Porto Velho (RO) sábado, 25 de janeiro de 2020
×
Gente de Opinião

Silvio Persivo

REVEILLON: comemoração será multimusical + Lenha na Fogueria


REVEILLON: comemoração será multimusical + Lenha na Fogueria - Gente de Opinião

Lenha na Fogueira

No apagar das luzes ou como se diz no jargão futebolístico, nos acréscimos, a polêmica entre a Sejucel (leia-se, superintendente Jobson Bandeira) e Federon, tem mais um capítulo cheio de polêmica.

***********

Acontece, que na ABA da construção da Cidade da Cultura no Parque dos Tanques cuja Ordem de Serviço já foi assinada pelo governador Coronel Marcos Rocha, a Sejucel mandou derrubar o galpão que abriga a sede da Federon, existente no Parque.

***********

É do conhecimento de todos, que o dito Galpão, é de propriedade do governo do estado e por isso, ele dar a destinação que quiser pra ele.

**********

Há alguns dias ou no mês passado, a Sejucel enviou documento da Federon e a Escola de Samba Acadêmicos do São João Batista comunicando que as entidades teriam 48 horas para desocupar o Galpão.

**********

A Escola de Samba São João Batista conseguiu com o próprio superintendente da Sejucel um espaço na área do próprio Parque. No espaço aonde existe a Cancha Reta local das competições de Vaquejada, para a João Batista montar seu escritório, o que já está acontecendo, inclusive o presidente Alberto Rodrigues quer inaugurar o novo espaço, antes do final deste ano, com uma grande festa.

***********

Bom, para a Federon não sobrou nada. Para surpresa dos dirigentes da Federação de Grupos Folclóricos, no inicio desta semana, alguns Reeducandos começaram a demolir o Salão Nobre (que era utilizado como Camarim pelos grupos folclóricos durante o Flor do Maracujá), isso sem que a Sejucel comunicasse a direção da Federão que iria começar a demolição.

***********

Graças à senhora que toma conta da Sede da Federon o Diretor Financeiro Severino Castro ficou sabendo o que estava acontecendo e correu pro Parque dos Tanques na iminência de conseguir “salvar” algum material existente no Salão Nobre.

**********

Ao postar fotos dos trabalhadores demolindo o espaço, Severino foi questionado por alguns dirigentes de grupos folclóricos em especial o presidente da Junina Mocidade Junina Rodrigo Cerdeira. O diálogo via watts app foi assim:

***********

Rodrigo Mocidade Junina: Bom dia professor Severino analisando as fotos que você tem mandado no grupo, parece-me que esses cidadãos que estão desmanchando o Salão não são funcionários de empresa ou da Sejucel. Você pode informar quem são esses rapazes?

***********

Severino Castro: Rodrigo eles são detentos a mando do Dr. Jobson. O caminhão que está pegando o telhado é do governo do estádio... Ainda bem que a Jorgete me avisou e estou tirando o que restou da Federon.

************

Rodrigo Mocidade Junina: Obrigado Professor pela informação, amanhã público exame final para o meus alunos, semana que vem estarei de recesso, vou passar aí na Federação também para fazer meu papel de cidadão e fiscalizar Essa Secretaria (Sejucel).

************

Severino Castro: Acontece que ele está tirando um material que deveria ser doado à própria Federon que durante 04 anos, fez manutenção e zelou pelo patrimônio público...

************

Severino Castro: Ato como esse, mostra abuso de poder e de uma pobreza psíquica lamentável. A Federon jamais se abaterá com atitudes arbitrária como essa.

***********

Severino prossegue: E o pior, é que o desmanche não é referente à obra da Cidade da Cultura, até porque, o engenheiro responsável pela obra da empresa me informou, que nessa fase não vão utilizar o espaço ocupado pela Federon.

***********

Pois é, o certo é que os folcloristas literalmente estão na rua, “Sem eira e nem beira”.


REVEILLON: comemoração será multimusical + Lenha na Fogueria - Gente de Opinião

REVEILLON

Comemoração será multimusical bem estruturado e com segurança

 

Com uma megaestrutura e a participação de diversos artistas locais o réveillon 2020 acontecerá no dia (31), na avenida Farquhar com Sete de Setembro (região central), onde uma superfesta está sendo preparada pela Prefeitura de Porto Velho, através da Fundação Cultural (Funcultural).

De acordo com o prefeito Hildon a chegada de 2020 será comemorada em um dia de muita alegria.

“A exemplo do Natal, nós também preparamos para a família portovelhense uma festa de virada de ano aqui nas imediações do Prédio do Relógio, que será memorável, onde será um dia de alegria para celebrar o ano que chega”, disse o prefeito.

A expectativa é para mais de 80 mil pessoas. A programação contemplará artistas locais dos mais diversos estilos musicais, tornando a festa multicultural que promete agradar todos os públicos.

MÚSICA

Samba, sertanejo e axé são alguns dos ritmos que embalarão a chegada de 2020, onde vários artistas já confirmaram presença como o DJ Allan Pop, Edneide e Banda, Grupo Kizomba, enredo 2020 das escolas de samba, Grupo Doce Melodia, Carol Paz, Carol Baby e Banda Conexão.

Além de um supershow da cantora sertaneja Paula Mattos, fechado através da deputada federal Mariana Carvalho e do vereador Maurício Carvalho, por meio de recurso do Ministério da Cultura.

SEGURANÇA

De acordo com o presidente da Funcultural, Antônio Ocampo, a festa será tranquila e conta com o apoio de vários órgãos que farão a segurança.

“A festa será bonita e muito bem estruturada, teremos todo um apoio logístico, de equipes da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros Civil e Polícia Militar, além de equipes do Samu e Semtran, lembrando que no ano passado não foi registrado nenhuma ocorrência”, disse o presidente

QUEIMA DE FOGOS

Um momento especial também está sendo preparado, onde um show pirotécnico que contará com 12 minutos de queima de fogos, iluminará o céu de Porto Velho para receber o ano de 2020, proporcionando muita emoção para o público.


Pesquisa Rumos Itaú Cultural

 

O Itaú Cultural é um instituto voltado para a pesquisa e a produção de conteúdo e para o mapeamento, o incentivo e a difusão de manifestações artístico-intelectuais, contribuindo para a valorização da cultura de uma sociedade tão complexa e heterogênea como a brasileira.

Em 2006, foi criado o Observatório Itaú Cultural, materializando um núcleo para reflexão e conhecimento de questões referentes à política cultural. O Observatório está focado em três características da área cultural brasileira: gestão, economia e políticas. Assim, nosso objetivo é fornecer elementos para a tomada de decisões quanto à estratégia e foco de atuação do Itaú Cultural, bem como apoiar a reflexão para a construção de políticas públicas para o mundo da cultura.

Desta forma, a compreensão cada vez mais detalhada do programa Rumos, que já contempla mais de 20 anos de história, é fundamental e relevante para atender os seus objetivos como a valorização da diversidade, o estímulo à criatividade, a reflexão sobre a cultura no país e o apoio a artistas e pesquisadores de várias áreas. Assim voltar o olhar ao seu público e fomentar o diálogo entre artistas, produtores, pesquisadores, cientistas e gestores da instituição permitiu que o Rumos, a partir de 2013, na contramão dos demais editais e programas de fomento à cultura promovidos pelos setores público e privado, privilegiasse a criação e a ideia artística, lançando um edital multidisciplinar, em que as várias áreas de conhecimento podem se misturar, dando maior liberdade aos proponentes.

Para estarmos atentos às novas dinâmicas e urgências, a cada nova edição realizamos a pesquisa Rumos coordenada pela pesquisadora Sonia Kavantan e sua equipe. Por isso pedimos a sua colaboração em participar desta pesquisa.

O questionário estará ativo até o dia 10/01/20, às 23h59, no link: https://pt.surveymonkey.com/r/BN6B7F5

Em caso de dúvidas, entrar em contato com pesquisa_rumos@terceiros.itaucultural.org.br.

Um abraço da equipe Observatório Itaú Cultural. 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Silvio Persivo

Arte para quê?

Arte para quê?

A questão do que é a arte e da beleza da arte tem sido um tema sempre permanente nas discussões intelectuais.

MAKTUB

MAKTUB

Este time do Flamengo é um grande time?

As mudanças no mundo do trabalho reclamam novas formas de pensar

As mudanças no mundo do trabalho reclamam novas formas de pensar

Leio no jornal português “O Público” que uma pesquisa do Instituto Nacional de Estatística (INE) revela que as empresas portuguesas contatam mais fr

Criar cidades inteligentes é cuidar do futuro

Criar cidades inteligentes é cuidar do futuro

Cada vez mais merece atenção o tema de transformação das cidades em cidades inteligentes, ou, em inglês, Smart Cities, que são sistemas de pessoas i