Porto Velho (RO) sábado, 31 de outubro de 2020
×
Gente de Opinião

Léo Ladeia

POLÍTICA & MURUPI 23/03


POLÍTICA & MURUPI

 

Frase do dia

 

“Heróis são os que sobrevivem com o salário mínimo” – D.Geraldo Magela rebatendo Lula que afirmou que seus ministros são verdadeiros heróis por receberem R$8 mil por mês.

 

Pauta Política de 01 a 10

 

01-CIDADANIA – trânsito:

As estradas vicinais têm como função principal o transporte de pessoas e produtos da área rural. Ao utilizar essas estradas respeite o estilo de vida das pessoas do campo, mais preocupadas com a própria segurança e dos produtos do que com a velocidade. Nas estradas secundárias não abuse da velocidade, pois não há espaço para manobras rápidas e o risco de acidentes é alto. Ao deixar as estradas de fazendas, redobre os cuidados antes de entrar na rodovia principal. Quando estamos parados, o nível de percepção de velocidade de outros veículos é bastante reduzido.

 

02-De vidraças e baladeiras:

Ninguém chuta cachorro morto é verdade, como é verdade que ninguém chuta cachorro bravo. Essa historinha de pacto, união, não agressão, não vale 100% em política. Quando Ivo Cassol disse que seu candidato a prefeito de Porto Velho era o Garçon, era de se esperar que Roberto Sobrinho seria a bola da vez. A coisa apenas começou, mas o bumbo vai continuar tocando por dois anos. Dizem que a melhor defesa é o ataque mas, para atacar é preciso guarnecer a própria casa. As vidraças parecem atrair as pedras e vidraça quebrada passa a idéia de caos e derrota.

 

03- Um alvo prefeito:

O estilo combativo e o status de governador que não luta pelo cargo, dão a Ivo Cassol o poder de fustigar Roberto Sobrinho, sempre com chances de acertar, jogando apenas no seu erro. Caso concreto: postos de saúde. Sem chances de eliminar o handicap do adversário, ele terá que fazer pista limpa e tempo de classificação durante a prova. O volume de obras é bom mas, para vencer terá que contar com sua equipe. Equipe sofrível que em vez de proteger obriga que ele a defenda. Como diz Zé de Nana: “é gente do tipo que pra fazer um aceiro, toca fogo na roça toda”.

 

04-Um equilíbrio precário:

Impossível não comparar. Mesmo com todo bombardeio a que foi submetida, a ALE manteve na legislatura passada, um eixo de equilíbrio. Nos momentos difíceis das prisões, dos protestos, havia a voz em defesa ou o silêncio que impedia o desgaste do confronto, mesmo que a um custo ainda desconhecido. Com a ALE renovada, não se entende porque a nova Mesa se deixa pautar por denúncias quase diárias. Moralidade se faz com discursos e gestos, tais como abrir a caixa de pandora. O conteúdo pode dizer quanto custou manter o equilíbrio ou mostrar as razões da pauta. 

05-Moralidade explícita:

Vou pegar uma carona com o Carlos Sperança e engrossar o coro da moralidade na ALE. “Creio que a Assembléia Legislativa poderia retomar a agenda de moralização prestando contas com transparência sobre os recursos economizados até agora. Isso sim daria credibilidade à Casa de Leis. Lembrando que áreas como Saúde, Educação, Segurança Pública necessitam de mais aporte de recursos em Rondônia...”, citou o Carlão. Vou além: A ALE está sendo revirada pela PF, TCE, tomada de contas, análise da folha..que tal voltar o jornalzinho mostrando tudo isso?

 

06-Câmara dos Deputados – uma vaca boa de cria:

Arlindo Chinaglia virou pelo avesso depois que a Comissão de Finanças aprovou um aumento de salário para seus nobres parlamentares. O problema não é o aumento em si, pois o chefão iria ter que dar mesmo. Faz parte do acordo para sua eleição a presidente. O problema é que fugiu do controle. Chinaglia traçou o desfile e a comissão atravessou o samba. A proposta prevê que cada deputado irá receber R$16 mil por mês e gastar R$ 15 mil da verba sem comprovação. Apenas com essa maracutaia, cada deputado pode comprar 60 bezerros por mês de forma legal e sem ter que explicar nada a ninguém e tudo pago pelo eleitor/contribuinte. Isso sim é que é emprego.

 

07-Imprensa em alta no Planalto:

O jornalista Franklin Martins, ex-Rede-Globo vai trabalhar no primeiro escalão do governo Lula. Não como porta-voz e sim como ministro da comunicação social. Além do relacionamento com a imprensa Franklin Martins vai cuidar da publicidade oficial e tocar o polêmico projeto de criação da rede nacional de TV pública, a menina dos olhos de Lula e do ministro Hélio Costa. A noite de ontem foi de jornalistas e surpresas. O ministro Furlan do Desenvolvimento foi substituído por um outro jornalista - Miguel Jorge do Santander, velho conhecido de Lula dos tempos de sindicato.

   

08-Novos ministros, velhos problemas:

Uma semana e Tarso Genro chupa a primeira manga: A PF anuncia para o dia 28 de março uma paralisação nacional por 24 horas. Um acordo de fevereiro de 2006 previa reajuste de 60%, que seria pago em duas parcelas. A primeira parcela, de 30%, foi honrada pelo governo. A segunda, mais 30%, deveria ter sido incorporada aos contracheques dos funcionários da PF em dezembro passado, mas o governo federal deu o beiço, deixando pendurados na broxa o ex-ministro Bastos e o diretor Paulo Lacerda. Tem gente por aqui torcendo por uma greve de pelo menos um ano.

 

09-Menos gente, menos:

No afã de agradar aos mandatários de plantão e donos das burras, alguns órgãos da imprensa têm obtido o resultado inverso. Fotos e matérias em profusão em lugar de despertar o interesse, afastam o leitor. Dá para digamos puxar o saco de forma menos explícita, dando uma no cravo e duas ou três na ferradura, tendo o cuidado de acertar antes qual é o cravo. Para utilizar um termo dos anos 70, é possível “dourar a pílula”, sem cegar a visão pelo excesso de ouro. Mas nada de dar uma no cravo na semana do pagamento. Calma! Não dá para fazer firula na marca do pênalti.  

 

10-Um pequeno grande partido:

O STF concedeu liminar garantindo ao Psol o direito de ter líderes da Câmara. A Casa havia determinado a extinção da liderança baseada no regimento interno, pelo qual só partidos com 5 deputados podem ter líderes. O PSol tem 3 mas o STF acatou o argumento de que todos os partidos têm "prerrogativa de funcionamento parlamentar pleno na Câmara e fora dela". Estou saudosista hoje. Reclame dos anos 60: “Pílulas de vida do Dr. Ross. Pequeninas mas resolvem”.

 

leoladeia@hotmail.com

 

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Léo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia

  FRASE DE HOJE: "O juiz não pode perder a capacidade de julgar, para condenar ou absolver".– Ministro Teori Zavascki. 01-Driblando a crise Os mercadi

Coluna do Leo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia

 FRASE DE HOJE: "Está em jogo é populismo. O tipo de discurso que chega agora dos Estados Unidos encoraja o populismo e até o extremismo".– François H

Coluna do Leo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia

  FRASE DE HOJE: "A Lava-Jato tem gerado expectativas e uma onda de  consequências. O Tribunal está desafiado a dar uma solução que  ultrapasse qualqu

Não basta dizer que é vereador. É preciso ler, se envolver no processo, dominar o tema e atentar para o que assina - Por Léo Ladeia

Não basta dizer que é vereador. É preciso ler, se envolver no processo, dominar o tema e atentar para o que assina - Por Léo Ladeia

Coluna do Leo Ladeia FRASE DE HOJE: "Se cuidem, porque se eu voltar para ser candidato a presidente da República é para fazer mais do que fizemos"– Lu