Porto Velho (RO) quinta-feira, 28 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Léo Ladeia

Pimenta & Murupi 27/04/15


 

Frase de hoje:                                    

"Se Dilma fracassar é o PT quem fracassa e eu não vim ao mundo para fracassar” - Lula

1-Caldeirão do diabo

Um Pizzolato vindo lá da Itália vá lá. A gente atura. Ora, se está preso um, fácil se prende outro e vamos combinar, em matéria de cadeia cheia nossa amada, idolatrada, salve, salve, pátria brazuca tem “nôrrau”! Aquele papo de Newton de que “dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço” não vale por aqui. Junta que dá. E se a maioridade penal for reduzida? Dizem os especialistas em ressocialização que 36 mil menores infratores, sem juízo, ociosos e com os hormônios em ebulição, ficarão juntos com a fina flor da baixa canalha. Danou-se! Vai ser preciso construir mais prisões e ainda assim, vai feder carbureto.

2-Pau no buzão

Fim de papo, de contrato, de birra, ou inicio de uma cobrança de impostos, de uma campanha eleitoral ou de uma nova tortura com outra(s) empresas(s) de ônibus? O tempo dirá. Contudo pela nota distribuída pelo SET, “a luta continua cumpanhêro” ou como gosta de dizer o bruxo Carlão de Oliveira, “não tá morto quem peleia”. Feliz proprietário de um Gurgel 75, cujos custos e dissabores são maiores do que usar o tal transporte coletivo, fico na moita e espero, mas certo que tudo será como dantes no Quartel d’Abrantes. 

3-E por falar nisso...

Essa história de buzão é uma promessa de campanha do prefeito Muro Nazif  como também foi promessa mandar a Marquise ou empresas que tais, dessas que coletam, separam, compostam, reciclam ou tererê e coisa e lousa o lixo nosso de cada dia, resíduo sólido ou chorume, lá pro lixão, aterro sanitário, marte, lua ou pros quintos dos infernos. A zoeira inicial tomou forma, virou discurso, denúncia, diminuiu e hoje está assim bem meia boca quer seja sobre coleta seletiva, compostagem, reciclagem e valor do contrato.


Assista entrevista do prefeito Mauro Nazif no Tempo Real, da TV Candelária/Record,  com Léo Ladeia


 

4-E o mirante?

Pimenta & Murupi 27/04/15 - Gente de Opinião

Claro que isso não vai alterar meus planos de vida. Aliás eu nem era frequentador assíduo do local, mas é que ouvi dizer que irão desenterrar uma velha máquina – Guindaste Bucyrus Erie – que está sob o lodaçal abaixo da praça da EFMM. Louvável. Aliás, mais abaixo há um dique seco nas mesmas condições também merecendo o mesmo olhar. Mas e o mirante que ameaça ser engolido pelo rio e que foi alvo de uma série discussões de quem é do ramo ou dos palpiteiros. Alguém aí sabe o que, como ou quando vai ser o final?  

5-Tecno-choque

Levei um choque quando vi “o talão de luz” e ai a Ex-Ceron, com outro nome, disse que a energia de Rondônia é a mais barata do Brasil. Não tenho como desmentir isso aqui: “O valor da tarifa de energia é homologado pela ANEEL, expressa na unidade R$/kWh (reais por quilowatt-hora) e não contempla tributos e outros elementos que fazem parte da conta de luz, tais como: ICMS, Taxa de Iluminação Pública e outros. Já a conta de energia (fatura/mensal) contém: (tarifa+impostos+taxas=valor total da fatura).” Entendeu? Não? Nem eu. É russo pra mim. O que sei é que o sistema interligado é como uma mistura de café com leite. Dá para separar X de café, Y de leite? Ah, me dá garapa com limão. Separada, faz favor.

6-Queimando pontes

Os velhos caciques, os novos grupelhos, os mais afoitos, os sempre sem votos, os cabos eleitorais e claro, os “língua-negras” estão de volta. É que eleição, festa de São João e Santa Missão provoca convulsão e quem é do ramo já se acostumou com a queima de fogos antecipada. É de araque. Junto aos fogos vão os neo-pretensos-futuros-ex-quase-candidatos que os velhos caciques – sempre eles – deixam ali por perto pra não perder de vista, dando tapinhas nas costas e falando sobre miolo de pote, pescaria e lua nova.  

7-Bolando as trocas (hic)

Sexta-feira passada, na abertura do 3º Congresso das Direções Zonais do PT Lula partiu pra cima da Dilma Roussef e deu de bico: “Nós temos de dizer em alto e em bom som dentro do PT, para a companheira Dilma ouvir e para os nossos deputados e militantes ouvirem, nós precisamos começar a dizer o que nós vamos fazer neste segundo mandato, qual é a nossa política de desenvolvimento que nós vamos colocar em prática, qual é o tipo de indústria que nós vamos incentivar.” Lembrei da velha frase: “um cão danado todos a ele”. Coitadinha da Dilma, se apanha até de Lula vai bater em quem? Melhor chamar o Temer.  

8-O silêncio é de ouro

O grupo era pequeno, mas o barulho foi grande e o vice-presidente Michel Temer saiu da Agrishow calado logo após a abertura, sem discurso ou entrevista. “Los baderneros” de Rio Preto fizeram um buzinaço e pediram o impeachment de Dilma e Temer. Presentes estavam a ministra da Agricultura Kátia Abreu e o da Ciência e Tecnologia Aldo Rebelo que receberam os respingos de (*)osta. Aplaudidos mesmo, só dois: Geraldo Alckmim e Ronaldo Caiado. Tá feio pro governo andar até em feira livre. A vaia come solta moço. 

9-A tungada partidária

Não sou dono de partido político, não sou filiado a qualquer um desses trinta e tantos que aí estão, mas pago – eu e você também meu querido amigo – uma cota compulsória para que eles continuem existindo. Um partido político é uma agremiação de pouca ou nenhuma serventia. Basta olhar os estatutos de um e de outro, esquerda ou direita, e ver que diferem muito pouco. Porém para existirem precisam de dinheiro e é aí que roubam a gente de novo. Detalhe: há poucos dias a presidente, o congresso ou algum “cabeça gorda” resolveu aumentar o fundo partidário. Mais grana para eles e mais fumo pra nós. Vergonhoso.

10-Um coió e a conta de luz

O coió aqui resolveu instalar um motor Tobata que vai gerar energia pra sua casa, mas o molho saiu mais caro que o peixe. O óleo diesel inviabilizou o projeto. No mato sem cachorro vai tentar com peixe elétrico.               

 

[email protected]

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Gente de Opinião não tem responsabilidade legal pela "OPINIÃO", que é exclusiva do autor.

Mais Sobre Léo Ladeia

Política & Murupi - Quando o patrão manda abrir a porteira é porque a boiada foi vendida e o dono já é outro

Política & Murupi - Quando o patrão manda abrir a porteira é porque a boiada foi vendida e o dono já é outro

Recomendo vigorosamente àqueles que gostam das entranhas da vida partidária a leitura do livro “COMO MORREM AS DEMOCRACIAS”, um mergulho profundo no

Política & Murupi - Não, o Brasil do pobre faminto não é uma invenção da pandemia e não nasceu hoje

Política & Murupi - Não, o Brasil do pobre faminto não é uma invenção da pandemia e não nasceu hoje

As reportagens sobre pessoas em busca de restos de comida no lixo ou comprando ossos estão proliferando pelas TVS e redes de internet como algo novo

Política & Murupi - Quando tentei entender como funciona o “face”

Política & Murupi - Quando tentei entender como funciona o “face”

Começo com a frase muito difundida no mundo cibernético: se você acha que é um cliente que recebe um produto de graça via internet, acredite: você é

Política & Murupi - O setor da construção civil fechou maio com 2,43 milhões de trabalhadores com carteira assinada

Política & Murupi - O setor da construção civil fechou maio com 2,43 milhões de trabalhadores com carteira assinada

Disse o presidente da poderosa CBIC-Câmara Brasileira da Construção Civil que o setor está operando “como se fosse uma Ferrari andando com o freio d