Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de dezembro de 2021
×
Gente de Opinião

Léo Ladeia

Turismo às avessas


Turismo às avessas - Gente de Opinião

 Turismo às avessas - Gente de Opinião


 

Frase do dia:

"Não somos ladrões, não somos ladrões".  Gilberto Carvalho repetindo-se e repetindo o discurso de Lula, ao pular fora da Secretaria Geral da Presidência para faturar uma “boquita” no Sesi.


 

1-Turismo às avessas

Turismo às avessas - Gente de Opinião

A visita de familiares nos levou a uma volta por nossa querida – assim mesmo no feminino – Porto Velho.  Ponte sobre o Rio Madeira ainda sem iluminação, o teatro que encenava a posse, as esquecidas Caixas D’Água, a ferrugem da EFMM, o ex-quase-futuro Espaço Alternativo e uma espichada para ver a Usina de Santo Antonio a partir da igrejinha do mesmo santo, onde estão fincadas nossas origens e... eis a surreal surpresa: tudo trancado com cadeados, mas largado às moscas e cabas que se fartavam num banquete de mangas espalhadas pelo chão. Fotos possíveis, tristeza e desolação visíveis e o passeio ó... É broca veio!

Turismo às avessas - Gente de Opinião

Turismo às avessas - Gente de Opinião

Turismo às avessas - Gente de Opinião

2-Premeditando o breque

Dilma distribuiu os 39 ministérios como se fosse treino de futebol. De longe parece coisa provisória, como melancias na carroça e de perto só se confirma. Tem de tudo, menos santos e bobos. E para quem gosta de aposta, é pule de dez que ao menos três ministros estão na mira da PF. É como se um jogador bichado recebesse a camisa e entrasse mancando em campo. Cá pra nós, seria mais fácil dar um ministério para cada partido de oposição ou situação. Menos gente, butim rachado antes, tudo no bolso e Lula pra 2018.

3-Lá vem o golpe

Sabe o papo furado de regular a mídia? A presidente jura amor pela liberdade de expressão, mas Berzoini, seu “cabeça gorda” já deitou falação sobre a verba: “O Poder Executivo pode fomentar a discussão. Todos os setores da economia que têm grande impacto social e econômico são regulamentados”. Não se iluda, a ideia é esparadrapo na boca e garrote na veia. Tradução: sem verba, sem verbo. Cala-te boca!

4-Brasil Pátria Educadora I

O novo lema está duro de ser absorvido pelos gêmeos Tico e Teco. Educar vem do latim educare, educere, verbo composto que significa conduzir para fora, ou preparar alguém para o mundo. E agora José? Educar para qual dos muitos brasis? O Brasil de Brasília ou o Brasil da periferia? Como dar educação para que o filho da elite enxergue no filho do Zé da periferia o seu igual perante a lei ou, por outro lado, como dotar o filho do Zé da periferia da expertise necessária para viver com o seu igual perante a lei, ainda que tão diferente um do outro em razão do meio em que vive e das oportunidades que a vida lhe proporciona?

5-Brasil Patria Educadora II

Se é verdade que a educação é a “prioridade das prioridades e que o desafio é a inclusão pelo saber”, Cid Gomes – onde será que se meteu o senador Cristóvão Buarque que ninguém vê? – seria mesmo o melhor nome? E que prioridade é esta que põe no comando do ministério alguém sem cacoete com a educação e cujo cacife é fazer parte do acordo político paroquial de apoio à eleição presidencial? Claro que creio e torço por mudanças e anseio por elas. Mas talvez seja mais fácil com alguém do ramo. Arre égua! 

6-Sem festa

Dia 4 foi (ou não?) o aniversário de criação do Estado de Rondônia e não houve festa. Alguém diria que a festa, caso alguém se dispusesse a fazê-la, deveria ter ocorrido no dia 22 de dezembro, como dispõe o dec. 14.765 de 03 de dezembro de 2009, que regulamentou a Lei Complementar 41 de 22 de dezembro de 1981, que criou o Estado de Rondônia. Ora vamos lá. Escolhida uma das duas datas e sem que haja a necessidade de decretação de feriado, que tal fazer uma solenidade cívica como soe em qualquer lugar?

7-Eca no alvo

Turismo às avessas - Gente de OpiniãoJá se vão quase 25 anos da criação e toda vez que uma tragédia expõe um garoto ou como gostam alguns, o “dimenor” à violência sofrida ou praticada, o ECA é posto contra a parede. Defendo a ideia pela qual, quem pratica um crime deve ser punido conforme a lei, independente da idade. Em Ariquemes duas crianças com várias passagens por delegacias, morreram após enfrentarem a polícia à bala. Sofro com a dor de todos, inclusive as famílias, policiais, mas reconhecendo a modernidade do ECA, mantenho minha opinião. A lei de primeiro mundo não é respeitada pelo estado tutor do menor nesta sociedade caótica.   

8-Ré de fasto

Seguraê: "O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, esclarece que a proposta de valorização do Salário Mínimo a partir de 2016 seguirá a regra de reajuste atualmente vigente. Essa proposta requer um novo projeto de lei, que deverá ser enviado ao Congresso Nacional ao longo deste ano. Assessoria de Comunicação Social Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão" O desmentido saiu 24 horas após Barbosa dizer que mudaria a formula de cálculo. Manda quem pode. E Dilma manda.

9-Cheiro de petróleo I

Quem viu o petróleo sabe que é preto. Quem chegou perto sabe que fede. E quem está plugado nas notícias sobre a operação Lava Jato, sabe que ainda falta perfurar muito até chegar ao fundo do poço. O superfaturamento da ordem de 1.800% num gasoduto na Bahia de Sergio Gabrieli, Fernando Baiano e Jaques Wagner é a primeira novidade de 2015. Por ora o óleo está no joelho, mas chegará ao pescoço.

10-Cheiro de petróleo II

Mas nem tudo é tão negro e mal cheiroso como vamos ver. A trocentos por hora em direção ao fundo do poço a Petrobrás ainda sem freio, conseguiu reparar o leme e pelo menos agora sabe para onde vai. A informação é do colunista Elio Gaspari: “a Petrobras suspendeu novos negócios com as 23 empreiteiras apanhadas na Operação Lava-Jato e abriu uma investigação nas contas da Transpetro, da BR Distribuidora e no fundo de pensão Petros. Com quase um ano de atraso, o comissariado partiu para o ataque, se é que partiu.” O pepino é que nesse período o valor da empresa foi solapado em quase 40%. É a treva moço.
 

[email protected]

Facebook – Leo Ladeia II

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Léo Ladeia

Política & Murupi - Quando o patrão manda abrir a porteira é porque a boiada foi vendida e o dono já é outro

Política & Murupi - Quando o patrão manda abrir a porteira é porque a boiada foi vendida e o dono já é outro

Recomendo vigorosamente àqueles que gostam das entranhas da vida partidária a leitura do livro “COMO MORREM AS DEMOCRACIAS”, um mergulho profundo no

Política & Murupi - Não, o Brasil do pobre faminto não é uma invenção da pandemia e não nasceu hoje

Política & Murupi - Não, o Brasil do pobre faminto não é uma invenção da pandemia e não nasceu hoje

As reportagens sobre pessoas em busca de restos de comida no lixo ou comprando ossos estão proliferando pelas TVS e redes de internet como algo novo

Política & Murupi - Quando tentei entender como funciona o “face”

Política & Murupi - Quando tentei entender como funciona o “face”

Começo com a frase muito difundida no mundo cibernético: se você acha que é um cliente que recebe um produto de graça via internet, acredite: você é

Política & Murupi - O setor da construção civil fechou maio com 2,43 milhões de trabalhadores com carteira assinada

Política & Murupi - O setor da construção civil fechou maio com 2,43 milhões de trabalhadores com carteira assinada

Disse o presidente da poderosa CBIC-Câmara Brasileira da Construção Civil que o setor está operando “como se fosse uma Ferrari andando com o freio d