Domingo, 23 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Silvio Persivo

Uma homenagem merecida a um grande mestre


Uma homenagem merecida a um grande mestre - Gente de Opinião

Ontem (26/04), na reunião do Departamento Acadêmico de Ciências Econômicas-DACE da Fundação Universidade Federal de Rondônia, os professores do curso de Ciências Econômicas prestaram uma merecida homenagem ao grande mestre Aldenor José Neves, uma das referências no setor de planejamento e orçamento do Estado de Rondônia, fundador da própria universidade e com importante participação na elevação do Território de Rondônia à Estado. O professor Neves também prestou sua contribuição como professor na primeira faculdade particular de Rondônia, a FARO e, além de ter sido secretário de planejamento do Estado de Rondônia, contribuiu ainda nas secretárias de Fazenda e de Educação. Neves foi ainda um dos primeiros professores de Economia quando se iniciaram as três primeiras turmas que, na antiga FUNDACENTRO, núcleo da Prefeitura de Porto Velho que deu origem à UNIR, tendo, ao se aposentar agora em 2024, mais de 42 anos como professor de ensino superior. São incontáveis os trabalhos realizados por ele sem contar que a maior parte das pessoas que se especializaram em orçamento tiveram sua importante contribuição. 

Recentemente já havia sido homenageado pelo Ministério Público de Rondônia onde coordenou, por diversos anos, o seu setor de orçamento. Mas, existem trabalhos anônimos que o credenciam muito mais, como a participação no primeiro orçamento participativo ainda no ex-Território de Rondônia é no seu primeiro Plano de Metas. Por mais de trinta anos Neves teve participações importantes em planos como o Polamazônia, o Polonoroeste e no Planafloro. É, sem dúvida, um dos grandes mestres de nosso Estado que, como tantos outros nomes que sempre trabalharam em prol do interesse público não tiveram o seu merecido reconhecimento. Em parte isto está sendo feito agora, mas Neves tem, sem dúvida, um grande contributo para o nosso Estado.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Gente de OpiniãoDomingo, 23 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Recordando para manter a chama da esperança

Recordando para manter a chama da esperança

É verdade que não devia contar. Mas, com o tempo sempre a língua vai ficando solta e se perde até o receio de passar por vaidoso. O fato é que vivi

A lição do Rio Grande do Sul

A lição do Rio Grande do Sul

O que, sem politizar no sentido menor, mas pensando na grande política, o que nos mostra o desastre das enchentes no Rio Grande do Sul? Mostra que,

Um livro demasiado humano

Um livro demasiado humano

Recebi, por intermédio do influenciador cultural Vasco Câmara, o livro de João Luís Gonçalves “Cidadãos com Deficiência-Visão Histórica”, da Edições

A difícil e necessária convivência com o celular

A difícil e necessária convivência com o celular

Efetivamente, apesar da minha idade, sou um fã de novidades e de tecnologia. Regularmente escrevo sobre economia criativa e sobre Inteligência Artif

Gente de Opinião Domingo, 23 de junho de 2024 | Porto Velho (RO)