Porto Velho (RO) quinta-feira, 16 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Léo Ladeia

POLÍTICA & MURUPI 30/03


 

POLÍTICA & MURUPI

 

Frase do dia

 

"O governo preferiu nos tratorar na Câmara. Perdeu as condições de diálogo", Gustavo Fruet defendendo que a CPI do Apagão não se restrinja ao caos nos aeroportos, e avance sobre os contratos da Infraero.

Pauta Política de 01 a 10

 

 

01-CIDADANIA – saúde pública:

A água servida jogada na rua provoca estragos no asfalto, formando poças com água suja, mau cheiro, sujeira, e transformando a rua num foco para doenças de todos os tipos. A água servida atrai ratos, baratas e animais peçonhentos. Além de tudo isso, é um feio cartão de visitas do morador. Jogar esgoto na rua é ilegal, fere o código da prefeitura e é passível de multas. Ame sua cidade, seu bairro e sua família. Cuidar do esgoto é a forma mais barata de evitar doenças.  

 

02-Voltando à vaca fria:

Está faltando cabelos brancos na ALE. O voluntarismo não se coaduna com a casa das leis. É tradição dos parlamentos pelo mundo a convivência democrática, a paciência com os contrários e conversa. Muita conversa. Discursos fortes podem ser usados mas, em ocasiões especiais. O jogo político lembra o xadrez mas, ao adversário deve ser sempre concedida a oportunidade de fazer o próximo lance. Impor, tripudiar, esnucar é como queimar pontes depois de cruzá-las. Um erro que pode ser fatal pois em política recuar e avançar é só parte do jogo. Juízo pois moçada.

 

03-Dança das cadeiras:

E se já era complicada a situação na ALE, por conta de duas questões– caso Guilherme Erse e o da coligação balança mas não cai – agora sim é de pirar o cabeção. O caso Guilherme é rápido: sai o Miguel Sena e entra o Silvernani Santos. O caso da coligação pode trazer de volta Carlão de Oliveira e a debutante Ana da 8 e serem mandados de volta pra casa Tucura e/ou Maurinho. Por conta dda decisão do TSE,  Alexandre Brito e Walter Araújo podem dar um salto sem paraquedas, assumindo Zequinha Araújo e/ou Paulo Moraes. Alterações que podem mudar e muito o centro de gravidade do poder na ALE. É só esperar. Quem sobreviver verá.

 

04-TSE, mandatos e Rondônia:

Claro que é uma senhora pendenga jurídica e nó político. O parecer do TSE sobre o domínio do mandato tem embasamento jurídico e apoio popular, que pode se transformar em força política para ser carimbado. Aqui em Rondônia três vereadores podem pular sem paraquedas: Flávio Lemos, Jair Ramires e Kruger. No plano federal pode haver a antecipação do acordo que se supunha existir. O deputado Garçon volta para Porto Velho para tentar construir uma estrada que o leve à prefeitura e em seu lugar Val Ferreira, esposa do Expedito Jr vai para Brasília. Se de fato ocorrer, a campanha para prefeitura ganha as ruas ainda este ano.

 

05-Carteirinhas e carteiradas:

Com o nível de ensino do Brasil em geral e de Rondônia em particular, carteirinha de estudante não chega a ser algo de que o portador se orgulhe. Deveria ser assim. Mas além da exibição da mazela do ensino, uma outra mazela vai junto – a mazela social – com a exposição pública da falsificação de carteirinhas e toda a sorte de crimes praticados pelos pilantras que produzem e os pilantras que compram. Todo mundo sabe onde e como a pilantragem funciona e para acabar, basta que uma autoridade resolva dar uma carteirada. A primeira ação poderia começar com uma conversa entre MP, Conselho Tutelar e secretarias de educação estadual e municipal. 

 

06-Miguel de Souza - nosso homem no DNIT:

O Carlos Terceiro além de bem informado, gosta de cutucar. O seu blog e o seu site Na Hora on line foram os primeiros a noticiar a ida de Miguel de Souza para a Diretoria de Planejamento do DNIT nacional. Hoje o Carlinhos apimenta a notícia e deixa no ar a dúvida: Resta saber se Rondônia vai ganhar com isso ou a Paraíba…Maldade de quinta, Terceiro. Ganha Rondônia é claro. Mágoas caso elas existam são contra um “determinado esquema”. Nada contra o povo de Rondônia. Parabéns e sucesso ao Miguel de Souza.

 

07-Por pouco não faz o gol:

O deputado Wilber Coimbra chutou na trave. Ao abordar o sucateamento da educação e deixar no ar uma dúvida que merece uma análise mais acurada – a premeditação do sucateamento – o deputado foi perfeito. Pecou porém ao sugerir a criação da Universidade Estadual, como se o governo estadual estivesse fora do contexto que ele apresentou na primeira parte do discurso. Tirando essa parte que até pode ter sido o objetivo principal da sua fala, todo o restante merece o nosso aplauso e o pedido para que volte ao assunto mais vezes. A educação precisa ser bem representada na ALE e o deputado é vocacionado para o assunto.

 

08-Pondo a mão na consciência:

Em reunião com o capo Chinaglia da Câmara dos Deputados, líderes partidários decidiram que só vão discutir o aumento salarial depois da liberação da pauta, trancada por MPs. E surpresa! Não vão reajustar a verba indenizatória para gastos com escritório e combustível, nem a verba de gabinete para contratar até 20 funcionários. O aumento salarial pode mexer apenas na parte fixa dos salários que passam de R$ 12mil para R$ 16mil, mas vai atingir os vencimentos dos senadores, do presidente, do vice e dos ministros de Estado. Terá sido milagre da Quaresma? 

 

09-CPI do apagão quase acesa:

O STF decidiu que a CPI do Apagão Aéreo pode ser instalada na Câmara, por entender que o pedido é legítimo. Detalhe: caso o pedido de instalação da CPI na Câmara não fosse aprovado pelo STF, a oposição tentaria pelo Senado e lá a oposição teria as assinaturas suficientes para instalar a comissão. Ourtro detalhe: "a instalação da CPI está suspensa até o julgamento do mérito deste Mandado de Segurança pelo Plenário do STF". Ou seja ainda falta apertar o botão e alguém pronunciar: Fiat lux.

 

10-Clóvis Rossi e “O elefante que você não viu”:

Se o Banco Central só agora ficou sabendo que o Brasil é R$ 300 bilhões mais rico, como posso acreditar na sua previsão de que o país ficará neste ano 4,1% ainda mais rico? Não viu o elefante que havia na sala durante anos, vai conseguir ver o que ainda não foi produzido? E o presidente Lula vai dizer "nunca neste país" ou "nunca naquele país"? Imperdível o artigo desse mestre, Clovis Rossi. 

 

leoladeia@hotmail.com

 

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Léo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia

  FRASE DE HOJE: "O juiz não pode perder a capacidade de julgar, para condenar ou absolver".– Ministro Teori Zavascki. 01-Driblando a crise Os mercadi

Coluna do Leo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia

 FRASE DE HOJE: "Está em jogo é populismo. O tipo de discurso que chega agora dos Estados Unidos encoraja o populismo e até o extremismo".– François H

Coluna do Leo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia

  FRASE DE HOJE: "A Lava-Jato tem gerado expectativas e uma onda de  consequências. O Tribunal está desafiado a dar uma solução que  ultrapasse qualqu

Não basta dizer que é vereador. É preciso ler, se envolver no processo, dominar o tema e atentar para o que assina - Por Léo Ladeia

Não basta dizer que é vereador. É preciso ler, se envolver no processo, dominar o tema e atentar para o que assina - Por Léo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia FRASE DE HOJE: "Se cuidem, porque se eu voltar para ser candidato a presidente da República é para fazer mais do que fizemos"– Lu