Porto Velho (RO) domingo, 16 de dezembro de 2018
×
Gente de Opinião

Pimenta Murupi

Sinjur repudia opinião e restabelece verdade sobre a gestão sindical


Sinjur repudia opinião e restabelece verdade sobre a gestão sindical - Gente de Opinião

A despeito da opinião publicada nesta segunda-feira, 26, por este respeitável jornalístico, o Sindicato dos Servidores no Poder Judiciário de Rondônia vem manifestar-se, de forma democrática e republicana, com o objetivo de refutar todas as afirmações, ilações e falsas acusações constantes no texto aludido.

A eleição que trouxe a atual Diretoria à frente do Sindicato se deu por meio democrático e com extrema lisura, organizada pela gestão que findou no ano passado. A vontade de mudança da maioria da categoria foi expressa nas urnas e deve ser respeitada.

Em 2018, apesar dos 2,5% inicialmente previstos no orçamento, o Sindicato obteve o patamar de 4% de recomposição salarial dos trabalhadores, isto a partir de negociações com a Administração. Fora do orçamento - feito no ano anterior, como todos sabem -, os auxílios permaneceram estagnados, mas já com aceno de reajuste de cerca de 10% para o próximo ano. As reuniões, pedidos formais e procedimentos administrativos realizados reforçam o compromisso e integridade da atuação desta Diretoria, cujos resultados são sentidos a cada nova ação, apesar de tanta gente torcendo contra.

Os compromissos assumidos com a categoria estão sendo concretizados pela atual gestão - cada qual a seu tempo e possibilidade -, e são notórios os  avanços obtidos nesses 11 meses. As contratações feitas pelo Sindicatos estão dentro da legalidade e devidamente justificadas à categoria. A denúncia por suposta sonegação fiscal foi arquivada, pois, como outras acusações infundadas, não tinha o menor sentido, a não ser o de tentar macular a gestão sindical.

É mentira que o suposto abaixo-assinado tivesse as assinaturas necessárias. Pelo contrário: havia sim, rubricas em duplicidade, rasuras e até assinaturas de estagiário. O pedido era de uma assembleia-geral, e a mesma foi realizada, com transmissão ao vivo pela internet - algo inédito na história da instituição -, com intensa participação dos trabalhadores de todo o Estado.

Na realidade, a representatividade da categoria nunca foi tão expressiva, participativa, democrática e transparente. Em que pese a falta de informação ou má-fé de quem tenha emitido essa opinião, foram realizadas duas assembleias gerais ordinárias neste ano, além de uma extraordinária e duas reuniões com o Sistema Diretivo, que reúne delegados de todas as comarcas.

Difícil é entender a culpa por uma suposta falta de apoio à aprovação da EC 130/2018, pois essa lei foi aprovada pela Assembleia. E o sindicato, para reforçar a necessidade de sua implementação, entregou um estudo técnico para ao TJRO e lançou campanha de apoio à Jornada de Seis Horas por dia.

O Conselho Fiscal, assim como toda a categoria, tem acesso na hora que desejar às Contas Sindicais, basta que para isso se reúna e faça seus trabalhos, para os quais não foram colocados qualquer óbice desde o início da gestão. Por falar em prestação de contas, é também inédita a inserção delas no site do sindicato. 

Aqui há de se pinçar contradição no fugaz texto veiculado: fala-se em “prestação de contas genérica” e, em seguida, de “não prestação de contas”! Quais das duas denúncias não é verdadeira, ou as duas?

É mentira deslavada que a principal promessa de campanha fosse reduzir o preço do plano de saúde. Em verdade, o compromisso assumido foi o de buscar mais e melhores propostas e opções de serviços para os trabalhadores. Não seria nem inteligente prometer algo que é feito por terceiro: são os planos de que definem o patamar do reajuste, que ocorre todos os anos, por índices determinados pela Agência Nacional de Saúde.

O que incomoda a muita gente é o fato de que o Sindicato é gerido com lisura e economia para a instituição. Finalmente, o Sinjur pode realizar investimento, manter e até ampliar os serviços disponibilizados aos filiados, mesmo com redução na arrecadação anual. Tudo isso devido ao fim do desperdício, do favorecimento e da ineficácia administrativa.

De outra banda, agimos com respeito e firmeza na relação com a Administração, sempre pondo em primeiro lugar o interesse dos trabalhadores e a busca por resultados. Isto pode incomodar alguns que passaram pela administração sindical sem deixar saudades.

Fazer sempre mais em prol da categoria, trabalhar pela união dos trabalhadores e fazer cada vez mais forte a representatividade dos servidores do Judiciário é uma luta constante deste Sindicato, que não é os seus diretores ou funcionários. O sindicato é cada trabalhador e cada trabalhadora, que tem na entidade a voz que se levanta contra as injustiças.

Todo ataque contra o Sinjur é também uma afronta aos trabalhadores que representa, por isso esta Diretoria repudia veementemente as inverdades publicadas neste periódico e pede a imediata publicação desta nota em respeito ao contraditório e à liberdade de expressão, para que a verdade seja restabelecida e se mantenha como norte das relações sociais e humanas.


https://www.gentedeopiniao.com.br/colunista/pimenta-murupi/2018-o-pior-ano-da-historia-do-sinjur

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Pimenta Murupi

2018 – O Pior Ano da História do Sinjur

2018 – O Pior Ano da História do Sinjur

Uma eleição marcada por polêmicas e vícios de formalidade levaram a atual diretoria ao comando do Sinjur – Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judi

O NOVO VELHO - Por Pimenta Murupi

O NOVO VELHO - Por Pimenta Murupi

O NOVO VELHOMorro de rir e não acho graça, mas, chega a ser cômico os esforços de certos candidatos para se apresentar como novo, como o representante

CADÊ O DINHEIRO DAS MULHERES NAS ELEIÇÕES 2018?

CADÊ O DINHEIRO DAS MULHERES NAS ELEIÇÕES 2018?

Uma das manobras mais articuladas entre os que não querem a renovação é interpor obstáculos para impedir que novos líderes