gás da Bolívia caíram para US$ 149 milhões no ano passado, durante um período de preços recorde dos combustíveis, em relação ao pico de US$ 580,8 milhões computado em 1999. O presidente Evo Morales disse em entrevista concedida a 24 de setembro em Nova York que está buscando atrair investimentos do Irã, da Rússia e da Venezuela para ampliar a produção de gás natural.

Fonte: Gazeta Mercantil/Bloomberg News

Mais Sobre Gás

Dilma confirma Ponte em G.Mirim, mas nega gasoduto Manaus/Porto Velho

Dilma confirma Ponte em G.Mirim, mas nega gasoduto Manaus/Porto Velho

Senador RAUPP marcou a audiência com a Presidenta Dilma. Eu que pensei que seria uma audiência entre nós mesmos. Não! Vários Ministros: Fernando Hadad

Senador Raupp defende construção de gasoduto

Senador Raupp defende construção de gasoduto

Em pronunciamento ontem, terça-feira (19), o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) defendeu investimentos em infraestrutura como forma de evitar o desperdíci

Sindicatos contra o aumento das passagens

Em Cochabamba, os sindicatos são contra o aumento das tarifas, da mesma forma, a Central Operária, que anunciou total rejeição ao aumento da tarifa do

Desperdício de gás natural caiu 33,7%,segundo ANP

  Rio de Janeiro – A queima de gás natural nas plataformas de extração em outubro foi 33,7% menor do a registrada em outubro do ano passado, segundo i